Terceira viagem para Buenos Aires – Dica do leitor

Post atualizado em

Sim, nós amamos Buenos Aires! E por isso a Marina Couto vai contar na dica do leitor de hoje como foi a sua terceira viagem para a capital argentina. Terceira, gente! Essa cidade é tão encantadora que são necessárias várias viagens para conhecer todos seus segredos! .Ahh… E a Marina tem ótimas dicas de restaurantes, vale a pena dar uma conferida.

Está vindo para Buenos Aires e ainda não faz ideia de quais pontos turísticos visitar? Então você precisa do nosso Guia Básico de Buenos Aires – O que fazer em 4 dias. Mas se você quer visitar lugares fora do circuito tradicional de turismo, você precisa do Guia Lado B dos pontos turísticos em Buenos Aires.

Terceira viagem para Buenos Aires – Dica do leitor

dica_do_leitor_8

Foi minha terceira vez em Buenos Aires e posso dizer que foi bem diferente! Tentei fugir da maioria dos programas turísticos que eu já havia feito e aproveitei para curtir a cidade e descobrir aqueles lugares escondidos fora do circuito.

Para mim a viagem começa muito tempo antes, pois adoro pesquisar tudo antes de viajar, montar um roteiro com mil possibilidades, mesmo que na hora H a gente mude tudo porque descobriu sem querer um lugar incrível! O que eu não gosto é de não saber o que fazer, então tenho sempre mil opções
na manga. Ah, devo confessar que amo comer e beber, então minha pesquisa vai muito por aí também!

Dessa vez alugamos um apartamento no Airbnb em Palermo Soho, um dos mil sub bairros de Palermo. Amei! Uma área super residencial, com cafés charmosos, longe do burburinho turístico de Palermo mas ao mesmo tempo superacessível a pé (para quem gosta de longas caminhadas) ou de taxi.

Dia 1

Bom, óbvio que já chegamos com fome. Deixamos as coisas no apê e fomos direto para a primeira recomendação gastronômica. Na Serapia, um boteco (copo sujo, pé sujo, botequim, como vc quiser) em Palermo mesmo, que tem uma empanada maravilhosa, feita na hora (até demora um pouquinho as
vezes) e cerveja geladíssima. O preço é super convidativo também, vale dizer. Sim, conheço o San Juanito e por isso quis testar um lugar diferente. Não me arrependo, ate voltamos outro dia de tão bom que era. Mas atenção: se você for muito ligado em ambiente, limpeza… Esse bar não é para você! Mas se gostar de tradição, originalidade, boa comida e de um lugar nada turístico, é lá mesmo!

Dali fomos caminhando para a El Ateneo, um programa que não importa quantas vezes eu vá a Buenos Aires, sempre vou querer voltar lá. Adoro sentar no café e pedir um crepe de doce de leite. Pena que dessa vez não veio tão bom quanto nas outras. A sorte é que é impossível um crepe de
doce de leite ser ruim em Buenos Aires!

dica_do_leitor_5

À noite fomos jantar em um bistrô Francês, A Nous Amor. Você pode achar estranho querer ir comer comida francesa, mas foi só o melhor restaurante da viagem! Ingredientes frescos e orgânicos, os vinhos também orgânicos, o cardápio vem em um quadro negro, muito fofo! O atendimento 10. Apesar do nome não é ultra romântico, da para ir sozinha ou com amigos. Os cogumelos de entrada e o porco como prato principal estavam incríveis. Aqui cabe um agradecimento a Amanda Mormito, por ter indicado esse restaurante no blog dela.

Dia 2

Fomos tomar café no Tienda Naturales, com filiais na cidade, um esquema mais barato com ótimas opções de combos com medialunas e tostadas. Bem gostosinho. Como o dia estava bom resolvemos abortar o Malba e ir passear no Centro. Passamos pela Casa Rosada (só para olhar, não fizemos o tour), Teatro Cólon e Café Tortoni. No final passamos no 36 billares, esse lugar incrível indicado neste post.

dica_do_leitor_4

No almoço, Don Julio, era hora de comer Parrilla. Mas a expectativa é fogo e me decepcionei. A carne não veio tão boa, erraram o ponto. O garçom não perguntou, achamos que o ponto da casa era mal passado e veio bem passado. Fica a lição de sempre falar o ponto que você quer, não confie! Mas o choriço de entrada salvou, estava bem gostoso. De parrilla fico com a La Brigada ou La Cabrera mesmo, Don Julio #fail. Achei meio pegadinha de turista também, não tinha quase nenhum argentino lá, isso para mim é um sinal. Dali fomos caminhar em Palermo, achei duas lojas legais que eu não conhecia, além da charmosa Paul French Gallery: a Sabater Hnos, de sabonetes artesanais e a Elementos argentinos, com produtos feitos mão.

À noite fomos no Cathedral. Nossa, que lugar legal para quem quer fugir dos jantares + tango cobrados em dólar. Uma ótima opção para assistir tango/milonga em um ambiente bem informal e num lugar genial: um grande galpão com o charme de móveis antigos, descombinados. A comida e bebida eram só ok, mas a vibe é incrível. Só indo para ver. Depois esticamos no Lo de Roberto, um micro bar, cheio de jovens bebendo na rua, e com uns coroas cantando tango dentro. Bem interessante!

dica_do_leitor_1

Dia 3

Domingo não tem como fugir da Feira de San Telmo, né? É turístico mas é fofo. Mas eu confesso que tenho um pouco de preguiça de ficar vendo as barraquinhas, então a gente deu uma volta rápida e foi para o La Poesia, um “bar notable” ali pertinho.

dica_do_leitor_2

Comemos umas picadas, descansamos um pouco e fomos procurar um choripan. Acabei indo no ” Rey del Choripan” por indicação, achei bom apesar do pão massudo, tinha uma banda de rock tocando e tal. Mas fiquei triste de ver que paguei o dobro do preço no choripan! Todos os lugares que passei depois eram mais baratos. Então acho que não vale. Gostei do choripan do El Desnivel, tinha uma cara ótima! Mas gostei mais ainda do Parrilla Lo de Freddy. Fica para a próxima…

À noite tentamos ir a um restaurante, estava fechado. Aconteceu o que eu não gosto, ficamos sem opcão, com fome e sem internet. Fomos parar na Farola de Cabildo, famosa pela maior milanesa de Buenos Aires. Quantidade nao é qualidade né. Apesar do serviço ser muito atencioso e legal a comida
decepcionou. Pena, mas acontece.

dica_do_leitor_3

Dia 4

Café da manhã incrível no Coco Cafe. Ovos mexidos, porchetta, café com leite. Ah, como eu amo o café com leite de Buenos Aires. Depois passeio em Palermo para comprinhas no outlet (nao achei nada…) e
almoco na Recoleta. Afinal, eu precisava comer carne, e bem! Fomos num restaurante superclássico, só com locais mesmo chamado Rodi Bar. As carnes estavam maravilhosas, todas! E a sobremesa? Flan com doce de leite e pudim de pão? Aguei so de lembrar!

Passamos a tarde jogando ping pong e totó no San Bernardo, um bar bem tradicional com velhinhos jogando cartas e jovens disputando partidas de ping pong. Por que não tem isso aqui no Rio de Janeiro? 🙁 À noite fomos no Peron Peron. Um restô bar, com uma arquitetura e uma temática ótima. E só. A comida e o atendimento foram horriveis. Riscado da lista! Sorte que tinhamos almoçado muito bem e ninguém estava com muita fome. Ah, os drinks eram gostosinhos.

Dia 5

Só deu tempo de comprar os vinhos, fazer aquelas compras básicas de supermercado e tomar o melhor café da manhã da viagem: Malvon. Gente, o doce de leite que acompanha as medialunas é caseiro. Precisa dizer mais alguma coisa? E os moveis retrô e o cardápio do dia escrito a mão? Apaixonei. Ficou um gostinho de “quero morar aqui” e isso para mim é um sinal que a viagem foi ótima!

dica_do_leitor_6

Que bom que você aproveitou sua estadia por aqui, Marina! Agora precisa planejar a quarta viagem para cá, hein? Buenos Aires está sempre encantando os brasileiros que passam por aqui!

Se você gostou desse relato e quer ver outros mais, visite nossa categoria DICA DO LEITOR.

E se você, assim como a Marina, já veio para Buenos Aires, mande para nós um e-mail contando a sua experiência de viagem e não se esqueça das fotos! É só escrever paraairesbuenosblog@gmail.com.

Para comprar ingressos, transfer e passeios, conheça a parceria Aires Buenos + Turistando Buenos Aires, um atendimento feito por brasileiros.

Confira todas as nossas dicas de hotéis em Buenos Aires. São vários posts com resenhas, melhores bairros e muitas outras dicas.

Se está planejando sua viagem para Buenos Aires, não deixe de contratar um bom seguro viagem. Ninguém espera que algo aconteça, mas vai que acontece. Melhor estar prevenido, não é?!

COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM AQUI >>

E não deixe de conferir todos os passeios e ingressos que poderá comprar com antecedência. 😉

 

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *