Intercâmbio em Buenos Aires – Dica do leitor

O Matheus veio para Buenos Aires fazer intercâmbio e teve a oportunidade de conhecer melhor a cidade e a cultura portenha! Hoje é ele quem vai contar o seu relato na dica do leitor. Infelizmente nem todos têm a oportunidade de passar tanto tempo por aqui e acabam não visitando alguns lugares menos famosos, mais muitas vezes mais interessantes que os tradicionais.

Se você quer conhecer esse lado alternativo de Buenos Aires, recomendamos o nosso roteiro Guia Lado B dos pontos turísticos de Buenos Aires. Mas caso você desejo um roteiro básico e mais tradicional, veja o nosso ebook  Guia Básico – O que fazer em Buenos Aires (4 dias).

Intercâmbio em Buenos Aires – Dica do leitor

dica_do_leitor_1

Quando comecei a estudar espanhol, um dos sotaques que mais me chamou atenção foi o porteño. Não só me interessei pelo sotaque, mas me interessei também pela cultura, culinária, hábitos e muitas outras coisas que só podemos encontrar em Buenos Aires. Por isso meu destino de intercâmbio só poderia ser aí. Muita gente pensa que fazer um intercâmbio em Buenos Aires não vale a pena pela quantidade de brasileiros que visitam a cidade durante o ano todo. Eu acredito que depende muito da pessoa.

Normalmente o turista do Brasil vem para Buenos Aires por 4, 5 ou 6 dias e faz o circuito turístico basicão que todo brasileiro adora: sobe em um daqueles ônibus turísticos, vai na Plaza de Mayo, Casa Rosada, Obelisco, Caminito, Calle Florida, um show de Tango e nada mais que isso. Quando se vem para estudar o idioma é diferente. Tem que planejar muito antes.

Meu intercâmbio durou seis semanas, de 14/12/2014 até 24/01/2015, mas vinha planejando faz um tempo. Tive que escolher a escola, o tipo de curso, carga horária, casa de família, o local onde moraria, seguros e muitos outros detalhes importantes da viagem. Tinha aulas durante toda a semana até 13h e depois saía para almoçar. Na escola, tinha contato com muita gente do mundo todo e sempre saíamos juntos à tarde ou durante a noite, por isso estava sempre praticando o espanhol com eles. Morava em uma casa de família, com um casal de senhores (ambos de BsAs), e na maioria das vezes jantavamos juntos e compartilhávamos diferentes culturas e comidas.

Não posso dizer que conheci tudo, mas vi muitas coisas que o turista tradicional não vê. Usei taxi no máximo 3 vezes, quando me perdia. Sempre preferia caminhar ou pegar o Subte, assim se vê muito mais da arquitetura impressionante de Buenos Aires. Tive a oportunidade de conhecer alguns bairros não tão famosos, fui em uma Corrida de Formula E (corrida de carros elétricos), andei muito por todos os parques de Palermo, fui a museus de história e de arte para entender mais sobre o povo argentino e sua cultura e fui em eventos de idiomas. Também saí com os parentes e amigos argentinos da hostfamily, joguei futebol algumas vezes com um grupo de argentinos, fui por um dia com amigos americanos a Colônia del Sacramento, no Uruguai, e é claro, também conheci tudo de mais turístico em Buenos Aires, só que com uma diferença: sem pressa. Não visitava mais de 2 lugares por dia.

dica_do_leitor_2

Já na última semana, comprei uma passagem para Santiago de Chile e fui visitar um amigo chileno e conhecer a cidade por 4 dias. Em Santiago fiquei numa casa com muitos outros estrangeiros e saimos algumas vezes. Fiz o principal: conheci os Cerros da cidade, o centro e alguns parques, fui às Cordilheiras dos Andes, que tem uma paisagem de tirar o folêgo, e a uma partida de futebol entre Colo-Colo e Hauchipato, que também foi uma experiência muito boa.

Voltando a Buenos Aires, outro ponto que eu considero importante são os restaurantes e cafés da cidade: é claro que quem vem pra cá tem que ir no Café Tortoni, mas uma vez já é o suficiente. Como estudante de intercâmbio, eu evitava esses cafés e restaurantes “superturísticos”, preferia aquele restaurantezinho de comida porteña, sem muito nome, sem muita fama, assim notamos mais detalhes da comida e da cultura porteña.

Ao fim, posso dizer que Buenos Aires é uma cidade encantadora e que muitos turistas não aproveitam o melhor dela. Valeu a pena passar esse tempo aqui e tenho vontate de voltar, seja para uma visita, estudos ou quem sabe um trabalho. Enfim, Buenos Aires é acolhedora e sempre tem algo para fazer e experimentar. Só não aproveita quem não quer!

Obrigado pelo relato Matheus! Você conseguiu aproveitar ao máximo Buenos Aires e ainda de quebra visitou o Uruguai e o Chile. Colônia é realmente linda, sempre recomendo para quem planeja uma viagem longa para Buenos Aires.

Nós temos os mais diversos tipos de experiências de leitores aqui no Aires Buenos Blog, se você quiser ver mais, procure na categoria DICA DO LEITOR.

Mas se você já fez sua viagem para cá, que tal nos contar como foi? Separe algumas fotos e escreva para airesbuenosblog@gmail.com.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários

  1. Regis Blaustein

    Voltamos ontem 23/03/15 de Buenos Aires. Utilizamos os serviços do Sr Nestor, fomos muito bem recebidos e todos os serviços foram de excelente qualidade! Combinamos tudo por WhatsApp em quanto eu ainda estava no Brasil. Recomendo a todos que queiram visitar Buenos Aires!‪ WhatsApp do Sr Nestor (táxi, excursões e auxílio de troca de R$/U$) ) +54 9 11 3337‑3878‬

Curtiu? Comente aí!