Mendoza

Mendoza Parte 1 – Uma cidade que é muito mais que vinho

Ahh… Mendoza! Se eu soubesse que essa cidade era tão sensacional, certamente não demoraria tanto tempo para conhecê-la.

Uma cidadezinha pequena, super organizada, arborizada, no meio do deserto e do lado da Cordilheira do Andes que pode ser explorada tranquilamente em 3 ou 4 dias. Um ou dois dias para as bodegas, dependendo da sua paixão pelo vinho, um dia para conhecer a cidade em si e um outro mais para fazer algum passeio pelas Cordilheira dos Andes.

mendoza_potrerillos

Mesmo que os preços das garrafas não sejam exatamente mais baratos que no resto da Argentina, visitar pelo menos uma bodega é obrigatório. Tem para todos os tipos. Desde grandes produtores de vinhos à pequenos locais mais caseiros, as bodegas botique, que geralmente possuem restaurantes sensacionais, de ótima qualidade.

mendoza_baccus2

Quem é mais curioso também vai curtir conhecer a cidade, seus ótimos restaurantes, as várias cervejarias, seus museus e as infinitas praças. Só tome bastante cuidado ao caminhar, já que todas as ruas possuem um tipo de trincheira por onde passa a água que vem da Cordilheira. Mendoza é desértica, sem essa água não haveria vida nem árvores nesse local. É incrível ver como o homem conseguiu erguer uma cidade tão bonita como essa em um lugar tão inóspito.

Já o passeio pela Cordilheira dos Andes é realmente de tirar o fôlego. Coloque bastante roupa de frio e encare essa paisagem lindíssima. Rios, montanhas, lagoas, o Aconcágua e a surreal Puente del Inca.

mendoza_puente del inca

Foram dias tão bons que renderam tanta história que resolvi dividir as dicas em 5 pontos

Parte 1: Introdução

Parte 2: Onde ficar

Parte 3: Bodegas

Parte 4: Passeios pela Cordilheira

Parte 5: Passeio de bicicleta

Parte 6: Onde comer e beber

Para ler a série toda de uma vez, basta clicar na categoria Mendoza.

Para ler os posts de viagens para outros destinos além de Buenos Aires, como San Antonio de Areco, Uruguai e Eua, é só clicar em Outras Viagens.

Para comprar ingressos, transfer e passeios, conheça a parceria Aires Buenos + Turistando Buenos Aires, um atendimento feito por brasileiros.

Confira todas as nossas dicas de hotéis em Buenos Aires. São vários posts com resenhas, melhores bairros e muitas outras dicas.

Se está planejando sua viagem para Buenos Aires, não deixe de contratar um bom seguro viagem. Ninguém espera que algo aconteça, mas vai que acontece. Melhor estar prevenido, não é?!

COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM AQUI >>

E não deixe de conferir todos os passeios e ingressos que poderá comprar com antecedência. 😉

 

6 comentários

  1. Paula Duarte

    Bom Dia Túlio gostava muito que me tirasse umas dúvidas e que me ajudasse. Em meados de agosto, gostava de visitar Talampaya e Ischguasto, mas tenho dúvidas:
    a) Consegue-se visitar Ishguasto (pela manhã) e Talampaya (a tarde) num dia? ou tem que ser dois? Qual é a agência de viagem que recomenda?

    b) O clima geralmente tem chuva ou sol?

    a) Para quem vem de Buenos Aires e pretende ir a Mendonça, o melhor aeroporto é La Rioja ou San Juan;

    c) Para quem vem de La Rioja é bom ficar a primeira noite em Pataca e a segunda em San Agustín de Valle Fertil?

    Com os melhores cumprimentos

    Paula Duarte

  2. Pingback: Dicas de Mendoza Parte 5: Passeio de Bicicleta - Aires BuenosAires Buenos

  3. Pingback: Dicas de Mendoza 4: Passeio pela Cordilheira - Aires BuenosAires Buenos

  4. Pingback: Dicas de Mendoza Parte 3: Bodegas - Aires Buenos

  5. Pingback: Mendoza Parte 2: Onde ficar - Aires Buenos

  6. Pingback: Mendoza Parte 2: Onde ficar | Aires Buenos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *