ocho esquinas

Ocho esquinas – Café Notável com influência alemã

O Café Notável onde o tango encontra o chucrute

Quem gosta de fazer um programa fora do comum em Buenos Aires vai curtir demais esse lugar. O “Ocho Esquinas” é um dos 54 cafés notáveis da lista da prefeitura, mas fica totalmente fora do circuito turístico portenho tradicional.

Seu nome “Ocho Esquinas” vem exatamente da região onde ele está, um cruzamento bizarro de várias avenidas que realmente gera 8 esquinas e divide três bairros da cidade: Colegiales, Chacarita e Villa Ortúzar. Uma pérola do trânsito!

café notável ocho esquinas

A fachada é bem simples e, como todo bom bodegón portenho, o interior do bar é pequeno, mas lotado de história. Fundado no final dos anos 30, o Ocho Esquinas se destaca dos outros cafés notáveis por ter, além dos pratos tradicionais como milanesas e supremas, bastante comida alemã. Lá é possível ouvir tango e comer chucrute!

café notável ocho esquinas

Fomos na Semana dos Bodegones Portenhos, na qual vários outros restaurantes históricos participam com um menu de preço fixo e de três passos. Delicioso e sem muita frescura! Essa é a regra de todo bom bodegón!

De entrada a chamada ensalada russa com salsicha, pepino e presunto cru.

café notável ocho esquinas

De prato principal, chucrute com carne de porco defumada e mais salsicha. O porco estava sensacional, parecendo um tender daqueles que a gente come no natal. Com a mostardinha então! Nuss…

café notável ocho esquinas

O atendimento é super correto. Um garçom atencioso e com cara que manja tudo do lugar e não te deixa na mão. Meu único porém é a cerveza. Bem que podiam ter mais opções alemãs mesmo. Mas a boa e velha Quilmes salvou a tarde!

Nas sextas e sábados pela noite há apresentações de músicos que tocam tangos e milongas, lotando sempre o lugar. Caso pense em ir, o melhor é ligar e reservar!

No post de “10 coisas para se fazer em Buenos Aires para se sentir um verdadeiro portenho” recomendamos visitar um Café Notável. Que tal começar a lista pelo Ocho Esquinas? Para chegar até lá o melhor é ir de ônibus. As linhas 140, 93, 39 e 108 deixam bem pertinho. Ele fica relativamente perto do Cemitério da Chacarita. Uma boa opção para comer depois de visitar o túmulo do Gardel!

ocho esquinas

Ocho Esquinas
Av. Forest 1186 – Chacarita
Aceita somente dinheiro.
Fone: 4554-5129

http://www.ochoesquinas.com.ar/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 comentários

  1. Ângelo Medeiros

    Corri atrás da dica, pouco antes do Natal de 2013, e posso garantir que o bodegon vale a pena ser conhecido. Fui até lá em um dos ônibus recomendados e andei mais umas quatro/cinco quadras até chegar. Havia uma dupla que, aos violões, alternava Beatles e Gardel com tranquilidade. E um garçom muito atencioso, que lembra bastante o Tim Maia em versão diet, sempre atento. O retorno ao centro (Callao/Santa Fé)foi ainda mais fácil, com um ponto de ônibus em uma das tais ocho esquinas. Andar de ônibus depois das 23 horas em Bs.As, aliás, é outra festa/atração da cidade. Dá de tudo. Valeu a indicação. Abraço.

    • Túlio Bragança
      Author

      Valeu, Ângelo! Que bom que vc curtiu. Não pegamos o showzinho lá, temos que voltar pra ver esses violeiros

  2. Ângelo Medeiros

    Não sei se algo reverberá neste espaço. De qualquer forma, retorno em minha messiânica visita anual a Bs As em dezembro (26 a 29/12/2014). Em 2013, mais cedo, pude acompanhar Las Taradas, no clube Armênia; e Catupechu Machu, no Teatro Vorterix, na Frederico Lacroze, em Chacarita. Agora, por aqui, não consigo ter a programação de dezembro, tão pouco neste intervalo em que estarei na cidade – afinal, rápida passagem de quatro dias, depois do natal e antes do ano novo. Se o amigo souber de antemão de alguma barbada nestas datas, aguardo obsequioso. Vou ficar ali pela Marcelo T. de Alvear, praticamente defronte ao brechó do Juan Perez. Qualquer coisa acompanho por aqui. Um abraço !

  3. Sandra

    Hola chicos! Vou para Buenos Aires na segunda semana de janeiro. Poderiam por gentileza indicar um hotel bom? Gracias.

Curtiu? Comente aí!