Buenos Porteños: André Takeda

Agora já é tradição! Segunda-feira é dia da seção Buenos Porteños no Aires Buenos. O convidado que dará as dicas da cidade hoje é o André Takeda.

Em 2006, quando estava para me mudar para cá, peguei o contato de muitos brasileiros conhecidos de amigos, o André era um deles. Na época ele era o cara que tinha escrito um livro que eu tinha gostado. Depois, justo quando eu estava pensando em voltar para o Brasil porque meu trabalho estava um porre, ele me chamou para trabalhar na Fox. Agradeço até hoje ele por isso!

Sem título

“Como comer e ouvir música são duas das coisas que mais gosto de fazer, decidi que minhas dicas de Buenos Aires seriam sobre minhas grandes paixões.

1. Exiles

Tudo bem que hoje quase ninguém mais compra CDs. Mas o legal dessa pequena loja de discos de Palermo é a coleção de vinis. Tem desde usados e raridades até novidades do mundo indie mundial. Nacho, o dono cabeludo, é fã de Rolling Stones, então prepare-se para encontrar muita coisa da banda por lá. Além disso, às vezes rolam uns pocket shows com as bandas que passam por Buenos Aires, como foi o caso do Kurt Ville e do Tune-Yards. Mas o que eu gosto mesmo é de passar por lá uma vez por semana e ficar conversando com o Nacho. Até hoje ele não me mostrou uma banda argentina que eu gostasse, mas ainda não desistimos.

Endereço: Honduras 5270, Palermo
Site: http://exilesrecords.com/

2. Sudestada

Pode parecer exagero, mas o Sudestada é provavelmente o meu restaurante favorito do mundo. Sim, do mundo. A proposta é culinária do sudeste asiático, com currys, noodles, spring rolls, dumplings e carnes feitas no wok. Parece que não é nada de novo. Mas, pelo menos para mim, é uma verdadeira explosão de sabores. Uma pena que eles tiraram do cardápio o pork belly com molho apimentado. Eu era viciado neste prato. Não é barato, mas o menu do meio-dia até que vale a pena. E o ambiente, simples e moderno ao mesmo tempo, é bem legal.

Endereço: Guatemala 5602, Palermo
Site: http://www.guiaoleo.com.ar/restaurantes/Sudestada-93

3. La Trastienda

Casa de shows que fica em San Telmo do tamanho ideal para ver um show tranquilo. Acho que a lotação máxima é 1000 pessoas. Já vi shows incríveis no La Trastienda: Jarvis Cocker, Spiritualized, The National, Café Tacuba, Little Dragon. É sempre legal conferir a agenda deles antes de viajar. Vai que rola um showzinho para você ver sem ser sufocado, tomando uma Quilmes. E, se quiser, pode até pedir uma empanada no bar. Sério, vi gente comendo empanada no show do Spiritualized.

Endereço: Balcarce 460, San Telmo
Site: http://www.latrastienda.com/

4. Los Palitos

Buenos Aires também tem o seu bairro chinês. Ou, como é conhecido aqui, barrio chino. Na verdade, são duas ou três quadras que costumam estar lotadas de gente nos finais de semana. Tem muitos supermercados com produtos importados e frutos do mar frescos. E, claro, restaurantes. O meu favorito é o Los Palitos. Vou no mínimo uma vez por mês e só comi um prato lá. É o pollo tres aromas, um frango em pedacinhos com molho a base de alho, gengibre e manjericão. É o melhor frango que já comi na vida. Sabe aquela comida chinesa sempre com o mesmo gosto e gordurosa do Brasil? Esqueça. O Los Palitos é outra categoria. E é simples e barato. Acho que todo mundo deveria experimentar o pollo tres aromas deles pelo menos uma vez na vida.

Endereço: Arribeños 2245, Belgrano
Site: http://www.guiaoleo.com.ar/restaurantes/Palitos-2070

5. L’epi

A L’epi é uma legítima boulangerie em Buenos Aires. Até porque os dois sócios são franceses e levam a sério esse negócio de fazer pão. Mas indico o L’epi porque lá tem a melhor medialuna da cidade. Claro que é totalmente pessoal, mas o fato é que depois de uns anos vivendo aqui eu simplesmente enjoeei de medialunas. E o L’epi tem uma de amêndoas que faz você rever todos os seus conceitos sobre esse clássico da pastelaria argentina. É praticamente manteiga e amêndoas, e comer mais de três é pedir para passar mal. Mas eu encaro umas 5 sem pensar no amanhã.

Endereço: Roseti 1769, Villa Ortuzar
Site: http://www.lepi.com.ar/

Muy bien, André!

Para ver todos os personagens da seção Buenos Porteños, clique aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários

  1. Claudemir

    Putz, por culpa do Túlio e de todos estes Buenos porteños, tô vendo que terei de fazer mais uma visita a Buenos Aires.

Curtiu? Comente aí!