Viajando sozinha por Buenos Aires – Dica do leitor

Gente, vocês não sabem a felicidade que eu sinto quando recebo uma dica do leitor de alguém que conheceu, e consequentemente amou, a cidade através do Guia Básico de Buenos Aires – O que fazer em 4 dias! É muito bom saber que de alguma forma fui importante para essa viagem. A Sabrina comprou o guia e hoje vai nos contar sobre sua aventura por Buenos Aires. Ela veio para cá sozinha e aprovou a experiência, não é mesmo, Sabrina?

Se você ainda não conhece nossos roteiros, além do  Guia Básico de Buenos Aires – O que fazer em 4 dias, nós temos também o  Guia Lado B dos pontos turísticos em Buenos Aires. Esse último é para você que quer conhecer os pontos turísticos menos tradicionais da cidade ou para quem está fazendo uma segunda viagem para cá!

Viajando sozinha por Buenos Aires – Dica do leitor

dica_do_leitor_3

Vou contar pra vocês a minha experiência de seis dias nessa cidade incrível. Viajei sozinha porque sentia que precisava disso para me conhecer melhor e não me arrependi um segundo dessa decisão. Quando você viaja sozinha, consegue observar em detalhes e com mais calma tudo ao seu redor, dá uma sensação de liberdade e isso é incrível! Se você está em dúvida se viaja ou não para algum lugar porque irá sozinha, tire essa dúvida da cabeça, vai sim, se joga, vale a pena!

Bem, em primeiro lugar planejei bastante e com alguns meses de antecedência a minha viagem. Por isso deu tudo tão certo! Coincidentemente foi a minha estreia em viagens internacionais, primeira vez que peguei um avião, a primeira vez que viajo “pra longe” sozinha. Preferi alugar um apê ao invés de ficar em hotel ou hostel. Como viajava sozinha achei mais seguro, e não foi caro, paguei 600 reais por seis dias em Palermo Soho. Pela localização esse é um preço ótimo, afinal Palermo é incrível. É perto de tudo e um bairro supertranquilo, cheio de restaurantes e verde por todo lado.

Segui o roteiro Básico do Aires Buenos, que foi essencial para ajudar a me organizar, obrigada Túlio, foi muito útil! Fiquei seis dias, fui dia 6 de fevereiro e voltei dia 12. Cheguei pelo Ezeiza e lá meu anfitrião, dono do apé em que fiquei estava me esperando. Depois de instalada, como já era fim de tarde, decidi ficar por Palermo mesmo, e a primeira visita foi ao Distrito Arcos, shopping recém-inaugurado e que tem um post super legal aqui no blog. O shopping fica a uma quadra do apartamento, por isso virou minha referência. Um ótimo lugar pra sentar, tomar um café, lá tem Starbucks, como em quase cada esquina de Buenos Aires, rsrs!

Mais tarde fui desbravar o bairro e me perdi nas ruas lindas de Palermo. De repente me dei conta que estava na Rua Jorge Luis Borges e, com o Guia na mão, lembrei que era a rua do Burger Joint, que já estava nos meus planos visitar. É um lugar super descolado, com banheiros decorados e um ambiente bastante agradável, cheio de jovens. Tomei uma cerveja artesanal, o hambúrguer da casa com batatas fritas e gastei 105 pesos. Ah, falando em dindim, troquei o real por 4 pesos (com Jorge, dono do apê), o oficial no Banco La Nación estava 3,30, em fevereiro de 2015. E troquei outra parte com o Rafa, um amigo brasileiro que mora lá, por 4,30. Então, tudo que eu gastava em pesos, eu dividia por quatro, para calcular quanto seria em real.

dica_do_leitor_2

Sábado tinha combinado com o Rafa de turistar comigo. Aí, seguindo o Guia, começamos pelo Centro. Puerto Madero, lindíssimo, caminhamos pelo bairro e depois fomos até a Casa Rosada. Fizemos o passeio guiado gratuito. Achei muito bom, super recomendo! Você conhece um pouco da história da Argentina e das belíssimas instalações da Casa onde a Cristina Kirchner despacha.

dica_do_leitor_5

Depois visitamos a Catedral, onde o Papa Francisco realizava as missas. Em seguida andamos pela Florida, onde a cada 5 segundos passava alguém gritando câmbio e quando percebia que falávamos em português, só faltava pular nos nossos pescoços, rsrs. Mas foi de boa, é só não dar confiança e continuar andando. Almoçamos na Galerias Pacífico, comi um prato de massa com refri e gastei 85 pesos. Então, caminhando pela Av. 9 de julio passamos por algumas livrarias (aliás, BsAs tem muitas), comprei dois livros a 60 pesos. Livros lá são muito baratos, quem compra 2 livros novos no Brasil por 15 reais?

Seguindo pela Av. 9 de julio chegamos ao Obelisco, depois de algumas fotos peguei o metrô para casa. Detalhe: logo no primeiro dia adquiri o cartão subte (bilhete único de transporte) por 25 pesos e coloquei 50 pesos de crédito, não andei de táxi em BsAs, só de metrô e ônibus e é super tranquilo e barato. Tarjeta subte você encontra em qualquer kiosko ou no próprio metrô.

dica_do_leitor_7

Só tive a companhia do meu amigo brasileiro no primeiro dia, nos outros dias fui sozinha, desbravei a city com a cara e a coragem. Domingo, seguindo o roteiro do Aires Buenos, foi a vez da feirinha de San Telmo, onde tirei a famosa foto com a Mafalda, que eu adoro! Aproveitei e comprei algumas lembrancinhas para os amigos brazucas. Almocei no Vintage Bar, que tem um atendimento muito bom. Comi milanesa à parmegiana com papas fritas, estavam uma delícia! Gastei 180 pesos mais 20 da propina (gorjeta).

dica_do_leitor_4

Em seguida peguntei como fazia para pegar o ônibus 29 que levava ao Caminito. Por sinal, os argentinos foram sempre muito simpáticos e solícitos comigo, sempre educados ao dar informações. Peguei o 29 e em 15 min estava no Caminito. Como o bairro no domingo é cheio de turistas, é tranquilo, só ficar de olho aberto, que daí nada acontece. Não consumi nada por lá, pois achei tudo muito caro. Depois fui caminhando até o estádio do Boca, la Bombonera, que sonhava conhecer. Já que sou apaixonada por futebol, as visitas aos estádios do Boca e do River não podiam faltar no meu roteiro. Fiz a visita guiada pela Bombonera por 110 pesos. Vale a pena pra quem curte.

dica_do_leitor_6

Na segunda-feira, visitei a livraria El Ateneo, um lugar belo e tranquilo em meio ao caos do centro. Fui andando pela Rua Callao por oito quadras até chegar no Cemitério da Recoleta. Lá eu não fiz a visita guiada, aí fiquei meio perdida, mas consegui encontrar o túmulo da Evita, que é bem escondidinho e bem modesto diante de algumas sepulturas enormes e que chamam bastante atenção. Depois passei no Buenos Aires Design, um shopping que fica perto do cemitério, para dar uma descansada. Fui conhecer a Floraris Generica, que estava em reforma, mas mesmo assim, valeu uma foto.

Terça-feira foi a vez da visita ao Museu e Estádio do River Plate, a visita guiada, assim como a do Boca, custou 110 pesos. Podemos chegar bem perto do campo e ainda visitamos os vestiários, bem legal. Na volta parei na Rua Lacroze, em Belgrano, e almocei no Forest Gump (90 pesos), em seguida passei na sorveteria Jauja, o blog falava tanto desse sorvete que não podia deixar de experimentar e olha, realmente é uma delícia. Pedi uma bola de dulce de leche, uma de banana e outra de chocolate com brownie. De comer rezando! Tudo custou 45 pesos. Peguei o subte pra Palermo, desci na estação da Plaza Itália e fui ao zoológico, um lugar bem bacana e tranquilo, a entrada é que foi meio salgadinha: 140 pesos. Mas valeu a pena. Mais tarde fui a um barzinho na Plaza Serrano com um amigo portenho que conheci na livraria Ateneo. Tomamos algumas Quilmes e petiscos, nossa conta ficou em 450 pesos. Para dois achei o preço até razoável.

dica_do_leitor_9

Na quarta-feira fiquei por Palermo para conhecer os famosos parques: Rosedal e Jardim Japonês. O Rosedal é gratuito e a entrada do Jardim Japonês estava 50 pesos. Bons lugares para refletir, pensar na vida e ainda tirar belas fotos! No fim da tarde, voltei ao centro para conhecer o Café Tortoni e, depois do lanche, fui para a Plaza de Mayo e fiquei sentada na praça, como os portenhos adoram fazer, aproveitando a calmaria. Em seguida, na volta para casa de metrô, ainda apreciei a apresentação de um dos milhares de artistas que ficam cantando durante a viagem, bem bacana.

No meu último dia em BsAs, como havia economizado bastante, sobrou alguns pesos e fui às compras. No centro, passei na Look Farmacity, uma espécie de filial da famosa farmácia, mas que só vende cosméticos, cremes e perfumes. Comprei algumas coisinhas e andando pela Av. de Mayo comprei alfajores e dulce de leche. Voltei de metrô para o apê e usei os serviços de taxi pela primeira vez na volta para o Ezeiza, gastei 330 pesos até o aeroporto e lá mais 80 pesos com um lanche.

Bem, esses foram meus dias em Buenos Aires, um período incrível numa cidade linda. Os portenhos são na deles, mas muito tranquilos, atenciosos e adoram os brasileiros. A nossa rixa fica no campo do futebol mesmo, já que pra eles não podemos nem sonhar em dizer que Pelé é melhor que o Maradona, porque o hermano é “de outro planeta”. Rsrs!

Don’t cry for me Argentina, pois eu voltarei com certeza! E muchas gracias Túlio e Aires Buenos, os guias fizeram toda a diferença na minha viagem e me ajudaram bastante! Besos!

dica_do_leitor_8

Sua viagem foi realmente muito gostosa e eu com certeza compartilho da ideia de usar transporte público. Além de barato é uma boa forma de conhecer a cultura da cidade. E você está certa Sabrina, a rivalidade entre Brasil e Argentina é apenas no futebol, os dois povos são muito simpáticos e sempre dispostos a ajudar, principalmente se for um turista perdido!

Gostou do relato e quer ver mais? Confira nossa categoria DICA DO LEITOR.

E se você já veio para cá, mas ainda não compartilhou sua experiência aqui no blog, não se acanhe! Vamos amar saber da sua viagem. Por isso mande seu relato com algumas fotos para airesbuenosblog@gmail.com.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

45 comentários

  1. Túlio, irei para BsAs no feriado da Semana Santa com minha esposa e mais um casal de amigos. Seu blog está sendo minha referência para planejar a viagem. Montei um roteiro e gostaria que vc desse uma olhada, dicas e sugestões:

    Dia 3 – Sexta-feira
    14:20 – Chegada em Ezeiza
    16:00 – Check in Art Hotel
    17:00 – Café Tortoni (comprar entrada Tango) / Passeio rápido pela Plaza de Mayo e região
    22:00 – Tango no Café Tortoni

    Dia 4 – Sábado
    Dia – Calle Florida / Pegar Buenos Aires Bus / Rodar pela cidade
    Noite – Frank’s Bar ou Floreria Atlantica (qual vc recomenda?)

    Dia 5 – Domingo
    Dia – Caminito / Tour em La Bombonera / Feira de San Telmo / Caminhar pela Recoleta
    Noite – Palermo, jantar em algum restaurante (qual vc indica?)

    Dia 6 – Segunda
    Dia – Parques de Palermo / Almoço La Cabrera / Compras Villa Crespo
    Noite – Embarque no Aeroparque

    Obrigado e parabéns pelo seu trabalho!!! Abraços!

    • Túlio Bragança
      Author

      Tá tudo beleza. Sugiro o Floreria Atlantico que esta no centro. No dia que vc for pra Palermo pode ir no Franks. Jantar sempre recomendo o Burger Joint! Ou massa no Il Ballo de Mattone

      • samia

        Túlio, tudo bem? Fui em agosto fazer um curso da escola Aletheia. Sou professora. Apreciei muito a cidade é comprei um vôo é hotel para outubro. Ficarei eu e Deus por três dias aí. Você me indica lugares imperdíveis??? Conheci o city tour e o Senhor Tango. Mais nada! Não deu tempo.

  2. Guilherme

    Sensacional.
    Gata e vascaina.
    Vacilei em não levar o manto quando pisei no gramado do River. Copiarei sua idéia logo Sabrina.
    E claro, farei o tour com o Aires Buenos.

    • Legal Guilherme, faça sim!! Meu roteiro foi todo baseado no Guia..útil demais!! Muito boa a sensação de pisar no estádio que o Juninho fez “aquele” gol tão importante pra nós 😉

  3. Edinalva Magalhaes

    Legal demais sua viagem Sabrina! Senti uma saudade enorme de Buenos Aires ao ler seu roteiro, dos passeios, de simplesmente andar pelas ruas lindas de Palermo!

      • Vinicius Drummond

        Obrigado Sabrina!!

        Setembro ainda kkkk

        Ja estou sonhando com o Burger Joint, adoro hamburguer!

        Vou em lua de mel hehe

        • Passa rapidinho..rs Bom se planejar com antecedência mesmo!! Vcs vão amar..o Burger Joint é um ambiente muito bacana..eles adoram os brasileiros..vão curtir muito a Lua de Mel em BsAs..depois envia o relato pra cá!! =D

  4. Belíssimo relato Sabrina. Estarei, juntamente com minha namorada, indo para Buenos Aires nesta próxima sexta, e ficarei por 10 dias. Já anotei algumas dicas do seu relato, bem com outras tantas aqui no blog Aires Buenos, mas te pergunto … Este seu amigo, Rafa, que mora lá, faz câmbio de Reais por Pesos? Se faz, tem como informar o contato dele?

    Agradeço e desejos novas e belas viagens a aventuras.
    Abraços.
    Alexandre Ritter

    • Oi Alexandre, que bom que curtiu!! Fico feliz que meu relato tenha ajudado e que possa aproveitar as dicas. Então, o Rafa não faz câmbio não..rs Ele fez pra mim pq ele estava precisando de reais para vir ao Brasil. Tive a sorte do meu amigo me ajudar nessa troca. Não conheço nenhuma casa de câmbio lá, mas aqui no Blog mesmo se você procurar tem relatos e dicas do Túlio sobre câmbio e lugares legais pra trocar 😉 Boa viagem, aproveite!!

  5. Oi, fiquei em buenos Aires e gostei muito da cidade, só teve um ocorrido que eu não gostei que foi a paralização que com isso eu perdi o voo que ia para meu estado no piaui e vou pagar mais de 2 mil reais para fazer remarcação de passagens, hospedagem e comida! Queria saber com vocês o que vocês me aconselharia a fazer, por que eu sei que a companhia não tem nada haver com a paralização, mais eu também não tenho e não posso ser lesada dessa forma, vim passar minha lua de mel e vou levar pra casa um prejuízo de mais de 2 mil reais!! Me ajudem por favor .

  6. Bom dia

    Vou pra lá no dia 26 de Abril, quem foi recentemente consegue me informar a média em pesos que vou gastar com alimentação por dia para duas pessoas, incluindo janta e almoço. Valeu!!!

  7. Fernando

    Sabrina, estarei indo agora em maio e se tiver alguma informação sobre lugares para fazer o câmbio que valham a pena, aceito a dica. Parabéns pelo relato. Farei como você a minha viagem…sozinho. rsss

  8. Gente, irei pra Buenos Aires em outubro e ficarei 05 dias! Chego pelo aeroparque (já me falaram que é bem pequeno) e retorno pelo Ezeiza (me falaram que é um mundo)! Irei sozinho e estou me acalmando a cada blog que visito sobre o tema Viajar sozinho a buenos Aires!

  9. Vanessa Farias

    Olá! Estou indo no fim de outubro e também sozinha.. suas dicas fizeram a diferença para o meu roteiro. 🙂

  10. Lili

    Estive na Argentina no ano passado, passei 10 dias em Hurlinghan, ainda visitei Lugan, mas quero voltar para conhecer Buenos Aires, e farei a viagem sozinha, e quase passei o mesmo sufoco que Socorro onde relato um prejuízo, pois voltei um dia antes, mas graças a Deus tudo ocorrido bem, adorei a Argentina.

  11. Adorei as dicas! Estou planejando a viagem com o noivo. Gostaria de dicas onde encontrar ap para alugar! Vocês teriam contatos de pessoas que alugam?
    Ou até mesmo o contato do ap que a Sabrina alugou.
    Grata!

  12. Olá Sabrina Souza, apreciei muito sua estadia em Buenos Aires, voce pode informar como faz pra conhecer os 2 estádios, com quem precisa falar? Tem que comprar a visita antecipada? Qual melhor época do ano pra ir lá, quando não chove…para eu me programar, e por que voce nao fez o passeio de gôndola?…um bj…. Solange

    • Solange, só vi agora suas perguntas. Sorry!
      Para conhecer os estádios é muito simples. Não precisa marcar nada. Só chegar e comprar, na hora, o ticket.
      Na época que fiz a visita gastei 110 pesos, em cada estádio, pela visita guiada, hoje, algo em torno de 22 reais.
      Sobre a melhor época para ir, bem…se você gosta de calor, ir em janeiro ou fevereiro é uma boa pedida..temperatura, nessa época é semelhante ao Rio, com dias ensolarados e pouca chuva. Se você prefere frio, lá pelos meses de julho, agosto é ideal.
      Não fiz o passeio de gôndola..na verdade nem sabia que tinha..rs Espero que minha resposta te ajude. bjusss

  13. Celso

    Oi Sabrina, estou programando uma viagem sozinho para Bunenos Aires, para meados do mes que vem. Eu nao falo espanhol, vc acha que vou ter muita dificuldade?
    Adorei as suas dicas e roteiro.

  14. Jônatas

    Irei para Buenos Aires em Julho de 2017. Será minha primeira viagem à capital portenha. Não sei como me programar. Pretendo ficar uns 5 dias. Gostaria de obter dicas dos colegas que já foram lá. Quero apreciar a cidade gastando moderadamente; se faz necessário os lugares e serviços com os valores mais amigáveis :-). Se puderem me ajudar, ficarei imensamente agradecido.

  15. Boa Noite. Curti muito está página de vocês. Será minha primeira viagem sozinha mês que vem Fevereiro/ 2017, época de carnaval. Confesso que o medo está indo comigo, mas vamos lá rs. Sabrina me ajudou muito a fazer meu roteirinho dos meus dias. Não conhecia nada e nas pesquisas e dicas que vejo tem me ajudado. Quero apreciar a cidade e gastar moderado. Vale a pena pegar mais Ônibus do que taxi a custo beneficio ? Se alguém estiver indo para lá mês que vem me mande um e-mail, souza_brunaalvesde@hotmail.com.

  16. Priscilla

    Olá, Túlio. Vou aamanhã a trabalho para Buenos Aires, mas chego na quarta e terei a noite livre. Ficaremos hospedados no Sheltown. Sabe de algo bacana para fazer próximo de lá? Obrigada!

    • Túlio Bragança
      Author

      Calle Reconquista tem muitos bares. Ali perto tb tem bares ótimos como Floreria Atlantico e o Pony Line

  17. Mayra Souza

    Adorei o post! Sabrina acabou com meu medo de viajar sozinha. Aires Buenos está sendo minha referência para viagem que farei em junho, o blog é maravilho!
    Sabrina, esse AP fica próximo a metro? Também vou sozinha e gostei da sia idéia, pode me passar o contato do proprietário?
    Abraços Tulio e Sabrina

  18. Adla Ledo

    Túlio, me ajuda por favor. Estou planejando ir pra Buenos Aires ano que vem e estou com muito medo, pois nunca viajei de avião e não sei como fazer todo o procedimento e além de tudo irei sozinha. Todos os voos que pesquisei fazem escalas longuíssimas em São Paulo. Não sei se desisto da viajem ou não, o que faço?

    • Túlio Bragança
      Author

      Adla, confie em vc. Qualquer pessoa consegue, não tem pq ficar assim. Sobre a escala, depende muito de onde vc está saindo do Brasil. O aeroporto de Guarulhos é o principal do Brasil, por isso é comum que vários voos façam escala por ele. Acho que vale a pena sim a aventura!

  19. karen Jamile viana de sousa

    Estou planejando uma viagem sozinha, para Buenos Aires, gostaria de dicas, locais bacanas p conhecer, para montar um roteiro???

  20. Flaviana

    Olá, fiquei surpresa em saber que tantas pessoas planejam viajar sozinhas, pois eu estou planejando isso, e estava achando que era muita “ousadia” minha rs. Então, queria saber por que não ficar nos hostels, albergues e sim procurar um ap para alugar? Minha pergunta é pq, acho eu, nos hostels vc pode conhecer outras pessoas (já que irá sozinho) e vc pode tirar alguma dúvida com as pessoas que trabalham no local. Como ainda estou no planejamento, é só para alguém, quem sabe, dar uma luz! 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *