Viagem de 4 dias para Buenos Aires – Dica do leitor

Segunda-feira é um dia um tanto quanto chato! E para deixar seu começo de semana um pouco mais alegre, uma ótima ideia é ler a dica do leitor do Paulo! Ele fez uma viagem de 4 dias para Buenos Aires junto com a namorada em dezembro de 2014 e hoje é ele quem vai te inspirar contando o seu relato!

O Paulo utilizou várias dicas aqui do blog, e, além de dicas, nós temos também um roteiro lindo, com o principais pontos turísticos da cidade. Veja o nosso ebook Guia Básico de Buenos Aires – O que fazer em 4 dias. Mas se você quer fugir do tradicional, precisa dar uma olhada no nosso Guia Lado B dos pontos turísticos em Buenos Aires, com os pontos turísticos menos conhecidos, mas tão bons e interessantes quanto os demais!

Viagem de 4 dias para Buenos Aires – Dica do leitor

dica_do_leitor_6

Olá leitores do Aires Buenos Blog! Eu e minha namorada estivemos em Buenos Aires em dezembro de 2014 e ficamos apaixonados pela cidade! 4 meses se passaram e sempre lembramos com saudades dessa cidade encantadora e charmosa. Aproveitamos o feriado de 8 dezembro (que é feriado apenas em algumas cidades do Brasil) para conseguir uma passagem com preço ótimo e embarcamos!

Primeiro dia – Sábado

Apesar de termos pegado o voo na sexta-feira a noite, vamos considerar o primeiro dia como sendo sábado, já que na sexta-feira o voo atrasou um pouco e ao chegarmos no hostel fomos direto para cama!  Trocamos nossos pesos ao cambio de R$4,00 a R$4,20, achamos um ótimo negócio. Quanto ao hostel, ficamos hospedados em um quarto privativo no Milhouse Avenue, recomendado por um amigo que já tinha viajado a BsAs. O hostel fica na Avenida de Mayo, perto de tudo, e é sensacional pelo preço que se cobra: tem serviço de quarto, café da manhã incluso e uma staff muito acolhedora, sempre disposta a ajudar (uma das meninas nos emprestou até o cartão de Subte dela!).

dica_do_leitor_3

Iniciamos nosso roteiro indo diretamente para a Casa Rosada, afinal estávamos ao lado. Achamos a Avenida de Mayo linda, apesar de estar um pouco mal conservada em alguns lugares, e acreditamos ser um ótimo lugar para começar as descobertas. Este foi o dia que mais andamos, debaixo de muito sol e e calor! Após a visita à Casa Rosada, conhecemos a Catedral Metropolitana, Obelisco, Teatro Colón, Calle Florida, Galerias Pacífico e terminamos na Praça San Martin (a mais bonita em minha opinião, ficamos nela por mais de 1 hora). Uma observação importante aqui é o “medo” que eu tinha da Calle Florida após ler tantos relatos na internet: realmente incomoda um pouco a quantidade de pessoas que ficam tentando fazer cambio enquanto você passa, mas não me pareceu tão perigoso quanto eu li – de toda forma, fechamos a cara e passamos rápido por ela. Finalizamos com almoço no Café Tortoni.

Voltamos para o hostel para descansar um pouco para fazer algo a noite. Não havíamos planejado muita coisa: jantar na pizzaria Guerrin e caminhar um pouco pela região. Porém foi ai que a surpresa aconteceu! Era dia Nacional do Tango e de repente a Avenida de Mayo estava toda fechada com palcos e Tango de rua, ficamos encantados.

dica_do_leitor_2

Segundo dia – Domingo

O dia amanheceu chuvoso e nos fez mudar alguns planos iniciais (visitar a feira de San Telmo, por exemplo). Dito isso, fomos para o Shopping Abasto onde já precisávamos ir para comprar o ingresso do Fuerza Bruta. O shopping é interessante, mas nada fora do que estamos acostumados no Brasil, não sei se vale a visita sem um motivo. Saímos de la e fomos para a El Ateneo, que é o famoso teatro transformado em livraria: simplesmente espetacular! Adorei conhecer a livraria e rendeu ótimas fotos. Saindo de lá, aproveitamos que chuva tinha dado uma trégua e fomos caminhando em direção ao Cemitério da Recoleta, passeio importantíssimo em minha opinião. A Recoleta é incontestavelmente o bairro mais bonito de Buenos Aires e o passeio a pé por ele é obrigatório. Acredito que foi nesse momento que nossa paixão pela cidade se completou.

Visitamos rapidamente o cemitério e fomos almoçar no Hard Rock, que fica ao lado. Completamos o passeio no bairro conhecendo o Museu Nacional de Bellas Artes, Floraris Genérica e a Faculdade de Direito. Voltamos para o hostel pois tínhamos algo importante nesta noite: o espetáculo do Fuerza Bruta! Descrever este espetáculo chega a ser complicado, pois é algo diferente de tudo que já tínhamos ido. Muita música, luz, dança e interação com o público: é impossível não gostar. Pessoas de todas as idades ficam encantadas. Altamente recomendado!

Ao sair do espetáculo o plano era ir pro Palermo e ficar em algum bar, mas estávamos um pouco cansados e ficamos na Recoleta mesmo, em um bar chamado Camping. Foi uma agradável surpresa: o bar é um beer garden que serve chopp artesanal e permite que o público escolha a playlist que vai tocar no bar. Muito interessante!

dica_do_leitor_8

Terceiro dia – Segunda-feira

Começamos o terceiro dia indo ao Caminito. Um local diferente do resto de BsAs e sinceramente não foi o lugar que mais gostamos, mas acredito que a visita seja obrigatória pra quem vai pela primeira vez. Apesar da má fama, não sentimos falta de segurança andando por La Boca, mas fomos bem cedo. Aproveitamos para comprar algumas lembrancinhas e seguimos para o estádio La Bombonera, mas não fizemos questão de entrar pois não gostamos de futebol. Pegamos um taxi e fomos para San Telmo, na esperança de encontrar com a famosa feira (apesar de ser segunda-feira, era um feriado!). Infelizmente tinha apenas algumas barraquinhas na praça, mas nada que chamou a nossa atenção.

dica_do_leitor_5

Almoçamos no Don Ernesto, onde comemos um delicioso bife de lomo ao molho mostarda com batatas fritas. Adoramos! Seguimos e fomos tirar uma foto com a querida Mafalda, parada obrigatória para quem está em San Telmo. Nossa última parada antes de voltar para o hotel foi no Jardim Japonês, um dos passeios que estávamos mais ansiosos para fazer. Foi muito bacana, porém confesso que esperava mais. É um lugar muito limpo e conservado, mas não é tão grande quanto imaginávamos e estava entupido de turistas. De qualquer forma, recomendo a visita!

Para finalizar nosso penúltimo dia, fomos ver um show de Tango. Escolhemos o Madeiro Tango por recomendação de amigos e aprovamos! Em comparação com os outros lugares de tango, ele tem um preço justo e o jantar é muito gostoso. O show não é cansativo e mistura um pouco de tango clássico com tango moderno. Como foi nosso primeiro show de tango, achamos tudo ótimo!

dica_do_leitor_7

Último dia – Terça-feira

O ultimo dia de uma viagem é sempre triste, afinal fica aquela mistura de sentimentos: não queremos voltar ainda, temos lugares que ainda não conhecemos e temos lugares que gostaríamos de olhar novamente! Tristeza de lado, fomos comprar alguns Alfajores na Galeria Pacifico rapidamente e seguimos a Porto Madeiro. Tínhamos ido lá a noite para ver o tango, porém o passeio se restringiu ao tango e não conhecemos nada além na região. Não sei se foi a melhor escolha para esse dia, pois estava muito sol e o lugar é totalmente descampado e com restaurantes um pouco caros. Mas rendeu boas fotos e fomos almoçar no London City, que fica no centro e foi recomendado por um casal de brasileiros que conhecemos no tango. Escolha certa: preço justo e um risoto de camarão maravilhoso!

Partimos então para nosso último ponto turístico: el Rosedal. Que lugar sensacional! Além de ter a entrada gratuita, ele é extremamente limpo e interessante. Achamos um passeio mais legal que o Jardim Japonês. Sem duvidas encerramos a viagem com chave de ouro!

dica_do_leitor_4

Muito obrigada pelo seu relato Paulo, com certeza ele vai inspirar alguns turistas que planejam sua viagem para a capital portenha! E eu concordo com você sobre o Fuerza Bruta, porque é algo realmente indescritível, muito bom, né? Agora vocês precisam voltar para conhecer um pouco mais da cidade!

Se você quer ler outros relatos como este, visite a categoria DICA DO LEITOR.

Você já visitou Buenos Aires e ainda não escreveu sobre sua experiência para o blog? Então escreva porque vamos amar receber sua história! Mande seu texto junto com alguma fotos para airesbuenosblog@gmail.com.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 comentários

  1. Parabéns pelo roteiro.
    Estou me preparando para ir em Agosto. Gostaria de ver o Fuerza Bruta, mas não consigo achar a informação de que no Mês haverá espetáculo deles em Buenos Aires. É possível tirar foto durante o show?

    Obrigado!

    • Túlio Bragança

      Diego, Fuerza Bruta esteve em cartaz ano passado inteiro mas agora em 2015 não está mais. Uma pena pq é um baita espetáculo.

  2. Vinícius Drummond

    Vou em setembro e tambem gostaria de conhecer o fuerza bruta!!!

    Esse ano não tem previsão mais tulio???

    • Manu

      Olá Diego e Vinícius!
      Não tenho certeza, mas parece que neste ano o Fuerza Bruta fará turnê internacional.
      Sei que estão em SP desde abril e ficam até o final deste mês.
      Boa viagem!

  3. Adriana

    Eu e meu noivo fomos no final de abril e conseguimos cambiar a R$ 3,90. Em Porto Madeiro recomendo o restaurante Brasas Argentinas. Adoramos a variedade e o preço é bastante justo!

Curtiu? Comente aí!