Conheça os guias do Aires Buenos Tour e suas dicas de viagem

Esse bloguito lindo, além de muita informação sobre Buenos Aires, tem também dois passeios guiados em português. Para você saber quem vai ser o seu guia, seja no Tour Buenas Noches ou no Tour Lado B, fizemos esse post! Então, conheça os guias do Aires Buenos Tour e as dicas de viagem que eles têm para dar.

Nossos passeios são feitos por legítimos brasileiros que moram há um bom tempo em Buenos Aires e conhecem demais a história e cultura local. Cada um vai falar um pouco do bairro onde mora, dicas e o que vale a pena fazer e não fazer na região!

Conheça os guias do Aires Buenos Tour e suas dicas de viagem

Henderson Moret

Henderson fotografando um pedido de casamento em Buenos Aires <3

Henderson é fotógrafo que, além de guia do Tour Buenas Noches, faz uma mistura de guia e fotógrafo durante os ensaios que faz pela cidade. Desde que chegou em Buenos Aires, sempre morou em San Telmo. Já de cara se apaixonou pelo bairro e sua característica meio artística e meio boêmia.

O que mais gosta: poder transitar por toda a cidade com máquinas fotográficas com relativa segurança e aproveitar as belezas da cidade, que são muitas… Desde os parques até os espaços culturais, tem muita coisa linda pra ver e pra servir de fundo para as suas fotos.

O que menos gosta: o fato da cidade estar sempre em reforma. Nunca parece estar pronta, o que geralmente cria um caos.

Dicas: curtir devagar San Telmo. Além da feirinha no domingo, que tem que conhecer, vir num dia mais calmo e andar por toda a rua defensa, entrando nas galerias, ateliês etc. Conhecer o mercado de San Telmo, comer uma comida vietnamita no Saigon e andar também nas ruas que cruzam a Defensa, principalmente entre a Chile e a Plaza Dorrego.

Mariana Sanchez

Foto: Samille Sousa

Mariana Sanchez é jornalista, tradutora, anfitriã de um casarão em Palermo e guia do Tour Lado B. Sua primeira casa em Buenos Aires foi em San Telmo. Depois, morou em Colegiales (e escreveu um guia completo sobre o bairro, aqui). Há mais de um ano e meio, vive na fronteira entre Palermo Viejo e Almagro, uma área bem residencial mas cheia de opções para se afundar na gastronomia e na boemia portenha.

O que mais gosta: estar perto de absolutamente tudo a uma distância razoável para ir a pé. É ótimo estar perto da Plaza Serrano, mas não tanto a ponto de se incomodar com a barulheira de sua vida noturna. Cruzando a avenida Córdoba começa o bairro de Almagro, que é muito simpático e cheio de bodegones famosos, como o Boliche del Roberto e o café El Banderín. Adoro o clima de bairro, os grafittis e frases espirituosas escritas nos muros, as crianças de uniforme voltando da escola, encontrar uma quitanda a cada esquina e me sentir segura para caminhar sozinha à noite.

O que menos gosta: o trânsito da Avenida Córdoba é um inferno!

Dicas: sentar em uma das mesinhas do lado de fora do Café Musetta num fim de tarde, pedir uma promoção de vinho com duo de bruschettas e folhear um dos muitos livros espalhados pelo local. (Calle Tucumán, esquina Billinghurst). Também adoro ver o movimento na Plaza Almagro aos sábados de manhã, conferir a programação cultural da livraria La Coop e, nas segundas-feiras à noite, ir à tradicional Milonga do Café Vinilo, a 3 quadras de casa.

Julia Pavan

Foto: Maria Navarro

Julia Pavan é formada em moda, tradutora, casada com argentino, mãe de um argentininho e guia do Tour Lado B. Sua história de amor com o bairro de Villa Crespo começou há muito tempo, em sua primeira viagem a Buenos Aires (2013). Fugindo dos bairros mais comuns para os turistas, como Centro e Palermo, ela escolheu ficar em um hotel perto da Av. Corrientes, porém numa rua bem calma e residencial. Essa escolha nunca foi tão acertada!

Anos depois, esse caso de amor continua, e cada dia que passa, o bairro nunca deixa de surpreender. Desde casas antigas, bares bem pequenos e muito tradicionais, até cervejerias e restaurantes com estilo palermitano. Villa Crespo é uma mistura de um bairro com ares de província com variedades de comércio e restaurantes que não devem nada para Palermo e Recoleta!

O que mais gosta: morar em uma rua super tranquila, onde crianças jogam futebol à tarde, depois da escola, e ao mesmo tempo estar conectada com toda a capital portenha, pois perto existe trem, metrô e várias linhas de ônibus. Poder sair pra caminhar no final de semana, me perder nas paisagens que as ruazinhas do bairro proporcionam, tomar um gostoso café com uma fatia (gigante) de bolo de cenoura no Malvón, ver as modas a precinhos irresistíveis pela zona da rua Aguirre, comer um delicioso hot pastrami no La Crespo, tomar uma cerveja gelada e jogar ping pong no clássico Café San Bernardo e me esbanjar de tanto comer por um preço mais que justo no Sarkis.

O que menos gosta: a nova jogada imobiliária de categorizar Villa Crespo como Palermo Queens (consequência: preços mais altos).

Dicas: sair para caminhar no bairro e se perder nas ruas, tomar um brunch no Mazzo ou comer uma carne deliciosa numa típica parrilla portenha, a Don Jorge, e ir até o Parque Centenário, aproveitar a feirinha e assim vai… Conheça quase todo o bairro e se apaixone um pouco mais, como eu!

Foto: Maria Navarro

Para conhecer nossos guias pessoalmente é só você participar de um de nossos passeios. O Tour Buenas Noches acontece todas as quintas às 20h e o Tour Lado B é aos sábados às 10h. A reservas podem ser feitas pelo e-mail airesbuenosblog@gmail.com.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curtiu? Comente aí!