Quatro amigas e quatro dias em Buenos Aires

A Priscila fez sua viagem para a capital portenha com mais três amigas e hoje é ela quem fala na Dica do leitor sobre o seu roteiro de 4 dias em Buenos Aires. Elas conseguiram conhecer alguns dos principais pontos turísticos da cidade e ainda se sentiram as divas da balada! Dá para querer mais?

As quatro amigas seguiram muitas dicas aqui do blog e se você está planejando sua viagem para Buenos Aires, você pode gostar do nosso Guia Básico: 4 dias em Buenos Aires, que contempla 4 dias com passeios fechados para você não precisar esquentar a cabeça com isso. E caso você queira mais, temos o Guia Lado B dos pontos turísticos de Buenos Aires, com passeios menos tradicionais mas cheios de novas descobertas! Vale conferir!

Quatro amigas e quatro dias em Buenos Aires

dica_do_leitor_1

Somos quatro amigas de infância de João Pessoa (Paraíba), amamos viajar e já fizemos algumas viagens juntas, mas com certeza essa de Buenos Aires já entrou para a lista das melhores. Vamos contar para vocês um pouco da nossa breve e maravilhosa estadia nessa cidade que nos deixou apaixonada.

A viagem começou logo após a compra das passagens. Em pesquisas na internet descobrimos o blog Aires Buenos, que teve uma grande importância na elaboração do nosso roteiro, por se tratar de um blog completo, com diversas informações e dicas de um brasileiro que vive em Buenos Aires.

Depois de uma longa viagem cheia de escalas, pousamos no Aeroporto Ezeiza. Era quase meia noite do dia 11/03 e não nos preocupamos com táxi porque um amigo foi nos pegar. Estávamos exaustas e tudo que queríamos era descansar, afinal precisávamos repor as energias para andar muito no dia seguinte. O trajeto entre o aeroporto e o hotel foi o suficiente para nos deixar encantada com a noite portenha.

1º dia (12/03)

Ficamos hospedadas no Concorde Hotel, que foi escolhido pela sua localização, pois queríamos ficar no Centro. Mas essa escolha não foi das melhores, deixou a desejar em alguns aspectos, mas isso não atrapalhou nossa viagem.

Acordamos cedo, tomamos café no hotel vizinho, pois a cozinha do nosso hotel estava em reforma e partimos para nossa caminhada pelo Centro de Buenos Aires. Com o mapa nas mãos partimos em busca dos lugares clássicos como, Obelisco, Plaza de Mayo, Casa Rosada, Congresso e enfim, resolvemos fazer aquela parada para o almoço. Paramos na frente de um restaurante (não recordo o nome) e a dúvida era entrar ou não, até passar um jovem portenho (que falava português, yehh!) e dizer: não entrem! Graças a ele escapamos de cair na maior cilada, e por sugestão dele acabamos indo almoçar no La Gran Taberna, um lugar agradável, com comida boa, só o garçom que não tinha paciência com brasileiros que não falam inglês e nem espanhol. Finalizamos o nosso passeio na Calle Florida ouvindo bastante “Tango, tango, câmbio, câmbio”. Quem já esteve por lá sabe como é.

À noite fomos encontrar nossos amigos portenhos: o Demian (que nos pegou no aeroporto) e Mati (que conhecemos no Brasil). Fomos visitar uma exposição de fotografia de um italiano chamado Betto e logo depois fomos para o No Avestruz (espaço de cultura independente que fica em Palermo) assistir a apresentação do cantor Andrés Farli, que cantou algumas músicas em português e ficou super feliz com a nossa presença! Terminamos a noite na Pizzaria Guerrin, que achamos muito boa, com um preço justo e ótimo atendimento, recomendamos!

dica_do_leitor_2

2º dia (13/03)

Pela manhã fomos de metrô até Palermo, o bairro é encantador, muito arborizado e sem falar que os bosques são um show a parte. Visitamos o Jardim Botânico, Jardim Japonês e o Rosedal. Ah o Rosedal! Que amor esse lugar, apaixonante.

O bairro todo é muito charmoso, andamos bastante para conhecer e depois pegamos um taxi até a Recoleta, é pertinho, mas já estávamos muito cansadas e com muita fome, então resolvemos ir de táxi mesmo porque é barato e ainda era dividido por quatro pessoas, saia quase nada para cada. Já na Recoleta fomos para o shopping Buenos Aires Design e almoçamos no Hard Rock Café, logo depois partimos para visitar o Museu Nacional de Bellas Artes, em seguida fomos conhecer a Faculdade de Direito e a Flor Metálica (que ainda estava em manutenção, mas mesmo assim nos deixou impressionadas). No finalzinho do dia retornamos de táxi para o hotel para descansar.

Finalmente chegou a hora de curtir la noche em Buenos Aires. Lembram do portenho que nos ajudou com o nosso primeiro almoço? Então, nos convidou para conhecer uma boate na Recoleta chamada Dubai, parecíamos as VIPs da festa, todo mundo queria tirar fotos com “as brasileiras”, saímos de lá às 6h da manhã, foi realmente muito bom!

3º dia (14/03)

Depois de ter dormido apenas algumas horinhas partirmos para o polêmico Zoológico de Luján, compramos o pacote do passeio pela empresa que conhecemos através do Aires Buenos (também trocamos nossos dinheiros com eles no dia seguinte em que chegamos). Uma van foi nos pegar bem cedo no hotel. Ao chegar ao zoológico foi aquela surpresa e ao contrário do que ouvimos falar, não havia filas gigantes para entrar nas jaulas (exceto a dos tigres bebê). O zoológico não é como imaginávamos, não é um lugar bonito, sem falar dos milhares de patos e lhamas soltos que ficaram “atacando” os visitantes à procura de comida. Sobre os animais serem dopados ou não, realmente não dá pra afirmar, mas percebemos muito cuidado e carinho para com os animais. Se vocês estiverem na dúvida sobre ir ou não, vale a pena ler os relatos de outros leitores aqui no blog e tirarem suas próprias conclusões, nós só indicamos se seu maior sonho for tirar uma foto com um tigre ou um leão! Rsrs.

dica_do_leitor_4

Depois da visita ao zoológico fomos conhecer a Basílica Nuestra Señora de Luján (que estava inclusa no pacote da agência). A igreja é encantadora, por dentro e por fora.

À noite fomos dar uma volta em Puerto Madeiro, gente que lugar lindo! Muitos bares e restaurantes, fora o clima agradabilíssimo. A Puente de la Mujer é um ponto turístico obrigatório para quem vai conhecer esse lugar. E para finalizar a noite fomos para um show de Cumbia superanimado com nossos amigos argentinos, onde bailamos mucho.

dica_do_leitor_5

4º dia (15/03)

Na manhã ensolarada do domingo fomos de táxi até o bairro de La Boca para visitar o Caminito, conhecido pelas suas ruas e casas bastante coloridas. O lugar é bem turístico, com muitos restaurantes e lojas, então, aproveitamos para comprar algumas lembrancinhas para a família (tudo muito caro, lugar feito pra turista mesmo, então sabe como é né?). Fomos também conhecer o estádio La Bombonera.

dica_do_leitor_6

Almoçamos no La Piccola Itália, a comida estava uma delícia e pela primeira vez na viagem comemos arroz, só o preço que era um pouco salgado. Depois partimos de ônibus para a tradicional Feirinha de San Telmo, famosa pelas antiguidades (simbora gastar mais pesos). Andamos a feira toda e terminamos o
passeio na estátua da Mafalda, um amor! Voltamos a pé para o hotel para descansar.

Finalizamos nossa última noche em Buenos Aires em um maravilhoso jantar de despedida no restaurante La Cholita e apesar da fila para entrar valeu muito a pena, comida muito boa, ambiente agradável e ótimo atendimento.

Voltamos para casa dia 16/03, mas já morrendo de saudades de tudo que vivemos por lá. Deu pra perceber que faltou fazer muita coisa né? Coisas que todo roteiro clássico deveria ter, tipo shows de Tango, passeio pelo Tigre, city tour e etc.

Tudo isso deve ser realmente muito bom, mas nosso objetivo era outro, descobrimos Buenos Aires de um jeito meio vida loka sabe? Ter um roteiro e ao mesmo tempo sair desbravando tudo sem rumo (perdidas mesmo), demorando o tempo que achávamos necessário em cada local, tentando aproveitar tudo ao máximo. Claro que queremos ir novamente, fazer coisas diferentes e repetir outras. Enfim, a cidade é muito acolhedora e todo mundo que a gente conversou tinha uma carinho muito grande pelo Brasil, da pra afirmar que a rixa fica apenas no futebol. Não podemos deixar de agradecer ao Aires Buenos pelas dicas maravilhosas, aos nossos amigos que nos deram toda atenção por lá, e a todo mundo que a gente conheceu… muchas gracias y hasta!

dica_do_leitor_3

Muito obrigada por compartilhar sua experiência conosco, Priscila. Ficamos felizes em saber que te ajudamos um pouco a planejar a viagem. E não se preocupe, é praticamente impossível conhecer tudo de Buenos Aires em apenas uma viagem! O bom é que vocês conseguiram aproveitar bastante cada lugar que foram, é isso que importa.

Para ver outras histórias de turistas brasileiros em Buenos Aires, visite a nossa categoria DICA DO LEITOR.

E para compartilhar sua experiência com os leitores aqui do blog, envie seu texto e algumas fotos para airesbuenosblog@gmail.comSua história pode ajudar muitas outras pessoas que estão planejando a sua viagem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 comentários

  1. Vinicius Drummond

    Show as dicas!!

    Esta chegando minha vez e muito contente por poder ir ao FUERZA BRUTA que voltou em cartaz!!!

    Vem logo Setembrooooooooooooooooo !!!

  2. Ludmila

    Adorei a programação.
    Não vejo a hora de chegar a minha vez.
    Também irei em setembro.
    Contando as horas !!! 🙂

  3. Olá a todos. O site tem me ajudado muito na programação da viagem. Estou indo p/ Buenos Aires na próxima terça, dia 11.

    Gostaria de uma sugestão do que posso fazer, pois na volta meu voo é a noite, porém o check-out no hotel é as 11 da manhã. Não sei o que posso fazer o dia todo porque estarei com malas, etc.

    Muito obrigado pela ajuda.

    • Túlio Bragança

      Diego, vc pode deixar a mala no hotel. É comum isso e todos guardam enquanto vc aproveita o dia. Depois volta e vai pro aeroporto.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *