esportes

O esporte argentino além do futebol

É claro que o esporte nacional por excelência na Argentina, assim como no Brasil, é mesmo o futebol. Isso não se discute. Mas por que será que outras modalidades esportivas são tão populares entre os argentinos e nem tanto entre os brasileiros?

Como já estamos com saudades dos Jogos Olímpicos Rio 2016 (calma, que ainda tem os Paralímpicos logo em seguida), resolvemos investigar o assunto para os leitores do Aires Buenos.

O esporte argentino além do futebol

esportes

Los pumas, a seleção argentina de Rugby.

A influência britânica na cultura argentina, sobretudo na portenha, é provavelmente a melhor explicação para que esportes como Rugby, Padle, Tênis, Polo e Hóquei sobre grama tenham se estabelecido com tanta força por aqui.

esportes

Site da Asociación Argentina de Polo: muita tradição e pouca modéstia.

Em uma carta de 1711 destinada ao Conde de Oxford, o governador das Ilhas Bermudas já afirmava: “o Rio da Prata é o melhor lugar do mundo para formar uma colônia inglesa”. Anos depois, aconteceriam as chamadas Invasões Inglesas, quando o império Britânico disputava com a Coroa Espanhola sua presença na região – processo que, aliás, ajudou a Argentina a se tornar independente da Espanha. Assim começa a onda migratória dos ingleses a esta margem do Rio da Prata. De 1857 a 1940 cerca de 75 mil britânicos aportaram aqui, deixando marcas decisivas na educação, arquitetura e em várias instituições importantes, como as ferrovias, a imprensa, hospitais, etc.

esportes

O Buenos Aires Lawn Tennis Club, em Belgrano

No esporte não foi diferente. Nomes de times como Banfield e River Plate deixam claro quem é que trouxe o futebol para cá. Mas não só. Em 1888, um inglês chamado John Ravenscroft teve a ideia de criar o Hurlingham Club de Londres em Buenos Aires, para que a comunidade britânica tivesse um lugar onde praticar seus esportes preferidos. Lá, jogou-se a primeira partida de cricket da Argentina em 1890, e em 1893 aconteceu ali o mais antigo Campeonato Aberto de Polo do mundo. Assim como outros clubes da época, como o Belgrano Athletic (1896) e o Buenos Aires Lawn Tennis (1892), teve e ainda tem uma grande importância na promoção do golf, polo, tênis, squash, cricket, rubgy e hóquei na Argentina.

esportes

Juan Martín Del Potro (Foto: Getty Images Dean Mouhtaropoulos)

Algo interessante é que existe uma ligação forte dos clubes de futebol mais populares do país com outros esportes – o River Plate e o Racing, por exemplo, atuam em várias outras frentes, incluindo xadrez, e o Boca Juniors também é forte no vôlei e no basquete. Consequentemente, a torcida “futebolera” vai na onda e acaba gostando de tudo, mesmo.

A única exceção são os times de Rubgy, que se focam apenas neste esporte. Mais do que esporte, o Rubgy é um estilo de vida por aqui. Praticado na Argentina antes mesmo do futebol, é uma das paixões nacionais – até o Che Guevara jogava! Atualmente, a seleção nacional de Rubgy, conhecida como Los Pumas, está entre as três melhores do mundo e é a principal das Américas.

esportes

Las Leonas, a seleção feminina de hóquei sobre grama

Por tudo isso, fica fácil entender por que os hermanos ganharam de nós por 31 a 0 no Rugby, “Los Leones” argentinos levaram ouro no Hóquei sobre grama e Del Potro foi o tenista mais brilhante dos Jogos Olímpicos Rio 2016, não é?

(Colaborou: Felipe Sanchez)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curtiu? Comente aí!