Caminito Buenos Aires

O Caminito é um famoso e movimentado ponto turístico a céu aberto de Buenos Aires, além de ser a rua mais conhecida da cidade. Ela se destaca por suas casinhas coloridas que dão ao local um ar alegre e descontraído. Se além do Caminito você quiser conhecer outros pontos turísticos da capital portenha, consulte o nosso Guia Básico – O que fazer em Buenos Aires em 4 dias.

O passeio pelo Caminito consiste basicamente em andar ao longo de duas pequenas ruas do bairro La Boca, apreciando algumas obras de arte expostas e casais dançando tango. Por lá há vários restaurantes e cafés, além do estádio de futebol La Bombonera, que você pode visitar depois de caminhar pelo Caminito, já que é bem perto.

Caminito – Buenos Aires

Caminito_2

O que você encontra lá

A principal característica do Caminito são os cortiços construído com lata que, segundo a história, vieram das sobras dos navios dos imigrantes italianos. Os cortiços foram pintados com cores vibrantes e hoje eles formam o cenário para a venda de artesanatos, obras de arte locais, souvenires de Buenos Aires, além de abrigar artistas de rua que exibem sua performance como estátua viva ou tocando música.

A rua de paralelepípedos começa na beira do rio Riachuelo e termina a 400 metros do estádio La Bombonera. Ela é cercada de restaurantes e cafés, alguns deles com dançarinos de tangos para entreter os clientes. No entanto é bom verificar o preço no cardápio, porque a tendência é que eles sejam bem altos.

Caminito_4

História

Antigamente o bairro La Boca era habitado por imigrantes que trabalhavam no porto e, por ser uma área mais afastada da cidade, era considerado perigoso. As casas de lata eram pintadas de diferentes cores porque os imigrantes usavam as tintas que sobravam nas oficinas do porto. O local se tornou famoso devido à Quinquela Martin, pintor que, junto com outros artistas, começou a transformar as rua de La Boca com pinturas, mosaicos, esculturas, murais e outras formas de arte.

O nome “Caminito” veio de um conhecido tango de 1926, composto por Juan de Dios Filiberto. A letra da música está escrita em alguns azulejos do ponto turístico.

Caminito_3

Como chegar

Não tem metrô perto do Caminito, então a solução é usar alguma dessas linhas de ônibus: 29, 33, 64, 53 ou 152. O bairro La Boca, de maneira geral, não é muito receptivo quando se trata de turistas, por isso é bom não ficar dando sopa com sua máquina fotográfica na mão e falando português alto, principalmente em ruas longe do Caminito.

Valor da entrada

Por ser uma museu a céu aberto e sem porta, todos podem transitar de graça!

bike tour em buenos aires

O Caminito é um dos pontos turísticos de Buenos Aires que mais causa discórdia. Isso porque mesmo sendo um dos locais com maior presença de turistas, ele é visto muitas vezes como um passeio decepcionante. É o típico passeio “cheguei, vi e fui embora”, afinal você vai gastar no máximo dez minutos para conhecer o lugar. Além disso, existe um comércio muito forte voltado aos turistas ali. Todo mundo oferecendo comida, abordando tentando vender algo, forçando o turista a comprar alguma coisa que enche o saco. Aviso: tem sempre dançarinos de tango e sósias de Maradona insistindo para você tirar uma foto com eles. Isso não é de graça, eles vão querer cobrar por isso mas só avisam depois e podem ser bem chatos nisso.

É legal pra quem visita a cidade pela primeira vez, mas ele pode ser dispensado em uma segunda ocasião, tanto que ele é o primeiro da lista de 5 pontos turísticos mais perdíveis de Buenos Aires.

Mas de qualquer formar, o local tem sua magia e eu mesma fiz questão de incluí-lo no meu roteiro quando visitei a cidade. Veja mais no post 5 dias de férias em Buenos Aires. Vale a pena para comprar um ímã de geladeira, visitar o La Bombonera e tirar uma foto com a placa do Caminito ao fundo. Na minha experiência, o melhor da ida ao Caminito foi o almoço na Fundación PROA (Av Pedro de Mendoza 1929), que fica coladinho ali e tem um ar condicionado que você vai amar se visitar a cidade no verão, assim como eu!

E você, já visitou o Caminito? Diga o que achou nos comentários!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

16 comentários

  1. Pingback: Roteiro de 6 dias em Buenos Aires - Dica do leitor | Aires Buenos

  2. Pingback: Carnaval em Buenos Aires - Dica do leitor | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  3. Pingback: Um Pedido de casamento em Buenos Aires | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  4. Pingback: À procura do capuccino perfeito - Dica do leitor | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  5. Pingback: 8 dias em Buenos Aires - Dica do leitor | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  6. Pingback: Comemorando 10 anos de casados em Buenos Aires - Dica do leitor | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  7. Pingback: Roteiro de seis dias em Buenos Aires - Dica do leitor | Aires Buenos | Turismo, guias de viagem e segredos de Buenos Aires

  8. CINTIA

    Acabo de chegar da Argentina e gostaria de reportar um incidente, ou melhor, uma acidente que vivi na região de Caminito. Saímos de Caminito (Área extremamente perigosa) e pegamos um táxi preto/amarelo, dizem ser o oficial. Este adentrou a uma favela, debaixo do viaduto – a princípio achamos ser uma emboscada- e vinha um carro em direção contrária à nossa numa via que só cabia um carro. Os taxistas argentinos são muito ignorantes e para nos provar isso nenhum dos carros abriu passagem para o outro batendo de frente em uma velocidade de aproximadamente 50km. A frente do veículo foi destruída, o taxicista sequer pensou que estava com passageiros e que deveria zelar pela segurança destes, minha amiga que estava sentada a frente ficou presa no cinto de segurança , mas graças a Deus, ninguém se feriu com gravidade. Reporto o fato por dois motivos: 1) O perigo de se pegar táxi em Buenos Aires não é só de carros não credenciados. Pegamos um táxi credenciado, que tentou estender o percurso e que pra nossa sorte se deu mal. 2) A batida aconteceu no meio de uma favela, que não passa outros táxis e demos sorte que havia um carro de polícia passando, porque senão poderíamos ainda ter sido assaltadas. Tivemos que sair escoltadas pela polícia, caminhando por 6 quarteirões e o carro da polícia atrás, porque não estávamos autorizadas a entrar no carro da polícia. Minha dica: Buenos Aires é belíssima! Uma mini Paris, retorno quantas vezes necessário, mas Caminito não tem nada demais além de casas velhas e um shoppings muito…muito popular pintando coloridamente. Enfim, não vale a pena a visita!

  9. Nathália Mantovani

    Olá, vcs indicam alguma empresa (ou até vcs) que faça o passeio de conhecer caminito e entrar na Bombonera? Eu ia de ônibus, mas fiquei preocupada com o post acima.

  10. Pingback: Pontos turísticos de Buenos Aires: o que não pode faltar | Aires Buenos | Simplesmente tudo sobre Buenos Aires

  11. Pingback: Segurança em Buenos Aires: 6 dicas para viajar tranquilo | Aires Buenos | Simplesmente tudo sobre Buenos Aires

  12. Sara

    Ola, Tulio, vc acha muito arriscado ir até o caminito a pé? Somos em 3 amigas e vamos no feriado de 1o de maio? Vale o risco?

  13. Fernanda coelho

    Fomos em agosto de 2016 e primeiro fomos ao estádio do Boca, como já estava próximo das 17:00 nós aconselharam a não ir até o caminito. Ainda assim fomos praticamente assaltados pelo taxista pois o taxímetro deu um preço absurdo.
    Estamos pensando em voltar este ano, mas sinceramente acho que não irei incluir novamente o caminito no roteiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *