Lo de Jesús, o bodegón gourmet

Post atualizado em

Por definição, um bodegón se sustenta em cinco ou quatro pilares: porções abundantes, influência italiana ou espanhola (alemã é aceitável também, mas em menor medida), preços acessíveis, muitos anos de histórias e garçons muito profissionais, do tipo que anotam na memória os pedidos e sabem recitar cór e salteado as opções do menu.

Lo de Jesús se enquadra em quase todos esse itens, menos no quesito preço. Mas de qualquer maneira uma visita a esse lugar vale a conta.

O ambiente é de um bodegón clássico, só que mais elegante e caprichado, com atenção para vários detalhes. Na parede, vários quadros-negros com as sugestões de pratos do dia, assim como os vinhos.  O resultado muito bem sucedido do flerte do tradicional com o moderno.

Saindo da ambientação, a comida não decepciona. Quem recomendou o local foi o mestre Barbão, que estava presente na mesa e também já fez um post sobre o Lo de Jesús.  De entrada uns champignones rellenos na medida, depois optei por algo chamado “caseritos de salmón”, que nada mais é raviole recheado de salmão. Uma pintura de delícia. Os outros da mesa foram com coelho e pacú. Sim, o Lo de Jesús tem coelho no seu menu, algo que nunca tinha visto em Buenos Aires.

Agora vamos aos defeitos! O restaurante cobra cubiertos (algo como uma taxa de talheres), uma das coisas mais idiotas de Buenos Aires. Talvez eu me irrite por esse nome, cubierto é igual a talher, mas prefiro acreditar que seja o que eles cobram pelo couvert. No Lo de Jesús é 11 pesos por pessoa. Um cafezinho muito do mais ou menos também custa 11 pesos, uma verdadeira afronta. Mas como todos estávamos lá de buena onda e la pasando bien, nem esquentamos a cabeça.

Vale muito a visita, principalmente para comer majestosamente bem, conhecer um local bonito, caprichadíssimo, com garçons muito eficientes e atenciosos, algo que é raridade na cidade dos Bons Ares.

O Lo de Jesús fica em pleno Palermo, bem perto de toda agitação hype da cidade.

Calle Gurruchaga, 1406, bem na esquina com a Cabrera. Mais no Guia Óleo.

Confira todas as nossas dicas de hotéis em Buenos Aires. São vários posts com resenhas, melhores bairros e muitas outras dicas.

Se está planejando sua viagem para Buenos Aires, não deixe de contratar um bom seguro viagem. Ninguém espera que algo aconteça, mas vai que acontece. Melhor estar prevenido, não é?!

COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM AQUI >>

E não deixe de conferir todos os passeios e ingressos que poderá comprar com antecedência. 😉


2 comentários

  1. Pingback: Guia Aires Buenos para comer bem – Os melhores restaurantes de Buenos Aires | Aires Buenos

  2. Pingback: La Martita – bodegón para não por defeito | Aires Buenos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *