7 maneiras de estragar sua viagem para buenos aires

7 maneiras de estragar sua viagem para Buenos Aires

Faz alguns dias li no ótimo blog 360 Meridianos, do casal Rafael e Natália que conheci aqui em Buenos Aires, um texto sensacional sobre como os turistas, muitas vezes sem saber, acabam estragando toda uma viagem. Recomendo muito uma lida nesse post, que se chama Como prejudicar uma experiência de viagem.

Logo lembrei de muita gente que conheci que vem para Buenos Aires e acaba aproveitando bem menos a cidade por causa de umas atitudes impensadas. A cada dia que passa nossa sociedade está mais imediatista e consumista. Queremos tudo para já e, como estamos pagando, reclamamos muito quando não temos as coisas do nosso jeito. Esqueça esse tipo de pensamento numa viagem!

Inspirado no texto do 360 Meridianos, coloquei aqui alguns exemplos de comportamentos que estragam uma viagem para Bueno Aires

7 maneiras de estragar sua viagem para Buenos Aires

7 maneiras de estragar sua viagem

Vir cheio de preconceitos

“O argentino é desonesto, malandro, pobre, esnobe e odeia brasileiro”. Você não pode estar mais enganado se vir pensando assim. Venha com a mente aberta e com uma atitude amistosa. Se você acha que as pessoas odeiam brasileiros, tente conversar com qualquer portenho e veja como ele vai abrir um sorriso ao saber que você veio do Brasil. Eles amam nossa terra, adoram a alegria tupiniquim e, no geral, são muito interessados na cultura.

Reclamar de tudo que é diferente

Na argentina é difícil achar arroz e feijão nos restaurantes, muitos garçons são lentos, muita gente usa mullet e os ônibus não aceitam notas de dinheiro. Lembre-se que você está em outro país e que por mais que Brasil e Argentina dividam uma fronteira, existem inúmeras diferenças. Se você quer ter uma viagem tranquila, deixe as comparações e reclamações de lado e se adapte.

Só comer em fastfood

Um hamburguinho no McDonalds é seguro e rápido, mas nunca deixe de aproveitar a comida portenha. Tanto é que até temos um post sobre marcas fast food em Buenos Aires. Churrascarias, restaurantes tradicionais, bodegones, cafés notables, culinária peruana, restaurantes fechados, brunchs. Um mundo de sabores diferentes que você só prova aqui, ao contrário do McDonalds que você prova em qualquer lugar do mundo

Querer fazer tudo

Um erro muito comum de quem viaja pela primeira vez a qualquer cidade é querer fazer tudo. Colocam trocentas atividades no mesmo dia ea viagem acaba se transformando numa gincana de corre-corre. Se você tem poucos dias na cidade, foque naquilo que tem mais a sua cara ou algo realmente imperdível. Já vivemos vidas corridas e estressadas demais. Uma viagem é para ser um momento de prazer e tranquilidade, uma pausa deliciosa no seu dia a dia. Veja os posts da categoria Dica dos Leitor e se inspire!

Só usar táxi

Claro que o táxi em Buenos Aires é prático e relativamente barato, muito útil em vários momentos. Mas não seja escravo dele. Pegue metrô, pegue ônibus e caminhe. Caminhe muito! Buenos Aires é uma cidade plana e perfeita para andar. Assim você conhece muito mais do seu destino e ainda queima as calorias do sorvete, carne e dulce de leche.

Não dar chance para o acaso

Você ficou sabendo de um evento de última hora num local desconhecido, um argentino deu a dica de uma exposição sensacional. Por que não ir se jogar no acaso? As melhoresa coisas da vida não são programadas.

Não pesquisar nada

Felizmente vivemos no tempo da internet e existem zilhares de sites e blogs para o turista pesquisar sobre sua viagem. A regra é clara. Quem pesquisa mais faz uma viagem muito mais inesquecível. Afinal os programas feitos acabam sendo melhores e mais condizentes com as expectativas de cada um. A pesquisa precisa começar antes até da compra da passagem. Qual a melhor companhia aérea? Qual melhor época do ano para ir? Em que bairro se hospedar? Aqui no Aires Buenos temos centenas de posts sobre os mais variados assuntos de Buenos Aires. Explore! Comece aqui nesse post.

Para aproveitar Buenos Aires ao máximo baixe os nossos ebooks: Guia de Viagem Buenos Aires – O que fazer em 4 dias e Guia Lado B dos pontos turísticos em Buenos Aires.

E você, tem alguma dica para quem faz uma viagem a Buenos Aires? Deixa a sua resposta nos comentários!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

33 comentários

  1. Concordo com tudo, e principalmente com o só andar de táxi. Em BsAs, peguei ônibus, metrô e andei até fazer bolhas nos pés e nossa, deu pra ver muito da cidade assim, valeu a pena mesmo!

  2. Sensacional. Foi muito de encontro ao que eu penso. Recomendo TODAS as dicas!!! O metrô e ônibus são maravilhosos e fica uma dica adicional que seria adquirir o cartão SUBE. Com ele você conhece os principais pontos da cidade e tem que andar sim senhor, vale a pena conhecer cada cantinho desse país maravilhoso. Muito bom! Gostei dos post.

  3. Carlos José Zigart

    Oi Túlio, mas uma vez obrigado pelas dicas, só viajo após o Natal, até lá, com a ajuda de seu blog, a vigem deve ficar redonda.
    Tenho duas dúvidas, veja se pode me ajudar:
    – Nao encontrei nenhuma dica (talvez nao tenha procurada ou entendido da maneira correta) de lugares que aqui no Brasil chamamos de “barzinho”, nao uma balada em si, mas um lugar com musica (quem sabe ao vivo), um espaço com mesas e cadeiras outro espaço para os mais animados dançarem , rsrsrsrs, um lugar estilo vila madalena em SP, tem algo assim para indicar?
    – Comprar Groupon para refeições é uma boa? tem alguma experiencia nesse caso? Pelo menos aqui no Brasil tem de tudo, lugares q lhe atendem bem e lugares que fazem diferença por estar usando um desconto desses.

    Obrigado

    • Túlio Bragança
      Author

      Carlos, não exitem muitos barzinhos com música ao vivo aqui. Culpa de uma lei que regula apresentações.
      Um dos poucos é um que chama Peña del Colorado, mas toca música argentina folclórica.
      Sobre Groupon, a maioria dos relatos que vejo é que não vale a pena.

  4. Muito bom o post Túlio, estou me organizando para ir a BsAs em janeiro com minha esposa e seu blog tem nos ajudado demais!!
    Gostaria muito de fazer BsAs – Santiago, vc me recomenda alguma companhia aérea com preço legal?
    Já te agradeço pelo ótimo trabalho!!!

  5. ben

    Muito bom, como sempre! A gente realmente começa a viajar por aqui e vai descobrindo muita coisa interessante, além de dicas importantes. O que mais me chama a atenção é que todo mundo tem ‘medo’ de preços. Não adianta ficar comparando muito. Lá, tudo é um pouco mais barato e, trocando dinheiro no paralelo o dinheiro rende ainda mais. Esqueça a idéia de que só Miami compensa. Isso pode ser muito relativo (ainda mais quando seu dinheiro só chega até B.Aires…rs). Quando tratamos os outros, como gostaríamos de ser tratados, o resultado tende a agradar todo mundo. Mas, lembre-se, espanhóis e argentinos parecem ‘secos’, ‘duros’… é apenas uma característica cultural. Só por que você ‘está pagando’, não precisa desmerecer os outros, né ?!

  6. ana maria

    Cheguei ontem. Amei. Volto em abril, c a lição de aproveitar melhor, ir aos lugares q não deu tempo. Suas dicas nos ajudaram muito!!!

  7. Reinaldo

    Muito bom, principalmente a parte do preconceito!
    Já estive em três cidades da Argentina e em todo lugar eles abriam um sorriso ao saber que eu era brasileiro.
    Em BA então, dá pra se sentir no Brasil! rsrs

  8. meire

    Tulio quais lojas vc me indica para fazer compras de doces? e para trazer lembrancas para os brasileiros o que trazer que é bem barato e onde comprar?

  9. meire

    e para ficar 4 dias quanto seria suficiente para levar, apenas para almoçar e jantar e passeios
    e aí na argentina posso sacar dinheiro? tem banco bradesco?
    obrigada viu, são tantas duvidas

    • Túlio Bragança
      Author

      Meire, procure aqui no blog. Temos resposta pra tudo isso. Banco Bradesco não tem aqui.

  10. Pingback: O mês de setembro no 360 - 360meridianos

  11. Pablo

    Viajei para Montevideo em outubro de 2014… Os uruguaios são sensacionais! Receptivos, educados e atenciosos… A cidade é tranquila. Eis que em um desses dias de uma semana que fiquei no Uruguay, fomos conhecer Buenos Aires… Ahhhh, me decepcionei com o povo, desde informações à atendimento em estabelecimentos que fizemos refeições… Até um “macaquito brasileño” foi ouvido, mas estando em um lugar desconhecido, resolvemos “engolir o sapo”… O unico que nos tratou bem, foi um rapaz de uma conhecida igreja brasileira que entregava panfletos, que por incrivel que pareça era uruguaio, kkkk…Se forem com passeios turisticos, acredito que não sintam e não concordem com minha imagem de lá… Fomos misturados aos uruguaios que atravessam o mar del plata para fazerem compras em Buenos Aires, e até deles escutei de que dizem serem povos “hermanos”, mas que na realidade o uruguaio não gosta do “jeitão” dos portenhos. Alias, nem o resto da Argentina gosta dos portenhos… Argentina visitarei sim, mais ao norte, e nunca mais a capital…

    • Túlio Bragança
      Author

      Pablo, esse comportamente que vc presenciou é RARÍSSIMO na cidade. Que pena que teve uma experiência ruim.

  12. guilherme motta

    Pablo o preconceito está em sua cabeça.Já fui a B.A varias vezes e gostaria que a educação do brasileiro fosse igual a deles.Estou falando do dia a dia na cidade pois sempre circulo em point não turisticos ,ando de metro onibus a pé de montão na RECOLETA PALERMO lugares chamados chic a S,Telmo Boca lugares vamos dizer mais simples e o tratamento é o mesmo.
    Andei de trem brabo que sai da estação RETIRO AO LADO DE UMA FAVELA e tudo bem, indo ao TIGRE.
    Sempre bem tratado, para quem não é babaca ;sempre sacaneio eles dizendo que sou PORTENHO e eles riem e me chamam de carioca.
    Em MONTEVIDEO é a mesma coisa, a diferença é que não da para comparar esta cidade com B.A ela é muito pequenina mais a educação e a gentileza é a mesma.
    Tenho o seguinte conceito não vou fazer turismo vou conhecer me identificar com a cultura do local que estou conhecendo,Por isso que sou bem tratado.
    GUILHERME MOTTA

  13. Aline

    Sensacional esse post Túlio! Como sempre inteligente e cheio de dicas!!!
    A minha é de não esquecer o filtro solar, se resolver passear no Bus de turismo… O ventinho é agradável, a vista maravilhosa, mas o sol queeeeeimaaa!!! Hahaha descobri da pior forma!

  14. Como aqui no Brasil, ou em qualquer lugar do mundo existem pessoas desagradáveis, claro. Mas a maioria dos portenhos é gentil.
    Me identifico muito com a cidade e como disse o Guilherme, eu também vou para me infiltrar na cultura do povo, então,talvez veja tudo de forma diferente. Amo a Argentina e seu povo!!

  15. Fábio

    Oi Tulio, blz? Estou indo sozinho dia 05 de março. Sbe de alguma pessoa como compania para fazer os passeios?

    • Túlio Bragança
      Author

      Oi, Fábio. O melhor é vc entrar em sites de mochileiros que sempre estão dispostos a ajudar ou na comunidade Brasileiros em Buenos Aires do Facebook.

  16. Rita Citta Aguiar

    Perfeito! Concordo com todas essas dicas, Buenos Aires é linda e apaixonante, fui muitíssimo bem recebida pelos portenhos e mudei minha opinião sobre os argentinos. E claro, caminhar muito pela cidade sempre, em todo canto pode-se encontrar detalhes que nem sempre estão nos roteiros turísticos mas que fazem parte do charme de Buenos Aires.

  17. Adriana

    Minha dica : pesquise o clima antes da viagem . Lembre-se que não vai encontrar um diazinho frio para colocar as botas de montaria e tomar seu vinho próximo ao aquecedor em pleno verão. Em Buenos Aires os verões são tão quentes como no Brasil , portanto, se você quer curtir um friozinho vá no outono/ inverno.

  18. Thaisa

    Concordo plenamente! Na minha primeira viagem a Buenos Aires (em 2013) fiz um roteiro e busquei segui-lo à risca (quanta ingenuidade!!!). Meus maiores ‘pecados’ foram parecer que estava em uma gincana e só andar de táxi, pois por mais que seja barato, quando se somam todas as corridas da viagem acaba fazendo diferença no orçamento! No ano seguinte já voltei mais tranquil, fazendo os passeios menos óbvios e com mais calma. Para as próximas viagens vou priorizar cada vez a qualidade do tempo.

  19. Victor

    Olá Tulio, sensacional seu Blog!
    pergunta, consigo entrar com bicicletas (dobráveis) em metro ou ônibus? É fácil guardar/estacionar bicicletas enquanto visito os lugares?

    • Túlio Bragança
      Author

      Em metro sim, mas em onibus nunca vi sinceramente. já nos lugares é tranquilo sim guardar, desde que vc tenha uma corrente boa

Curtiu? Comente aí!