Parques de Palermo – Buenos Aires

Os Parques de Palermo são obrigatórios em qualquer viagem, nem que seja para uma passadinha rápida. Esse conjunto de parques é a área verde mais importante da cidade e muito frequentada pelos portenhos para correr, pedalar ou apenas curtir o dia é chamado oficialmente de Parque 3 de Febrero. O ideal para quem visita a cidade é reservar no mínimo uma tarde para passear por todos os parques.

O endereço principal dos parque é Av. Sarmiento esquina com Av. Figueroa Alcorta. Para chegar até lá, o ideal é descer na estação Plaza Italia do metrô, linha D verde, e caminhar duas quadras. Ou aproveitar a ciclovia que circunda todos os parques, percorrendo parte da Avenida Libertador. Se preferir ir de ônibus, essas são as linhas que passam pelo entorno: 10, 12, 15, 21, 29, 34, 39, 41, 57, 59, 60, 64, 67, 68, 93, 95, 111, 118, 128, 141, 152, 160, 161, 188 e 194.

Os Parques de Palermo são uma ótima dica de passeio e estão no nosso Guia Básico – O que fazer em Buenos Aires em 4 dias. No nosso Aires Buenos Tour, o city tour do outro lado em Buenos Aires, passamos por parte deles.

Veja aqui todos os parques que compõem os Parque de Palermo e o que cada um deles tem de atrativo para você!

Parques de Palermo – Buenos Aires

M3367S-4507

Jardim Japonês
Criado pela comunidade japonesa de Buenos Aires, o Jardim Japonês é um lugar tranquilo e com uma linda paisagem, cheia de lagos artificiais e pontes vermelhas no melhor estilo nipônico da coisa! Ele foi construído em 1967, ocasião da primeira visita à Argentina de integrantes da família real japonesa, o Príncipe Heredeiro Akihito e a Princesa Michiko. O local tem uma grande infinidade de plantas, que durante a primavera e o verão deixam o ambiente ainda mais colorido. Os lagos de lá têm vários peixes e é permitido ao visitante alimentá-los. É um dos parques mais bem cuidados da cidade. Leia mais sobre nosso post sobre o Jardim Japonês.

O Jardim Japonês abre todos os dias das 10h às 18h e a entrada custa 50 pesos. Mais informações no site.

Rosedal
O passeio pelo Rosedal rende lindas e coloridas fotos. O nosso amigo Henderson, fotógrafo brasileiro em Buenos Aires, usa muito esse lugar para cliques dos casais apaixonados. O local possui uma coleção de 18 mil rosas que encanta todos os turistas, além de vários bustos de poetas e escritores de renome que ficam em um lugar chamado o Jardim dos Poetas. O Rosedal tem uma marcante atmosfera que aguça os sentidos de quem passa por lá. O visual é lindo e perfeito para os apaixonados. O clima é super romântico, ainda mais com o barulhinho dos pássaros e das fontes d’água do lugar.

A visita ao Rosedal vale mais a pena se for feita na primavera ou no verão, quando as flores estão mais vivas e os pássaros mais alegres. O local fica aberto de terça a domingo, das 8h às 17h no inverno e das 8h às 20h no verão e a entrada é gratuita. Veja post com todos os detalhes do Rosedal.

Parques_Palermo_5

Jardim Botânico
Oficialmente denominado Jardim Botânico Carlos Thays, o Jardim Botânico de Buenos Aires apresenta em seu interior três diferentes tipos de jardins. Um apresenta o estilo romano, trazendo louro e cipreste, enquanto outro possui estilo francês, com desenhos inspirados no Jardim de Versalhes, e o último conta com o estilo japonês, com ênfase na perfeição e no relaxamento. Além disso, o local conta com uma grande variedade de estufas, sendo que a principal delas é considerada Patrimônio Histórico Nacional, com 35 metros de comprimento por 8 de largura.

A entrada para o Jardim Botânico é gratuita e é feita pela Av. Santa Fé, 3951. O local fica aberto de segunda à sexta, das 8h às 19. Aos sábados e domingos ele abre meia hora mais tarde.

Parques_Palermo_4

Lagos de Palermo
Os Lagos de Palermo são uma ótima e divertida atração para um típico final de semana portenho. Tanto é que aparece no nosso vídeo do Aires Buenos TV sobre a vida de quem mora na cidade. Lá você pode andar de pedalinho, alugar caiaques, caminhar e apreciar a natureza. O local também é usado pelos portenhos para passear de bicicleta, patinar e correr. Afinal eles precisam de algo além de beber muito mate para ficar em forma!

Fora isso, lá por perto há o Museu Sívori, com exposição de artistas argentinos, com maior enfoque nas obras da primeira metade do século XX. Os Lagos de Palermo estão permanentemente à disposição do público e não é cobrada a entrada.

Parques_Palermo_3

Planetário Galileo Galilei
O Planetário de Buenos Aires encanta todo mundo pelo seu exterior, que mais parece um disco voador. Sua arquitetura foi inspirada em Saturno e à noite ele fica todo iluminado, sendo refletido no lago que fica perto dele, montando assim uma linda paisagem. Inaugurado em 1967, sua estrutura conta com cinco andares e uma cúpula com quase 10 metros de diâmetro. Cheio de atividades lúdicas, o local é um prato cheio para crianças, mas também traz atividades para os adultos.

O Planetário fica aberto de terça a domingo e os valores dos ingressos mudam de acordo com a atração, mas a média para a entrada é de 40 pesos. Mais informações no site.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Zoológico
O passeio ao Zoológico de Buenos Aires é um dos mais tradicionais entre os turistas, pois além de ter os animais como atrativo, ele tem um importante valor histórico e cultural. Ele foi fundado no início do século passado e em 1997 foi declarado um Monumento Histórico Nacional. Em seu interior há homenagens para vários países, então o turista avista algumas construções tipicamente inglesas, chinesas e indianas.

O Zoológico de Buenos Aires abre todos os dias as 10h e fecha as 19h, sendo que a bilheteria fica aberta até as 18h. A entrada custa 140 pesos, sendo que menores de 12 anos, idosos e deficientes não pagam. Mais informações no site.

Parques_Palermo_1

Os Parques de Palermo são ótimos para relaxar e curtir a natureza, escapando um pouco do caos do centro da cidade. Esse passeio pode ser feito por todos: em família, casal ou sozinho. Nada melhor que um parque para fazer amizade com o pessoal local.

Se você já visitou algum dos Parque de Palermo deixe o seu comentário! Queremos saber qual o seu preferido e por quê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

41 comentários

  1. Palermo é lindo demais, o bairro todo parece um grande jardim. Desses que você listou, só fomos no Jardim Japonês e a vontade era passar o dia todo lá, sentado, só curtindo o verde.
    Valeu!

  2. Bruno Vasconcelos

    Ola Túlio, estou em Buenos Aires no momento, hospedado no Hotel HR Luxor, ja fiz passeios caminhando por Casa Rosada, mas não entrei, Catedral, Florida, Galeria Pacífico, Plaza San Martin, Av. 9 de Julho, Obelisco e voltamos para o Hotel, de noite fomos até Palermo no restaurante La Cabrera mas estava muito cheio, fila de 1 hora, então fomos para o Club Serrano, daí voltamos para o Hotel. Hoje é o 2° dia, ficaremos até sábado… Queríamos fazer passeios de metrô ou trem, mas não sabemos como comprar o ticket, pensamos em pegar o Buenos Aires TUR, cobraram $350,00 pesos por pessoa. Estou recorrendo a você para saber o que você sugere da gente conhecer, como posso comprar seu guia, ele informa qual metrô pegar para ir a Tigre por exemplo? Como adentro ao metrô, onde posso comprar o ticket, os argentinos não tem paciencia de entender e explicar a nós brasileiros, então estamos um pouco sem noção do que fazer e para onde ir e como ir. Fico no aguardo, contato por whatsapp (085)96360762. Abçs

    • Túlio Bragança

      Oi, Bruno! Vamos por partes!
      1. para usar o metro é só compar a passagem na boleteria. Vc vai e diz a quantidade de passagens que quer e pronto. Eles dao os tickets. Só chegar e pedir.
      2. Pra ir pra Tigre vc tem que ir a estacao de trem Retiro, final da linha do metro C, e comprar passagem pro trem MITRE. É só pedir na bilheteria. Vc pega o trem até o final da linha, estacao mitre, lá vc atravessa por uma passarela grande com lojas quie passa por cima da rua, e chega em outra estacao que sai o Tren de La costa. Tem uma bilheteria la, esse trem é um pouco mais caro, mas vale o passeio.

      Entendo a urgencia, mas nao usa whatsapp e centralizamos toda comunicacao aqui no blog mesmo. abs

  3. Paula Oliveira

    Olá Tulio,
    Amo seu blog, parabens!!
    Compensa mais em termos financeiros, ir de trem para Tigre ou de taxi….
    Com relação a segurança,tempo e custo…qual melhor opção..
    Irei no fim de fevereiro e ficarei ate 02 de março só terei 04 dias pra conhecer BA
    Abraços

    Paula

    • Túlio Bragança

      Trem é 1000 vezes mais barato e é bem seguro tb. Passeio no Tren de la Costa é ótimo e muito agradavel.

  4. kikadelpiero

    Meu lugar no mundo definitivamente é o Jardim Botânico… sempre que vou PRECISO passar por lá, já tenho amigos que quando vão para BsAs me enviam fotos de lá quando dão uma passadinha.. Melhor coisa é comprar um saquinho de ração e fazer uma caminhada por lá, ver os alunos da escola de botânica e o pessoal interagindo com os gatos.. Não tem lugar melhor..

  5. beto

    tulio já fui inumeras vezes a buenos aires e deixo meus parabens… ta muito completo e bem distinto dos outros lugares que andei vendo… muito legal… recomendarei com certeza…

  6. Silvia

    Oi Túlio.Estou agora em Buenos Aires hospedada num apt Jorge Newberty.Como faço para chegar no pq Rosedal e japones?

  7. Carla Freire

    Ola Tulio, eu consigo ir caminhando do Jardim Japones ate o Rosedal ou a distancia entre eles e muito grande?Sabe dizer se e muito longe ou seria melhor percorrer de taxi?

  8. Pingback: Shopping Alto Palermo - Buenos Aires | Aires Buenos

  9. Pingback: Rosedal - Buenos Aires | Aires Buenos

  10. Pingback: Trabalho voluntário em Buenos Aires – Dica do leitor | Aires Buenos

  11. Pingback: Viagem de dois meses para Buenos Aires - Dica do leitor | Aires Buenos

  12. Pingback: Três amigas em Buenos Aires | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  13. Pingback: Reveillon Buenos Aires 2016 | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  14. Pingback: Jardim Japonês de Buenos Aires | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  15. Pingback: Jardim Japonês | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  16. Pingback: Guia de Palermo - Buenos Aires | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  17. Pingback: Tire um dia pra passear no Parque Centenário | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  18. Gabi

    Ótimas dicas! Embarco para BA em agosto, e vi uma notícia sobre o fechamento do zoo de Palermo. Sabem me dizer se está ou não funcionando? Ou até quando?

    • Túlio Bragança

      Gabi, ele está aberto em julho para férias escolares mas depois fecha, pois será transformado num eco parque.

  19. GLAUCE VAZ FEIJÓ

    Oi,Túlio! Vou estar aí no próximo feriado (15/08) e, acatando sugestão sua, neste dia, gostaria de pedalar um pouco por esses parques maravilhosos. Não tá rolando mais os passeios de bike com a sua galera? Poderia me indicar quem faz? Um abraço e obrigada.

    • Túlio Bragança

      Glauce, a gente nao faz mais o tour de Bike. mas vc pode fazer um em ingles com o pessoal do Biking Buenos Aires.

  20. Michele Lessa

    Oi Tulio, adorei as dicas do Parque, como vc falou que ele era bem grande e se fosse visita-lo todo ia levar o dia todo, sabe dizer se dá para fazer um picnic,tipo aqui no Rio no Parque Laje. Obrigada pelas dicas, estou montando um roteiro prévio com elas

  21. Laise Dias

    Olá , gostaria de saber se é possivel ir em uma tarde a todos os parques de palermo ? Qual seria a diatância de um para outro ? É tranquilo ir andando ? Obrigada

  22. Pingback: Roteiro de seis dias em Buenos Aires - Dica do leitor | Aires Buenos | Simplesmente tudo sobre Buenos Aires

  23. Pingback: Sete dias no outono de Buenos Aires - Dica do leitor | Aires Buenos | Simplesmente tudo sobre Buenos Aires

  24. Pingback: Checklist de viagem - Buenos Aires | Aires Buenos | Simplesmente tudo sobre Buenos Aires

  25. Pingback: Guia de Palermo - Buenos Aires | Aires Buenos | Simplesmente tudo sobre Buenos Aires

  26. Pingback: Jardim Botânico de Buenos Aires | Aires Buenos | Simplesmente tudo sobre Buenos Aires

Curtiu? Comente aí!