táxi em buenos aires

7 coisas que você precisa saber sobre os táxis de Buenos Aires

Pegar táxi em Buenos Aires é algo super comum, pois além de barato, é uma ótima maneira de chegar até o seu local de destino batendo um bom papo em portunhol com o taxista. Por isso vamos falar sobre 7 coisas que você precisa saber sobre os táxis de Buenos Aires.

Mas atenção pois nem tudo é um mar azul quando se vai usar um táxi portenho, afinal malandro e picareta tem em todo lugar. Por isso recomendamos fortemente que você também leia o post Táxi em Buenos Aires: dicas para viajar tranquilo.

7 coisas que você precisa saber sobre os táxis de Buenos Aires

1. 1 táxi para 70 habitantes
No total Buenos Aires tem cerca de 70 mil motoristas de táxi e 38.400 licenças. Isso dá uma média de 1 táxi para 70 habitantes. Isso explica bem porque é tão rápido pegar um táxi no meio das calles portenhas.

2. Amarelo e preto
O clássico táxi portenho amarelo e preto não existia antes de 1967, antes disso cada carro tinha a sua própria cor. Foi nesse ano que adotaram o padrão de usar o amarelo na parte superior do carro e o preto na parte inferior. Bem melhor para reconhecer, não é mesmo?

taxi em buenos aires

3. O táxi fantasma
Já falamos sobre essa lenda no post 5 lendas urbanas de Buenos Aires. Mas, caso você não saiba, reza a lenda que há um táxi fantasma que ronda o Cemitério da Chacarita a à procura de uma novo passageiro. A história existe desde 1978, quando uma mulher foi achada morta em cima da tumba de sua mãe. Sim, ela pegou o táxi da morte. Dizem que até hoje esse táxi fica na fila de táxis perto do Cemitério. O carro é um Ford Falcon ou um Peugeout, não se sabe ao certo, e a placa é RIP666. Todos que pegam esse táxi começam a sentir um frio estranho que invade o corpo, até que esteja morto. Após a morte da vítima, o motorista o leva de volta ao lugar de onde partiu: o cemitério. Horripilante, não?

4. Como chamar um táxi na rua
O jeito portenho de chamar um táxi é diferente, sabia? Não é apenas esticar o braço de maneira espalhafatosa, isso vai denunciar o seu lado turista. A maneira certa é estender o braço e esticar a mão, porém na altura do quadril e não na altura do ombro, como fazemos no Brasil.

5. Monumento ao taxista
Um ícone tão importante da cultura portenha merece mesmo um monumento! Ele fica em Puerto Madero e é a estátua de um motorista com uma carteira típica da profissão na mão ao lado de um táxi. O carro é um Siam Di Tella 1500, modelo argentino lançado na década de 60 e bastante utilizado como táxi. Falamos sobre isso e sobre outras histórias no post 5 lendas de Buenos Aires que você precisa conhecer.

6. Assuntos preferidos para charlar
É de praxe, a maioria dos taxistas puxa assunto sobre futebol ou amor, afinal Buenos Aires transpira paixão! Sabe aquele amor melado? É o preferido dos taxistas portenhos. Quando o taxista perceber que você é brasileiro, a conversa então vai ser futebol, com certeza ou de alguma ex-namorada que eles tiveram no Mato Grosso e por aí vai. Alguns falam também de política, mas é bom já estar preparado para falar de amor ou futebol!

7. Táxi Balada
Quando se fala em táxi portenho, o céu é o limite! Então, por que não entrar em um táxi que mais se parece com uma discoteca? Tem musica electro-house, globo espelhado e até luzes que seguem o ritmo da música! É muita festa para um táxi só! O motorista é o Ángel, mas seu carro é conhecido como “el taxi de la noche portenha”, foi ele quem inventou essa nova “modalidade” para o seu táxi.

Créditos da imagem de destaque: Shutterstock

Para comprar ingressos, transfer e passeios, conheça a parceria Aires Buenos + Turistando Buenos Aires, um atendimento feito por brasileiros.

Confira todas as nossas dicas de hotéis em Buenos Aires. São vários posts com resenhas, melhores bairros e muitas outras dicas.

Se está planejando sua viagem para Buenos Aires, não deixe de contratar um bom seguro viagem. Ninguém espera que algo aconteça, mas vai que acontece. Melhor estar prevenido, não é?!

COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM AQUI >>

E não deixe de conferir todos os passeios e ingressos que poderá comprar com antecedência. 😉

 

3 comentários

  1. Rafael

    Os taxistas de lá costumam cobrar adicional por malas, e alguns até por mochilas quando vê que é turista. E a noite, tem que ficar de olho, principalmente quando saem de um Tango ou de uma balada, pois, aumentam o número de taxistas pilantra, falam que no meio das notas tem uma nota “rota”(danificada). Na verdade é uma nota falsa que o fdp com o carro escuro está te devolvendo. Tem que ficar de olho e por garantia fotografe o numeros da cedulas que vai entregar e também dos dados do motorista que fica atrás do banco do carona.

  2. Irenice

    Eu preciso saber como faço pra entender como vou levar Real e converter em peso ou dólar.Minha dúvida É Grande .Me ajude por favor.O nosso real lá Vale alguma coisa?

    • Oi, Irenice! Temos um post sobre isso, é só escrever “dolar” na busca aqui do blog (onde tem a lupa) que ele aparece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *