gordon ramsay steak las vegas

Gordon Ramsay Steak Las Vegas

Ao planejar minha viagem para os EUA, uma das primeiras coisas que me veio à mente foi visitar o Gordon Ramsay Steak, um dos seus últimos restaurantes inaugurados em Las Vegas, por onde eu passaria.

A própria chef executiva do lugar, Christina Wilson, foi escolhida por vencer a décima temporada de Hell’s Kitchen, um dos programas que construíram a fama de durão de Ramsay e que sempre assisto. Até cheguei a tentar reservar uma mesa pela internet, mas justo as datas em que eu estaria na cidade estavam cheias. Logo desisti e esqueci do assunto

Gordon Ramsay Steak Las Vegas – Como é o restaurante do chef mais nervoso do mundo?

gordon ramsay steak

Já em Las Vegas, certa noite noite resolvi passar no Hotel Paris para matar a curiosidade e ver como era o restaurante. O Paris é uma breguice só e o restaurante parece não combinar com o lugar. Um teto pintado imitando o céu do hotel contrasta totalmente com a fachada moderna do Gordon Ramsay Steak. Mas isso é Las Vegas. O brega anda sempre do lado do moderno.

Gordon Ramsay Steak fachada

Perguntei na recepção se havia um lugar para dois e pela minha surpresa a resposta foi sim! Uma hostess nos levou para nossa mesa. O ambiente era escuro e bastante chique. A maioria das pessoas lá parecia que tinham se vestido especialmente para ocasião, o que tornava as coisas ainda mais solenes.

gordon18

Para começar serviram uns pãezinhos sensacionais, enquanto esperávamos nossas bebidas. Paulíssima pediu um ótimo drink, South Side, e eu escolhi uma cerveja só pelo nome diferente, Arrogant Bastard, mas que era ótima. Amarga do jeito que gosto.

gordon11

A entrada foi com Kobe Beef Slider, dois hamburguinhos bem pequenos. Achei que era a oportunidade perfeita para comer pela primeira vez na vida essa carne tão famosa.

Antes de pedir o prato principal, um pequeno alvoroço se formou na nossa mesa ao lado. Quando percebemos era ninguém menos que o próprio Gordon Ramsay que estava bem pertinho, conversando com umas pessoas! Saí correndo para tentar conseguir uma foto junto com ele, mas não consegui. Ele estava realmente trabalhando aquela noite, provando pratos e dando ordens junto com a Christina Wilson.

gordon3
A cozinha era aberta e víamos toda a movimentação. Depois o próprio garçom explicou que naquela noite estavam os jurados do James Beard Awards, um importante prêmio culinário americano, e o Gordon queria que tudo saísse perfeito para que seu restaurante pudesse ganhar boas notas.

gordon9

This soup is dry!!!

Um carrinho enorme e um tanto quanto bizarro, cheio de pedaços de carne demonstrativos foi então trazido pelo garçom, que foi explicando as diferenças de cada peça. Não tive dúvidas e pedimos o prato pelo qual Gordon é mais conhecido, o bife Wellington. Era caríssimo mas era minha única chance de provar esse prato que vejo tantas vezes ele fazer na TV. Na mesa do lado estava um casal de americanos com quem a gente bateu papo. Eles acharam que nós éramos milionários por pedir algo tão caro. Mal sabiam eles da realidade!

Realmente o bife estava irretocável. Muito bem cozido, ligeiramente mal passado e super macio. Conhecendo o dono do restaurante, fiquei pensando que certamente xingaram muito o cozinheiro para ele deixar a carne no ponto!

gordon ramsay steak
No final estávamos tão cheios que nem provamos as sobremesas, mesmo o garçom comentando que eram sensacionais. Saí de lá pensando realmente que comer num restaurante de um chef famoso é muito mais pela experiência em si do que pela comida. Tudo foi muito correto, mas não fiquei de queixo caído por nenhum prato, o que me decepcionou bastante. A própria entrada de kobe beef mesmo foi bastante mais ou menos.

Sabe aquele “Uau” que você solta depois de comer um prato delicioso? Ficou faltando. Saí me perguntando várias coisas. O que é que eu não estava sentindo, o que eu estava deixando de experimentar por não ter achado a comida grande coisa? É esse o gosto que a comida de alto nível de um chef famoso deve ter? Ou sou eu que não soube degustar tudo e não tenho um paladar mais refinado?

É óbvio que a experiência de estar num restaurante de um famoso chef em Las Vegas vale muito a pena, mas se fosse só pela comida eu teria minhas dúvidas.

gordon2
A conta no total saiu cerca de 140 dólares, para 2 pessoas.

Gordon Ramsay Steak
3655 Las Vegas Blvd – dentro do Hotel Paris
Las Vegas, NV – EUA

Esse blog é sobre Buenos Aires, mas também meu espaço para postar minhas ideias e experiências de viagem. Esse texto é de uma série de outros sobre minhas férias, onde vou buscar outros aires buenos. Todos esses posts podem ser lidos na categoria Outras Viagens.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

10 comentários

  1. paulissima

    pois é, esse é o dilema de comer em lugares com chefs como o gordon, atalla, etc. você nunca sabe se o prato deixou mesmo a desejar ou se é o seu paladar que não é refinado para absorver as “nuances” do prato!

    • Túlio Bragança
      Author

      Certamente, Marcelo. O UAUUUU da Fugazzeta no El Cuartito é muito maior e bem mais barato! hehehe

  2. Túlio, eu fui em 2 ocasiões no BurGr do Ramsay que fica no Planet Hollywood. No meu caso, foi UAU das 2x (tanto que voltei), e acho que não foi tão caro assim.
    Coisas negativas pela minha lembrança: fila (demorei uns 40 minutos) e o barulho, a gente só consegue conversar aos gritos.
    Mas os hamburgueres fez tudo compensar.

    • Túlio Bragança
      Author

      Que ótimo, Eduardo! No nosso caso a gente que queria muito esse bife e era caro, mas outras coisas de lá eram bem mais em conta mesmo. Tenho que provar esse hamburguer, mas vai saber quando vou ter outra oportunidade! Mas só o fato de ver o Gordon ali em ação, cozinhando, valeu demais toda a experiência!

  3. Ai, que sonho Túlio ir no restaurante do Gordom e ainda encontrá-lo lá. Agora, 100 dólares é realmente muito caro, mas conforte-se que foi no restaurante do Gordom e que ele estava lá e tal. Pior aconteceu comigo que numa noite em NY, depois do teatro, cismei que queria comer carne e entrei num restaurante na times square. Eu olhei o cardápio e apesar de não entender bem o preço, pedi assim mesmo. Um filé sem acompanhamento (se ainda fosse um bife wellington…rsss…) que serviu muito mal duas pessoas e que também custou U$ 100,00. Fiquei arrasada e envergonhada de pagar tão caro num mísero pedaço de carne. Levei muito tempo para tomar coragem de contar isto para alguém….rssss……. A carne mais cara que comi na vida. Tenho certeza que os seus 100 dólares compensaram muito mais. A experiência deve ter sido bacanérrima!!! Se eu tivesse oportunidade também iria lá…rsss….

    • Túlio Bragança
      Author

      Luciana, acho que são essas pequenas roubadas que se transformam em grandes histórias! hehehe

Curtiu? Comente aí!