Viagem rápida para Buenos Aires – Dica do leitor

Hoje quem vai nos contar sobre a sua viagem para Buenos Aires é a Amanda. Ela veio para cá em agosto desse ano passar quatro dias com mais duas pessoas, e optou por andar de táxi já que aqui é mais barato do que no Brasil. Como estavam em três, valeu a pena optar pelo táxi e ter um pouco mais de comodidade! Ela aproveitou também e trocou dinheiro no mercado paralelo, na época a cotação estava ótima.

Se você também está planejando uma viagem rápida por Buenos Aires, recomendamos o nosso Guia Básico – O que fazer em Buenos Aires (4 dias). E o Aires Buenos também tem um roteiro mais alternativo para aqueles que querem fazer alguns passeios fora do circuito turístico tradicional, dá uma olhada no nosso Guia Lado B dos pontos turísticos de Buenos Aires.

Viagem rápida para Buenos Aires – Dica do leitor

dica_do_leitor_3

Olá pessoal?!

Vim aqui contar para vocês como foi minha mini-viagem a BsAs. Foram quatro dias só, mas deu para fazer bastante coisa. Antes de começar o roteiro propriamente dito, vou dar algumas dicas que acho superimportantes, então, vamos lá:

Programe-se com bastante antecedência, pois assim que você chegar na cidade, se sentirá familiarizado com o local.

Outra coisa que acho muito importante é deixar acertado o translado de chegada, dessa forma você evitará perder tempo e dinheiro. Recomendo o senhor Marcelo Bautista, que estava à minha espera mesmo depois de 1h30 de atraso, paguei R$ 70 para três pessoas.

Quanto ao dinheiro, eu levei alguns poucos dólares, o que foi minha salvação, e o resto em reais. Quando cheguei, quis comprar algo para beber e como estava com muita pressa por ter feito o senhor Bautista me esperar muito, fui ao Mc Donald’s, só que lá eles só estavam aceitando dólares ou pesos. Enfim, troquei R$ 350,00 com o senhor Bautista o que me rendeu quase 1500 pesos. Mas em muitos lugares aceitam reais (o que sai bem mais barato). J

Quanto à roupa, recomendo que levem roupas confortáveis e calçados que não machuquem para poder andar bastante! Rsrs!

Eu não poderei falar muito sobre o transporte, pois, só utilizei táxi. Achei muito barato e a corrida mais cara que paguei foi da Recoleta a Puerto Madero, que deu cerca de R$ 35,00,lembrando que éramos em três pessoas.

Então, vamos ao dia-a dia.

Cheguei numa terça-feira à noite e não deu tempo de conhecer nada, apenas o aeroporto e o duty free, mas foi bom porque deu para descansar bastante para aproveitar a cidade no dia seguinte.

Dia 1

Fiquei hospedada na Recoleta e comecei o meu dia com um café da manhã no Rigolleto. Após o café com as maravilhosas media lunas fui conhecer um pouco do bairro. Fui para a Av. Santa Fé e lá conheci umas lojinhas fofas e uma galeria, estava atrás de um adaptador para carregar meu celular.

Depois fui à livraria El Ateneo, onde descobri que as fotos não mostram a grandeza do lugar. Ela é realmente explêndida! Linda!

Segui de táxi para o Calle Florida (corrida em torno de R$ 25,00 para três pessoas). Andei pela rua principal e fui a uma farmácia comprar dipirona para minha mãe que estava com dores na coluna. Eu estava morrendo de medo de não conseguir pedir a dipirona e achando que seria outro nome, mas foi tão fácil quanto comprar aqui no Brasil porque é o mesmo nome! Rsrs!

dica_do_leitor_1

Fui à Galeria Pacífico e fiquei maravilhada com o teto e o cheiro bom dos perfumes de grife! Rsrs! Lá almocei uma carne portenha maravilhosa, mas não consigo lembrar o nome do restaurante.

Após o almoço, fui pesquisar alguma agência de turismo com uma boa opção de passeio e visitei uma adega onde o Malbec estava super em conta (mais ou menos duas garrafas por uns R$ 40,00 se não me engano).

Voltei para Recoleta e fui explorar um pouco mais do lugar. Fui à Havanna e a uma Fredo (me apaixonei pelos cubanitos).

O jantar foi em um restaurante enfrente ao hotel localizado na Av. Rodriguez Pena, esquina com a Av. Santa Fé, chamado La Cholita, e é bem em conta.

Dia 2

Comecei o dia com Palermo. Cheguei bem cedo no Jardim Japonês (só abre às 10h) e fiquei do lado de fora caminhando em torno dele até abrir. A entrada custa 32 pesos e só aceitam pesos.

Amei cada canto do Jardim Japonês. É um ótimo local para relaxar, tomar sol, passear…

dica_do_leitor_2

Depois do Jardim Japonês, voltei para Recoleta, almocei no Aires Crioulos e fiquei esperando dar a hora do passeio que contratei no dia anterior.

