Mundo Lingo

Mundo Lingo, a babel portenha

Ainda me assombro com a quantidade de estrangeiros em Buenos Aires, sejam turistas ou residentes. É hello pra cá, bonjour pra lá, até coreano e húngaro ouvimos por aqui, mesmo sem entender nada.

Uma cidade tão multicultural e internacional como esta não podia perder a chance de reunir esse povo pra conversar nos mais variados idiomas.

Alô, poliglotas: este post é pra vocês que gastaram uma plata estudando no Fisk, na Aliança Francesa, na Cultura Inglesa. Sejam bem-vindos à Babel portenha, sejam bem-vindos ao Mundo Lingo.

Mundo Lingo, a babel portenha

Mundo Lingo

(Fotos: Mundo Lingo)

Reunir pessoas de idiomas diferentes em diferentes bares de Buenos Aires. Essa é a proposta do Mundo Lingo, evento criado em 2011 por um inglês morador da capital portenha que andava com dificuldades de fazer amigos locais. A ideia de aproximar estrangeiros e a comunidade local funcionou tão bem que já foi “exportada” para outras 15 cidades de 13 países em 3 continentes (mas ainda não ao Brasil).

Mundo LingoNosso amigo Victor Martins Soares, paranaense de Cascavel há 9 anos morando em Buenos Aires, onde trabalha com legendagem, começou a participar do evento há alguns anos e já virou freguês. “Sempre gostei de praticar idiomas, mas depois de um tempo comecei a achar pouco natural fazer isso com alguém não nativo. Durante meus primeiros tempos aqui, dei aulas de português e sabia como era enriquecedor prosear com um nativo, então decidi investigar o Mundo Lingo e ver onde esse povo se reunia. Para minha sorte, era em um bar perto de casa, no microcentro. Eu já conhecia o bar e gostava muito do lugar, porque era um pub bem tradicional, daqueles com com balcão de madeira, etc”, lembra.

Mundo Lingo

Encontro no Oliver’s club, em Palermo.

Em Buenos Aires, o evento acontece três vezes por semana, cada dia em um bar diferente: toda terça-feira no The Temple Bar (Marcelo T. de Alvear, 945), às quartas no Soria Bar (Gorriti, 5161) e às sextas no Oliver’s club (Guatemala, 4462), sempre a partir das 21h. Para participar basta chegar lá, dizer quais idiomas você fala e te darão adesivos de bandeirinhas dos países correspondentes, sendo a primeira do seu país de origem. A entrada é grátis e você só paga o que consumir, como qualquer outra ida a um bar – há quem acredite que a fluência num idioma é diretamente proporcional ao teor alcoólico do falante 🙂

Mundo Lingo

The Temple, um dos bares que sediam os encontros. (Foto: The Temple bar)

“O que acho mais legal do Mundo Lingo é que as conversas são muito espontâneas, as pessoas vão lá para isso, então não é estranho alguém te abordar para puxar papo porque viu uma bandeirinha diferente na sua blusa. Já fiz muitos amigos lá, e quando estive no Panamá e nos EUA visitei gente que conheci nos eventos”, conta Victor, que fala português, espanhol, inglês e ainda “arranha” no alemão.

Para saber mais, acesse o site ou fanpage do Mundo Lingo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *