edificios mais bonitos de buenos aires

Os 10 edifícios mais Bonitos de Buenos Aires

Os 10 edifícios mais Bonitos de Buenos Aires

Buenos Aires tem uma arquitetura tão bonita, com prédios tão interessantes que chega quase ser um perigo. Afinal, podemos acabar caindo, tropeçando ou trombando em alguém distraídos por olhar para os detalhes de algum edifício.

Aqui cito os 10 edifícios que considero os mais belos da cidade.

1. Palacio Aguas Corrientes

Palacio de Aguas Corrientes

Seja pelo seu formato que mais parece um castelo, suas cores tão marcantes, sua história e principalmente a sua utilidade, ele abriga 12 gigantescos tanques de água que tem capacidade para mais de 72 milhões de litros de água, o Palácio das Aguas Corrientes ganha o primeiro lugar entre os prédios mais bonitos de Buenos Aires. É possível visitá-lo, mais informações no post que fizemos sobre ele faz um tempinho.

Endereço: Calle Riobamba 750, esquina Av. Córdoba.

2. Shopping Abasto

Shopping Abasto

É simplesmente sensacional pensar que o que é hoje um dos maiores shoppings da cidade antes era um mercado municipal de abastecimento. Localizado no bairro que eternizou Gardel, sua enorme estrutura de estilo art deco continua igualzinha do lado de fora, já do lado de dentro mais de 200 lojas com várias marcas. Morei muito tempo com vista para esse shopping e nunca cansei de olhar pra ele.

Endereço: Av Corrientes 3247, bem em cima da Estação Carlos Gardel da linha B do subte (metrô)

3. Palacio Barolo

Construído em 1919, o Palácio Barolo possui várias referências a Dante Alighieri e a Divina Comédia, com a divisão em três partes: Inferno, Purgatório e Céu. Com estilo neo-romântico, neo-gótico, existe uma cúpula que simboliza a união tântrica de Dante e Beatriz, protagonistas da história. Hoje ele alberga vários escritórios de contabilidade e advocacia, mas mesmo assim mantém aberta a visitação ao público, inclusive com visitas guiadas. A vista é lindíssima. Mais no site do Palácio Barolo.

Endereço: Av. de Mayo 1370.

4. Kavanagh

Kavanagh

Fruto do desamor e rancor de uma moça da antiga sociedade, esse prédio maravilha não só pela sua história surreal mas como por sua arquitetura. Está no Bairro do Retiro, numa parte da Calle Florida que muitos nem visitam. Possui um dos metros quadrados mais valorizados de Buenos Aires, sendo residência de vários ricaços e personalidades portenhas. Saiba mais no post que fizemos só sobre o Kavanagh.

Endereço: Calle Florida 1065.

5. Edifício de los Ingleses

Edificio de "los ingleses"

Localizado do lado da Plaza Lezama em San Telmo, o Edifício de los Ingleses foi construído no início do século passado. Nele moravam os britânicos que trabalhavam na companhia de Trens. A localizacão era perfeita para os ingleses, já que seguindo pela Av. Caseros ele chegavam rapidinho na Plaza Constitución, onde trabalhavam. Está muito bem conservado e atualmente tem vários bons restaurantes no seu piso térreo.

Endereço: Av Caseros, esquina Calle Defensa

6. Alas

São 42 andares de muito concreto e um ar de Gotan City, com suas estruturas todas quadradonas. Sua construção começou em 1951 e originalmente ele era chamado ATLAS, sigla de Agrupación de Trabajadores Latinoamericanos Sindicalizados S.A, que eram os responsáveis por ele. Como o presidente dessa associação era funcionário do então Presidente Perón, o edifício conta com umas surpresinhas. Uma delas é um bunker antinuclear no seu subsolo. Tenso!

Endereço: Av Leandro Alem, esquina com Av Córdoba.

7. Comega

edificio comega

Confesso que a presença desse prédio na lista é bastante pessoal. Durante um ano e meio trabalhei no 13º andar do Comega, que é um dos marcos do Microcentro portenho. Hoje ele alberga escritórios de empresas e alguns restaurantes nos seus últimos andares, que possuem uma bela vista do Rio de la Plata. Foi até cenário do filme Medianeras, famosa comédia romântica argentina. Construído em 1931, seu nome é culpa da empresa que o fez: Compañia Mercantil y Ganadera.

Endereço: Av Corrientes 222, esquina Av. Leandro Alem.

8. Biblioteca Nacional

Biblioteca Nacional

Podia estar na Coreia do Norte, mas esse prédio está em plena Recoleta. A Biblioteca Nacional mais parece um disco voador que acabou de aterrisar em Buenos Aires, já que chama muito a atenção na paisagem da cidade. Construída por Clorindo Tesla, mestra do movimento brutalista, o edifício foi inaugurado em 1992. Veja mais detalhes no post sobre a Biblioteca Nacional.

9. Confiteria del Molino

Localizado ao lado do Congresso Argentino, o edifício da Confitería del Molino hoje está fechado e abandonado, uma tristeza só. Foi inaugurado em 1917 e possui um tipo de hélice de um moinho em seu topo, homenagem ao comércio que havia no local antes da construção do prédio. Em 1996, durante uma folga da gravação do filme Evita, Madonna usou a instalação da Confitería del Molino para gravar o clip da música “Love don’t live here anymore”. No ano seguinte o prédio fechou e iniciou sua decadência.

Endereço: Esquina das avenidas Callao e Rivadavia,

10. Edifício Corrientes y Pueyrredon

Corrientes y Pueyrredon

Alguns dizem que esse edifício foi a inspiração para um famoso tango “70 balcones e ninguna flor”, já que ele tem trocentas janelas e sacadas, mas nenhuma rosa. Recentemente ele foi reformado, ressaltando ainda mais sua beleza. O que impressiona é o tamanho do prédio, inaugurado em 1908: ele ocupa praticamente um quarto do quarteirão. Seus andares mais altos possuem apartamentos gigantes com mais de 10 cômodos.

Endereço: Esquina Av Corrientes e Pueyrredón.

Bônus: Os edifícios mais bizarros

1. Torre Mirador Massue

É basicamente um prédio bipolar, que mistura o velho com o novo. Atualmente é um edifício de escritórios, muitos de advocacia, já que está na região da cidade conhecida como Tribunales. Foi inaugurado em 1910, em 1989 foi comprado num leilão judicial por uma empresa que queria demolir tudo e contruir uma torre. Logo a polêmica apareceu, já que o Mirador Massue era um dos mais tradicionais de Buenos Aires e a sua demolição seria um absurdo. Resultado: construíram um híbrido de prédio novo com prédio velho, numa luta do moderno com o tradicional. Hoje se chama Edifício Tribunales Plaza.

Endereço: Esquina Calles Talcahuano e Tucuman, na Plaza Lavalle.

2. Banco de Londres

banco_hipotecario

Brutalista, do mesmo arquiteto da Biblioteca Nacional, o Edifício Banco de Londres hoje é sede do Banco Hipotecário e fica bem no meio do caos do Microcentro portenho. Parece que fica na Detroit onde vive o Robocop, mas é bem pertinho da Calle Florida. Seu interior é ainda mais impressionante. Veja aqui algumas fotos.

Endereço: Calle Reconquista 101.

3. Edificio del Ministerio de Obras Publicas

Eva Perón

O nome dele é Edificio del Ministerio de Obras Públicas, mas na verdade lá está atualmente os ministérios da sáude e desenvolvimento social. Pessoalmente é o que mais odeio em Buenos Aires, por razões ideológicas. É o único que está bem no meio da Avenida 9 de Julio e em 2011 foram colocados murais da Evita na sua parte superior, podendo ser visto desde longe. Nada contra valorizar a memória, mas me lembra muito aquele famoso prédio em Havana, em Cuba, que tem a cara do Che Guevara. Nada mais apropriado para mostrar o estado da política atual da Argentina, que reverencia tanto o seu passado que esquece de olhar para frente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

18 comentários

  1. Naila Soares

    Adorei este post. O curioso é que vi e admirei a maioria deste edifícios e não sabia o nome de quase nenhum…Agora já sei.
    Gracias

  2. Aliete

    Oi Túlio. Sou uma sonhadora; estou escrevendo um livro e minha personagem vai a Buenos Aires enfrentar um “poderoso” arquiteto. Bom, moral da história, eu não conheço BA. Mas, com seu post, me atrevo a conhecer um pouquinho mais. O Google Maps tem me ajudado bastante nas pesquisas. Loucura/ Sim. Total! Mas, sigo adiante. Quem sabe não é? Ai de nós se parássemos de sonhar. Valeu os post, valeu sua boa vontade em criá-lo e muito obrigada!

  3. Pingback: Buenos Aires para fotógrafos: 5 lugares para tirar a foto perfeita | Aires Buenos

  4. Ruben Gross

    Buen Dia Tulio, soy argentino, porteño y vivo desde hace 14 años en Goiania – GO, comence a ver las fotos de los edificios de mi ciudad, y me dio “Muitas Saudades” gracias por este presente, muy lindo!!!

  5. Cara, estive em Buenos Aires e você nem avalia o quanto foram valiosas tuas dicas. Trouxe uma bela impressão da “tua” cidade e espero voltar logo e se possível conhecê-lo. Obrigado por ter me ajudado!

    • Túlio Bragança
      Author

      Valeu demais, Severino. Volte sempre e dê um toque quando estiver na cidade. Sempre podemos combinar um café ou uma Quilmes!

  6. Pingback: Caseros, um bistrô classudo em San Telmo | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  7. Pingback: Guia de San Telmo - Buenos Aires | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  8. Amaly

    Leio sempre o blog e só hoje vi esse ótimo post. Concordo com você até o número 4 e depois no 10. Palácio das Águas então.. Amo! Gostei do Bizarro n° 1. Dá próxima vez que for a BAires vou lá ver de perto. Abraços

Curtiu? Comente aí!