Escolhi o city tour com um ônibus que me buscou no hotel, paguei um preço muito bom para 3 pessoas. Achei muito válido este passeio, pois para quem não tem muito tempo consegue conhecer os principais pontos turísticos. O passeio começou pela Recoleta, Floralis Genérica e seguiu para o centro e La Boca, onde fez uma parada de 20 minutos. Essa parada é para fotos e para comprar alguma lembrancinha do estádio.

Depois seguimos para o Caminito onde ficamos parados cerca de 1h30. Aqui é um ótimo lugar para fazer as comprinhas de lembrancinhas e cabe lembrar que as fotos ficam mais bonitas do que ao vivo. Aqui vende uma caixa de Alfajor Recoleta muito bom e barato, ótimo para presentear.

dica_do_leitor_5

Último parada do city tour foi a Casa Rosada, e como estava anoitecendo, pude vê-la toda iluminada e linda. Rendeu boas fotos.

Dia 3

Meu dia começou com o Teatro Colón, contudo a visita guiada estava cara, 180 pesos (R$50,00) por pessoa, então decidi conhecer um pouco mais da cidade. Fui ao Recoleta Design Mall, onde está situado o Hard Rock Café. Shopping fraco, mas que se salva pelo Hard Rock e pela agradável área ao ar livre. Lá existe um quiosque chamado La Pastelaria, que vende ótimos produtos para dar de presente.

dica_do_leitor_6

O almoço foi no Hard Rock.

À tarde fui para Puerto Madero conhecer o famoso cassino flutuante. Embora eu não goste de jogo, sempre quis conhecer um cassino e confesso que me senti em Vegas! Rsrsr! Pena não me deixarem tirar fotos!

Após uma visita ao cassino, pausa para um café e partir para Av. Corrientes conhecer o Obelisco. Neste dia descobri o porque esta avenida se chama Corrientes, pois tinha uma forte corrente de vento frio! Rsrs!

Voltei para Recoleta para andar nas lojinhas. Fui na Lacoste e gostei dos preços. Também aproveitei para comprar algumas coisinhas mais que havia esquecido de comprar na Farmacity, que diga-se de passagem, é um ótimo lugar para compras!

dica_do_leitor_7

Dia 4

O dia da despedida… Acordar, tomar café, me despedir da cidade e ir para o aeroporto! Como meu voo saia do aeroparque, ainda consegui conhecer o rio La Plata. Esse foi o dia mais triste!

Uma das coisas que mais me encantou em BsAs foi ar europeu, com as cafeterias. Enfim, quero voltar!

É isso aí, espero que tenham gostado.

Muito obrigado pelas dicas, Amanda! Mesmo ficando pouco tempo, você conseguiu aproveitar bastante a cidade. E sim, em agosto ainda é frio na cidade, é sempre bom trazer um casaquinho quando o turista vem pra cá nessa época do ano.

Se você gostou desse roteiro e quer ver outros do mesmo estilo, visite a categoria DICA DO LEITOR.

Mas se você já visitoua cidade e quer compartilhar sua experiência conosco, escreva para airesbuenosblog@gmail.com e junto mande algumas fotos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 comentários

  1. Roberta Bessa Aquino

    Gostei muito das dicas, Amanda! Obrigada por compartilhar! Eu e meu marido vamos em Janeiro/2015 e teremos o privilégio e alegria de participar do primeiro Tour do Aires Buenos.
    Por favor, vc poderia passar o contrato do taxista que te buscou em Ezeiza? Achei um grande diferencial ele fazer o câmbio. Ajuda bastante! Desde já agradeço.

  2. Felipe Sartório

    Excelente relato, vou agora no mês de Janeiro, queria saber o contato do taxista, se ele tem algum contato via rede social, desde já agradeço.

  3. É bem engraçado e distinto a visão de um turista e de um morador de Buenos Aires! Hahaha
    R$35 de Recoleta a Puerto Madero não é um roubo, é assalto a mão armada. Uma das maiores vantagens que eu vejo aqui é o transporte público e o fato de a maioria das linhas funcionarem 24hs.
    Quanto ao ônibus turístico eu indicaria o da própria cidade, um ônibus amarelo, pra quem tem pouco tempo realmente é uma vantagem.

    • Túlio Bragança
      Author

      Matheus, dependendo do ponto de Puerto Madero pra Recoleta e do trânsito o táxi dá fácil mais de 100 pesos. Não achei um roubo não.

    • amanda

      E vale lembrar que em uma viagem rápida não dá para perder tempo esperando onibus!
      Fui em um dia de semana as 17 h! Peguei um transito!!!!

  4. Amanda Abreu

    Adorei as dicas !
    Gostaria do contato do Sr Marcelo Bautista , poderia me passar por gentileza…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *