5 lugares para comer e beber em Córdoba

Chegou a vez da Samille compartilhar conosco 5 lugares para comer e beber em Córdoba. Ela incluiu em sua lista desde lugares mais simples, com preços acessíveis a lugares para alguma ocasião especial. Além disso já deixou nas dicas o quanto gastou em média em cada lugar, daí já dá para planejar melhor os gastos da sua viagem. Obrigada, Samille!

5 lugares para comer e beber em Córdoba

comerbebercordoba6

Nessa viagem, como a grana estava curta para muitos luxos, acabei comprando mais comida no supermercado, no entanto escolhi alguns lugares para consumir algo e outros apenas para conhecer por alguém ter me indicado.

Antes de contar para vocês sobre os meus escolhidos, aqui vai um aviso importante. Em Córdoba, não pode beber nas ruas, sair com a latinha na mão enquanto fica papeando com os amigos. Eu e uns amigos gringos levamos um chamado (simpático até) de um policial no Barrio Guemes devido às nossas 2 garrafas abertas de Quilmes.

Agora, vamos às dicas.

1. The Golden Monkey
Enquanto assistia a uma apresentação de um grupo de Candombe (os tambores uruguaios) com uns amigos do hostel, avistei um bar na esquina que também tinha música. Para minha surpresa não só a música era de qualidade nesse bar, os preços também eram ótimos, o atendente super simpático e disposto a nos orientar para escolhermos as melhores opções, além do local ser espaçoso. Escolhi umas empanadas de manjericão, tomate e azeitona, água com gás e uma cerveja. As empanadas estavam deliciosas e pude aproveitar para assistir um show incrível de jazz.

Localização: Achaval Rodriguez, 350
Horário: das 17h ­às 5h
Quanto gastei: entre 120 a ­150 pesos

Se você curte música boa, esse é o lugar

Se você curte música boa, esse é o lugar

2. Don’t Worry
Esse é para aquele dia da viagem que você escolheu ter uma ocasião especial, já que o preço é um pouco salgado. Entretanto, todos os detalhes na decoração te fazem sentir realmente em um lugar aconchegante. A decoração, a música e a atenção com o cliente merecem 5 estrelinhas. Acabei escolhendo para comer um prato mexicano que tinha guacamole e para beber, uma água com gás. O prato era bem servido, uns molhos diferentes e bastante nachos. No cardápio, eles possuem várias opções de cervejas artesanais e diferentes, o que vale super a pena experimentar.

Localização: Belgrano, 695. Esquina com Laprida
Horário: das 21h às­ 5h
Quanto gastei: 220 pesos (sem cerveja)

comerbebercordoba2

Crédito: Site do Don´t worry

3. Cafe del Alba
Desde que eu viajo, eu tenho dificuldades com café da manhã de hostel. Sabendo disso, geralmente saio para comprar algo ou procuro uma cafeteria. Caminhando pela rua, encontrei essa adorável cafeteria. No primeiro momento, fiquei encantada por tantos livros espalhados e fotografias legais, em seguida o preço me impressionou e depois o atendimento, já que todos eram simpáticos e atenciosos. O menu completo de café da manhã (que tinha suquinho de laranja, café com leite, medialunas ou pães torrados, geléia e queijo tipo requeijão cremoso) custava 36 pesos. A medialuna sozinha custava 7 pesos. Eles também têm opções para almoço. De fato, um lugar para não deixar de conhecer.

Localização: 9 de Julio, 482
Horário: das 8h às­ 20h
Quanto gastei: entre 40 a­ 60 pesos

comerbebercordoba3

Por volta de 10h da manhã, saem novas fornadas de medialunas quentinhas

4. Patio Olmos
Quando você vem caminhando pela avenida Vélez Sarsfield e olha para frente, não imagina que esse prédio histórico do ano de 1900 (tão bem conservado) tem por dentro um shopping com preços para todos os bolsos e gostos. Essa é aquela opção que se você já andou muito e não quer pensar tanto onde comer, vai lá e escolhe algum menu do dia ou essas opções de comida rápida. Lá você encontra menu do dia com prato, bebida e ­sobremesa ou só prato e­ bebida a partir de 80 pesos. Para quem mora atualmente em Buenos Aires, achei isso maravilhoso.

Localização: Av. Vélez Sarsfield 361
Horário: das 10h às­ 22h
Quanto gastei: entre 80 a­ 130 pesos

comerbebercordoba4

Invista uns minutos olhando a arquitetura do prédio ou sentando no pátio dele para descansar da caminhada

5. Wollen
O verbo Wollen significa “querer” no idioma alemão e, apesar do seu nome gringo, o que mais essa sorveteria cordobesa me fez foi exatamente querer seus sorvetes. Brincadeiras a parte, eu ia praticamente todos os dias nas suas diferentes sedes pela cidade. Infelizmente, só há Wollen em Córdoba. Fiquei impressionada com a beleza, organização, atendimento e qualidade do estabelecimento, além do preço super acessível. Dulce de Leche Granizado ficou sendo o meu sabor favorito e também recomendo os brownies.

Localização: M. T. de Alvear, 84 (com direito a vista para La Cañada)
Horário: das 9h ­às 23h
Quanto gastei: entre 30 ­a 60 pesos

30 pesos = felicidade

30 pesos = felicidade

Quem terminou de ler esse post e ficou com vontade de conhecer algum desses lugares? Eu amei todos, mas em especial a sorveteria, e é uma pena que não tenha dela em Buenos Aires. Mas pelo menos já é uma desculpa a mais para conhecer Córdoba, não é mesmo? Hehehe! Além de descansar passeando pelas serras, você vai poder recarregar suas energias num desses restaurantes.

Para você que perdeu o primeiro post dessa série, veja aqui o que falamos sobre Córdoba: uma cidade para ser e estar jovem.

E tem também o segundo post da série, no qual há sugestões de O que fazer em Córdoba.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 comentário

  1. Pingback: Guemes: lindo bairro de Córdoba | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

Curtiu? Comente aí!