Passeio pelo delta do rio Tigre

O passeio pelo delta do rio Tigre é bem procurado por turistas que querem sair um pouco da muvuca que é Buenos Aires e passar um tempo em contato com a natureza, em um local com cara de cidade do interior. Há duas maneiras de fazer esse passeio, indo por conta ou contratando uma agência.

A cidade de Tigre fica mais ou menos a 30km de Buenos Aires. Da primeira vez que fui fiz todo o passeio por conta e na última vez fui com o pessoal da Turistando Buenos Aires, mais infos sobre eles no final do post. Nesse post vamos falar sobre o passeio em si e sobre as duas formas de ir.

Passeio pelo delta do rio Tigre

O rio Tigre tem um delta com diversas casas na beira do rio. Há outras construções também como um antigo hotel que hoje funciona como um museu de arte, e também o Parque de la Costa, que é o maior parque de diversão do país. É bem gostoso passear apreciando as diferentes casas e pensando no estilo de vida dessas pessoas.

O guia do barco explica que lá eles usam mais barco do que carro, afinal a “rua” deles é o próprio rio. Existe um hospital que é um barco, uma van (barco) escolar que passa para pegar as crianças para a escola, um posto de gasolina que é um barco, etc. É algo bem interessante de se pensar e transforma o passeio em algo bem enriquecedor e bastante calmo, para quem quer relaxar.

O passeio dura em média duas horas, o barco vai até um ponto do rio e depois faz o trajeto de volta, assim você consegue ver as casas dos dois lados sem precisar trocar de lugar. Quando fui por conta escolhemos um barco de madeira pequeno para fazer o tour pelo rio. O guia era simpático e fazia algumas piadas. Estava um dia de sol e era bem gostoso sentir o vento batendo no rosto. Dessa última vez, o passeio foi feito em um barco grande, eles serviram café e um alfajor para todos e já aviso para tomarem cuidado para não queimar a língua com o café, pois ele é bem quente. Nesse barco não há guia, há uma gravação (em espanhol, inglês e português) que explica muitas coisas do itinerário. No barco grande você não sente a brisa pois ele é todo fechado com vidro. Esse ponto foi um pouco decepcionante, pois o legal do passeio de barco é o vento. Mas por outro lado foi ótimo não ter vento pois estava um dia bem frio!

A van do pessoal do Turistando Buenos Aires pega a todos na estação fluvial ao término do passeio. De lá passamos por um mirante e vamos direto para a cidade de San Isidro. Descemos numa pracinha central e podemos ficar lá por meia hora. É lá que tem uma linda igreja onde gravaram cenas do filme “O filho da Noiva”. Aproveitei para dar uma andada pela praça e tomar um sorvete, pois mesmo estando frio vale muito a pena tomar sorvete na Argentina!

De lá voltamos para a van e então para Buenos Aires. Esse passeio que fiz dura meio período, porém a um outro passeio pelo rio Tigre que dura mais tempo e passa por outros lugares. Ele sai de Puerto Madero e para saber informações sobre ele é só pedir para a Turistando Buenos Aires.

Da primeira vez que fui a Tigre fui de trem. É um passeio com um pouco mais de aventura, afinal demora mais para chegar e você precisa ficar atento em qual trem pegar e aonde descer pois você pode facilmente se perder no caminho. Você precisa pegar um trem saindo de Retiro (plataformas da linha Mitre 1 e 2) que leva uma hora ou pegar um trem até Olivos (nas plataformas da linha Mitre 3 e 4 geralmente) e depois trocar para pegar o Tren de La Costa. Importante lembrar que você precisa guardar o seu bilhete de trem até sair da estação de chegada.

Ir de trem é mais demorado, porém você consegue ver um pouco mais da cidade do que indo de van, depende da preferência de cada um. Eu gostei bastante de ir de trem, pois você tem mais autonomia e pode descer em outras cidadezinhas, há umas tão bonitinhas e arrumadinhas. O legal é que você consegue fazer tudo no seu tempo e parar onde quiser.

Existe também um ônibus que vai até Tigre, a linha 60. Ele não é muito procurado pelos turistas pois ele demora cerca de 1h30 e para em vários pontos de Buenos Aires. Lembrando que para pagar é necessário ter a tarjeta SUBE.

O bom de ir de van é a comodidade, afinal ela te pega no seu hotel e na volta você desce no Centro, então é mais tranquilo. A nossa última ida a Tigre foi oferecida pelo pessoal da Turistando Buenos Aires. Eles também vendem tangos, transfers e outros tours, é só enviar um email para info@turistandobuenosaires.com dizendo que é nosso leitor.

Aproveite a nossa promo!

*A Turistando Buenos Aires é a única parceira do Aires Buenos quando o assunto é turismo receptivo na capital argentina. Ao contratar a Turistando Buenos Aires, o Aires Buenos ganha uma comissão pela indicação, que é essencial para manutenção do nosso site. Só assim temos notícias frescas, vídeos bem produzidos e conteúdo criativo e original sobre Buenos Aires. Selecionamos a dedo nossos parceiros, sempre empresas com reputação excelente, estabelecidas no mercado e que tragam preços competitivos para nossos leitores.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários

  1. Mateus

    Bom dia, pessoal! Tudo bem? Os artigos de vcs são ótimos e parece que ficaram ainda melhores agora que estou na contagem regressiva para ir até Buenos Aires. Esse passeio faz parte do meu roteiro e eu gostaria muito de fazê-lo por conta, mas tenho algumas dúvidas. Vocês podem me ajudar? Ficou muito claro pra mim sobre as opções de sair de Buenos Aires e chegar até lá. Provavelmente iremos de trem. Quando chegarmos lá, é fácil conseguir um barco para o passeio? Há um horário específico? E qual a média de valor? Outra coisa é sobre o City Tour. Eu amo fazer os passeios a pé e, aparentemente, Tigre não é grande. É possível fazer o City Tour a pé? Muito obrigado! Um bjão para vcs..

    • Túlio Bragança

      é fácil sim, Mateus, mas não sei quanto anda opasseio não. sai um a cada meia hora senão me engano. A graça de Tigre é fazer o passeio de barco, um city tour a pé lá não agrega nada nao. As pequenas ilhas e casas na beira do rio que são o diferencial da cidade

Curtiu? Comente aí!