Mendoza

Mendoza Parte 1 – Uma cidade que é muito mais que vinho

Ahh… Mendoza! Se eu soubesse que essa cidade era tão sensacional, certamente não demoraria tanto tempo para conhecê-la.

Uma cidadezinha pequena, super organizada, arborizada, no meio do deserto e do lado da Cordilheira do Andes que pode ser explorada tranquilamente em 3 ou 4 dias. Um ou dois dias para as bodegas, dependendo da sua paixão pelo vinho, um dia para conhecer a cidade em si e um outro mais para fazer algum passeio pelas Cordilheira dos Andes.

mendoza_potrerillos

Mesmo que os preços das garrafas não sejam exatamente mais baratos que no resto da Argentina, visitar pelo menos uma bodega é obrigatório. Tem para todos os tipos. Desde grandes produtores de vinhos à pequenos locais mais caseiros, as bodegas botique, que geralmente possuem restaurantes sensacionais, de ótima qualidade.

mendoza_baccus2

Quem é mais curioso também vai curtir conhecer a cidade, seus ótimos restaurantes, as várias cervejarias, seus museus e as infinitas praças. Só tome bastante cuidado ao caminhar, já que todas as ruas possuem um tipo de trincheira por onde passa a água que vem da Cordilheira. Mendoza é desértica, sem essa água não haveria vida nem árvores nesse local. É incrível ver como o homem conseguiu erguer uma cidade tão bonita como essa em um lugar tão inóspito.

Já o passeio pela Cordilheira dos Andes é realmente de tirar o fôlego. Coloque bastante roupa de frio e encare essa paisagem lindíssima. Rios, montanhas, lagoas, o Aconcágua e a surreal Puente del Inca.

mendoza_puente del inca

Foram dias tão bons que renderam tanta história que resolvi dividir as dicas em 5 pontos

Parte 1: Introdução

Parte 2: Onde ficar

Parte 3: Bodegas

Parte 4: Passeios pela Cordilheira

Parte 5: Passeio de bicicleta

Parte 6: Onde comer e beber

Para ler a série toda de uma vez, basta clicar na categoria Mendoza.

Para ler os posts de viagens para outros destinos além de Buenos Aires, como San Antonio de Areco, Uruguai e Eua, é só clicar em Outras Viagens.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 comentários

  1. Pingback: Mendoza Parte 2: Onde ficar | Aires Buenos

  2. Pingback: Mendoza Parte 2: Onde ficar - Aires Buenos

  3. Pingback: Dicas de Mendoza Parte 3: Bodegas - Aires Buenos

  4. Pingback: Dicas de Mendoza 4: Passeio pela Cordilheira - Aires BuenosAires Buenos

  5. Pingback: Dicas de Mendoza Parte 5: Passeio de Bicicleta - Aires BuenosAires Buenos

  6. Paula Duarte

    Bom Dia Túlio gostava muito que me tirasse umas dúvidas e que me ajudasse. Em meados de agosto, gostava de visitar Talampaya e Ischguasto, mas tenho dúvidas:
    a) Consegue-se visitar Ishguasto (pela manhã) e Talampaya (a tarde) num dia? ou tem que ser dois? Qual é a agência de viagem que recomenda?

    b) O clima geralmente tem chuva ou sol?

    a) Para quem vem de Buenos Aires e pretende ir a Mendonça, o melhor aeroporto é La Rioja ou San Juan;

    c) Para quem vem de La Rioja é bom ficar a primeira noite em Pataca e a segunda em San Agustín de Valle Fertil?

    Com os melhores cumprimentos

    Paula Duarte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *