Quem são os homens das estátuas da Avenida Corrientes?

Ao percorrer a parte da Avenida Corrientes denominada de Broadway portenha você vai se deparar com algumas estátuas, esse é o Paseo de los artistas. E já adiantamos que vale a pena tirar umas fotos ao lado dos monumentos celebridades argentinas. Hoje vamos matar a sua curiosidade e você vai saber quem são os homens das estátuas da Avenida Corrientes.

Ao entender quem são e qual a importância dessas pessoas, você vai ser capaz de compreender melhor a cultura argentina e conhecer alguns de seus ídolos, afinal não é qualquer portenho que é digno de uma estátua em plena Corrientes.

Quem são os homens das estátuas da Avenida Corrientes?

Tato Bores

Mauricio Borensztein, mais conhecido como Tato Bores, foi um humorista, ator e apresentador que se tornou uma verdadeira lenda da televisão argentina, tanto que ganhou o apelido de “o ator cômico da nação”. Seu humor político marcou de tal forma uma geração que hoje há um centro cultural em Palermo que leva seu nome. Ele foi declarado Cidadão Ilustre da Cidade de Buenos Aires em 1992 e sua estátua o retrata com um telefone na mão, sendo que foi através desse objeto que conseguiu tecer os mais sagazes comentários e críticas que ninguém poderia dizer na época.

Sandro

Roberto Sánchez, mais conhecido como Sandro, é considerado um dos fundadores do rock espanhol na América Latina. Ele foi um verdadeiro astro, lançou 52 álbuns e também atuou como ator em 16 filmes. Além disso foi o primeiro cantor sul-americano a se apresentar no Felt Fórum do Madison Square Garden. Sua música Rosa Rosa figura entre as 100 melhores composições de rock argentino. Com toda essa história, não teria lugar melhor para sua estátua do que em frente ao Teatro Gran Rex, no número 857 da Avenida Corrientes.

Alberto Olmedo e Javier Portales

Essa dupla de atores ficou famosa com os personagens Borges e Alvarez, que são retratados na estátua dando gargalhadas sentados em um sofá marrom. Você pode até cair no riso sentado ao lado deles se quiser. O atual presidente Maurício Macri fez isso! Seus programas televisivos eram imbatíveis, foram transmitidos na década de 1980 e fizeram muitos argentinos morrer de rir em suas casas! Caso queria conhecer esses dois comédias aproveite para comer uma pizza, já que eles estão sentados em frente à Pizzaria Güerrín, na esquina da Corrientes com a Uruguay.

Minguito

O humor inocente e hilário era a marca registrada de Minguito ou apenas el Mingo, que nasceu com o nome de Dominfo Tinguitella. Tal personagem, criação de Juan Carlos Chiappe, era interpretado pelo ator Juan Carlos Altavista e foi ao ar nos anos 1970 no programa “Polémica en el bar”. Ele era o verdadeiro estereótipo do povo argentino, mas especificamente dos portenhos. Atualmente sua estátua está na frente do Teatro Presidente Alvear, na Avenida Corrientes, 1639.

Juan Carlos Calabró

O locutor, ator, cantor e humorista argentino Juan Carlos Calabró ficou nacionalmente conhecido graças aos personagens que criou, sendo que os principais foram Johnny Molengo, Renato el Contra e Aníbal. Em seu nome constam 15 filmes que foram lançados entre os anos 1970 até 2000, por isso ele merece um lugar de destaque na Avenida Corrientes, em frente ao Complexo Multiteatro, altura do número 1.200.

Jorge Porcel

Jorge Porcel ganhou fama ao interpretar o barbeiro Don Mateo no programa de televisão Operación ja-ja, que foi ao ar em 1965. Além de ator ele foi um grande cantor, humorista e diretor de teatro. Sua estátua está próxima ao sofá de Alberto Olmedo e Javier Portales.

E então, curtiu saber um pouco da história desse nomes que fazem parte da cultura televisiva e humorística argentina? Eles são a versão portenha de “Praça é Nossa”, “Os Trapalhões” e “Sai de Baixo”, com certeza daríamos muitas risadas ao ver um dos programas feitos por esses ícones nacionais!

Veja o que você pode fazer na Avenida Corrientes

10 restaurantes que você precisa conhecer na Avenida Corrientes

El Gato Negro, um café clássico da Av Corrientes

Museu dos Beatles de Buenos Aires

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curtiu? Comente aí!