Metegol – Animação argentina que deu olé nos estrangeiros

Post atualizado em

Se você gosta de cinema argentino e já viu filmes como “O Filho da Noiva” e “O segredo dos seus olhos” talvez não saiba, mas você é fã de Juan Jose Campanella. O diretor desses filmes agora lançou “Metegol”, uma animação em 3D que chegou balançando os cinemas argentinos.

Metegol é como chamam Pebolim ou Totó aqui na Argentina e história gira em torno desse brinquedo clássico, que anda um pouco esquecido no mundo moderno.

Com personagens super carismáticos e lendários, com todas as manhas e jargões do futebol de verdade, Metegol surpreende por ser uma animação divertida, futeboleira e universal. Fala de amor, superação, capitalismo e claro, futebol. Tanto as crianças como os mais velhos adoraram, tanto é que o filme é um sucesso de bilheteria na Argentina. Em pouco mais de uma semana, mais de um milhão de pessoas foram ver o filme, o que num país de 40 milhões de habitantes é bastante significativo.

Espero que seja lançado logo no Brasil, mas só fico na dúvida em como vão fazer com o jogador cordobês e seu sotaque tão característico, as gírias e piadas tão argentinas e também com o título do filme. Vai ser Totó ou Pebolim? Ou algum nome sem graça que os tradutores sempre inventam?

Fiquem aí com o trailer:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=6o8_iHpXZyw]

Confira todas as nossas dicas de hotéis em Buenos Aires. São vários posts com resenhas, melhores bairros e muitas outras dicas.

Se está planejando sua viagem para Buenos Aires, não deixe de contratar um bom seguro viagem. Ninguém espera que algo aconteça, mas vai que acontece. Melhor estar prevenido, não é?!

COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM AQUI >>

E não deixe de conferir todos os passeios e ingressos que poderá comprar com antecedência. 😉


7 comentários

  1. jair

    espetacular esse filme/desenho.
    assisti no abasto, em uma sessão lotada. adultos e ciranças aplaudindo no final e td mais.

    de verdade fiquei muito feliz e até certo ponto surpreso, tanto pela qualidade gráfica do desenho quanto pela história. antes de voltar para Curitiba, preciso assistir mais uma vez.

    • Acho que influiu aí também o valor da entrada 3D, que aqui na Argentina tá uns 50 pesos. Não sei bem o valor do preço médio, mas não duvido nada que tenha aumentado isso tudo mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *