Viagem de dois meses para Buenos Aires – Dica do leitor

A dica do leitor de hoje é de uma apaixonada por Buenos Aires. A Jéssica morou na capital portenha durante dois meses e compartilha conosco um pouco do que viveu por aqui. Ela conheceu bastante a cidade e a cultura local e tem boas dicas para dar para quem está vindo curtir uns dias! Além disso ela esteve num dos nossos primeiros passeios do Aires Buenos Tour!

Por ter ficado dois meses, ela não vai nos contar o seu roteiro, mas se você estiver precisando de um, recomendamos o nosso Guia Básico de Buenos Aires – O que fazer em 4 dias, com os pontos turísticos mais conhecidos da cidade. O blog tem também o Guia Lado B dos pontos turísticos em Buenos Aires, com passeios que fogem um pouco do circuito tradicional de turismo. Mas vamos à dica da Jéssica?

Viagem de dois meses para Buenos Aires – Dica do leitor

Processed with VSCOcam with p5 preset

Estava lendo agora um dos relatos da Dica do leitor e que saudade me deu de Buenos Aires! Me dei conta de que, apesar de ter morado lá por dois meses, ainda não tinha escrito sobre o que vivi lá. Não, não vou dar dica de pontos turísticos pra visitar, porque acho que o blog como um todo já faz isso muito bem (inclusive me ajudou muito a pesquisar antes da viagem), mas posso falar da experiência como um todo.

Processed with VSCOcam

Buenos Aires é um dos lugares que mais acalmaram meu coração e me deram mais oportunidade de descobrir quem eu era. Passei dois meses vivendo em Palermo porque tinha ido fazer um curso da área de Publicidade e esse período foi muito massa. Todas as pessoas, sem exceção, me trataram muito bem desde o meu primeiro instante na cidade. Quando pisei no aeroporto, quando peguei o táxi pra ir pra casa (sim, ainda chamo de casa), quando pedia informação na rua. Quando fui na loja de sapatos da Avenida Santa Fé e o cara de lá entendeu o humor brasileiro e eu e minha amiga rindo com nada. E ele também ria com nada. Quando o cara que me vendeu o chip do celular deu 300 explicações “desnecessárias” só porque eu ficava procurando o que perguntar.

dicadoleitor_2

Conheci a maioria dos pontos turísticos e me perdi muito! Mesmo com o mapa, mesmo com o GPS do celular dos outros (já que o meu vivia quase morto, sem bateria). Várias vezes voltei andando pra casa de madrugada e me senti super segura! Que fique bem claro que eu estava em Palermo, um dos bairros mais movimentados. E numa das vezes que eu vi uma pessoa estranha e resolvi pegar um táxi, foi só estender o braço que ele apareceu, tipo em filme. Lá, o transporte funciona, sem restrições. O ônibus é bom, o metrô é excelente, e o trem é maravilhoso. Bicicleta e pés: todo mundo usa. Carro? Se eu vivesse lá nunca teria um.

Processed with VSCOcam with c1 preset

Lá eu peguei protesto (quem não?), andei sem rumo pela Av. Santa Fé, caminhei pelos shoppings quando não tinha nada pra fazer, fui pro cinema num sábado à noite pra assistir Birdman (e estava lotado).

Processed with VSCOcam

Em Buenos Aires eu vi: mais idosos andando na rua e fazendo coisas do que no Brasil. A cidade é realmente preparada pra eles! Vi também muitos parques, e pessoas aproveitando toda essa estrutura! Vi 300 milhões de cachorros e pessoas que passeiam com vários de uma vez. Mas não vi praticamente nenhum abandonado!

Processed with VSCOcam

Eu conheci uma família argentina que me recebeu muito bem, conheci amor amigo e amor amor. Conheci um monte de gente boa que só vi uma vez na vida e que queria muito ver de novo. Conheci gente que vi várias vezes e que queria ver pra sempre (a mulher do sushi, o cara do queijo, a menina da papelaria da esquina. Aquela estranha que eu vi chorando na rua e que eu quis tanto abraçar!) Conheci gente que não sabia minha língua e nunca viu minha cara, mas que se interessou pela minha história e aprendeu minhas loucas traduções de expressões pernambucanas. Acredito que o lugar, as pessoas e experiências me ensinaram a me doar mais, ter mais paciência, menos preconceito e ser mais mente aberta pro mundo. É tudo tão maior do que a gente imagina! Queria traduzir cada coisa que eu disse pro espanhol e dizer pros amigos que fiz desses países todos da América Latina: obrigada por me mostrarem que posso ser doida em qualquer lugar do mundo!

dicadoleitor_7

Curiosidades e etc

  • Vá no Chupitos: é um bar que tem uns shots de sabores variados, cerveja, beer pong e gente legal! Fiz um monte de amigo lá!
  • Heladeria Occo: conheci no passeio do Aires Buenos e amei! E aliás, tem um monte de sorveteria massa em Buenos!
  • Tigre: vale muito a pena! Tanto apenas ir quanto fazer o passeio guiado de barco, pra conhecer mais da história do lugar.
  • Plaza de Mayo: é tão bom apenas ir pra lá e ficar sentada no fim da tarde.
  • Jardin Botánico Carlos Thays ou algum outro parque: apenas vá e curta a natureza. Sério, você não vai se arrepender.
  • Vá para quantos restaurantes puder! Hahahaha!
  • Use o site “Como Llego”, ele me ajudou muito! Se sobrevivi em BsAs foi por causa dele.
  • Os chinos são um amor! Mas os de perto da minha casa abriam quando queriam e eu acabava não conseguindo comprar as coisas sempre no mesmo lugar. Um dia eles estavam lá e no outro não estavam, como miragem!
  • Um meio muito comum de propaganda onde eu morava eram panfletos. Eles imprimiam vários e saiam colando nas portas das casas e prédios. Uma vez eu tava com fome e lembrei de uma pizzaria, mas não tinha o endereço ou telefone. E apenas sai andando na rua às 20h de um domingo pra pegar um panfleto colado na casa de alguém!
  • As frutas de lá são enormes, então vá com sua família toda para a comida não estragar (aqui eu poderia inserir uma história interessante sobre quando derrubei limões no cara do supermercado, ou então sobre o quanto o cara da balança do Coto era bem humorado – só que não -, ou sobre quando minha amiga derrubou um frango no chão e a mulher só faltou matar ela… Hahaha).
  • Melhor supermercado: Coto. Ele te conhece! (É o slogan deles e a mais pura verdade).
  • Fernet normal é ruim, mas o de menta é bom!
  • Lá tem muitos shows. Em restaurante, no meio da rua, no metrô. E isso era uma das coisas que eu mais amava naquele lugar… Porque as pessoas não só tocam e cantam… Elas tocam e cantam muito bem! Aproveitem isso, por mim.
  • Lá escurece umas 20h no verão. É lindo isso!

Processed with VSCOcam

Processed with VSCOcam

Depois disso tudo, só posso dizer mais uma coisa: vá!

Processed with VSCOcam

Muito obrigada por contar sua experiência, Jéssica! Com certeza foram dois meses muito gostosos e produtivos que você passou por aqui. E suas dicas foram muito boas! E sim, o pessoal é geralmente bem simpático e disposto a ajudar, ainda mais quando o turista pede com educação.

Bom, se você gostou das dicas da Jéssica e quer ver mais posts como esse, visite a categoria DICA DO LEITOR.

E você que já veio para cá, por que não mandou o seu relato ainda? Conte um pouco do seu roteiro e manda junto com algumas fotos para airesbuenosblog@gmail.com.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários

  1. Gabrielle

    Amei as dicas . Queria saber como fazer para encontrar um lugar para ficar por um ou dois meses.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *