7 coisas que você precisa saber sobre os táxis de Buenos Aires

Pegar táxi em Buenos Aires é algo super comum, pois além de barato, é uma ótima maneira de chegar até o seu local de destino batendo um bom papo em portunhol com o taxista. Por isso vamos falar sobre 7 coisas que você precisa saber sobre os táxis de Buenos Aires.

Mas atenção pois nem tudo é um mar azul quando se vai usar um táxi portenho, afinal malandro e picareta tem em todo lugar. Por isso recomendamos fortemente que você também leia o post Táxi em Buenos Aires: dicas para viajar tranquilo.

7 coisas que você precisa saber sobre os táxis de Buenos Aires

1. 1 táxi para 70 habitantes
No total Buenos Aires tem cerca de 70 mil motoristas de táxi e 38.400 licenças. Isso dá uma média de 1 táxi para 70 habitantes. Isso explica bem porque é tão rápido pegar um táxi no meio das calles portenhas.

2. Amarelo e preto
O clássico táxi portenho amarelo e preto não existia antes de 1967, antes disso cada carro tinha a sua própria cor. Foi nesse ano que adotaram o padrão de usar o amarelo na parte superior do carro e o preto na parte inferior. Bem melhor para reconhecer, não é mesmo?

taxi em buenos aires

3. O táxi fantasma
Já falamos sobre essa lenda no post 5 lendas urbanas de Buenos Aires. Mas, caso você não saiba, reza a lenda que há um táxi fantasma que ronda o Cemitério da Chacarita a à procura de uma novo passageiro. A história existe desde 1978, quando uma mulher foi achada morta em cima da tumba de sua mãe. Sim, ela pegou o táxi da morte. Dizem que até hoje esse táxi fica na fila de táxis perto do Cemitério. O carro é um Ford Falcon ou um Peugeout, não se sabe ao certo, e a placa é RIP666. Todos que pegam esse táxi começam a sentir um frio estranho que invade o corpo, até que esteja morto. Após a morte da vítima, o motorista o leva de volta ao lugar de onde partiu: o cemitério. Horripilante, não?

4. Como chamar um táxi na rua
O jeito portenho de chamar um táxi é diferente, sabia? Não é apenas esticar o braço de maneira espalhafatosa, isso vai denunciar o seu lado turista. A maneira certa é estender o braço e esticar a mão, porém na altura do quadril e não na altura do ombro, como fazemos no Brasil.

5. Monumento ao taxista
Um ícone tão importante da cultura portenha merece mesmo um monumento! Ele fica em Puerto Madero e é a estátua de um motorista com uma carteira típica da profissão na mão ao lado de um táxi. O carro é um Siam Di Tella 1500, modelo argentino lançado na década de 60 e bastante utilizado como táxi. Falamos sobre isso e sobre outras histórias no post 5 lendas de Buenos Aires que você precisa conhecer.

6. Assuntos preferidos para charlar
É de praxe, a maioria dos taxistas puxa assunto sobre futebol ou amor, afinal Buenos Aires transpira paixão! Sabe aquele amor melado? É o preferido dos taxistas portenhos. Quando o taxista perceber que você é brasileiro, a conversa então vai ser futebol, com certeza ou de alguma ex-namorada que eles tiveram no Mato Grosso e por aí vai. Alguns falam também de política, mas é bom já estar preparado para falar de amor ou futebol!

7. Táxi Balada
Quando se fala em táxi portenho, o céu é o limite! Então, por que não entrar em um táxi que mais se parece com uma discoteca? Tem musica electro-house, globo espelhado e até luzes que seguem o ritmo da música! É muita festa para um táxi só! O motorista é o Ángel, mas seu carro é conhecido como “el taxi de la noche portenha”, foi ele quem inventou essa nova “modalidade” para o seu táxi.

Créditos da imagem de destaque: Shutterstock

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários

  1. Irenice

    Eu preciso saber como faço pra entender como vou levar Real e converter em peso ou dólar.Minha dúvida É Grande .Me ajude por favor.O nosso real lá Vale alguma coisa?

  2. Rafael

    Os taxistas de lá costumam cobrar adicional por malas, e alguns até por mochilas quando vê que é turista. E a noite, tem que ficar de olho, principalmente quando saem de um Tango ou de uma balada, pois, aumentam o número de taxistas pilantra, falam que no meio das notas tem uma nota “rota”(danificada). Na verdade é uma nota falsa que o fdp com o carro escuro está te devolvendo. Tem que ficar de olho e por garantia fotografe o numeros da cedulas que vai entregar e também dos dados do motorista que fica atrás do banco do carona.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *