Zoo Lujan – Buenos Aires

Quem deseja ir em um zoológico durante sua viagem por Buenos Aires normalmente procura o Zoo Lujan, principalmente agora que o Zoológico de Buenos Aires se transformou em um Ecoparque e eles deixaram de hospedar animais.

O Zoo Lujan fica fora de Buenos Aires, cerca de 70 km de distância. O local é conhecido por permitir que os visitantes entrem nas jaulas do leão, tigre e também tire fotos com eles. Nós fizemos o passeio com o pessoal do Turistando Buenos Aires, mais info sobre eles no fim do post.

Zoo Lujan – Buenos Aires

O Zoo Lujan abre às 9h e a van do pessoal do Turistando Buenos Aires foi uma das primeiras a chegar. De maneira geral o local estava bem tranquilo. Acredito que nos finais de semana lá fique mais cheio, mas, como fui durante a semana, foi tudo bem calmo e peguei poucas filas.

A van nos deixa na rua principal do zoo, bem próximo ao local para tirar fotos com os filhotes de leão. Eles são super fofos, alguns querem brincar com o seu cabelo, etc, e em todas as jaulas as bolsas devem ficar longe dos animais. E mesmo estando longe, alguns filhotes de leão vão até elas para brincar, principalmente nas que têm pompons e outros penduricalhos, parecem verdadeiras crianças.

Logo ao lado havia a jaula do leão. Ele fica andando de um lado para o outro dentro da jaula e o instrutor explica que você deve ficar ao lado do leão, o acompanhando enquanto anda. Pode passar a mão na juba e fazer carinho, ele continua andando normalmente. Quando entrei na jaula deu um certo medinho pois o leão começou a rugir e eu como jornalista não sei o que isso pode significar. Pode ser nada ou pode ser ele dizendo que está com fome enquanto olha para mim, rsrs!

Depois de tirar alguns fotos e andar um pouco pelo zoológico encontrei a parte dos coelhos, achei muito legal! Você pode entrar e brincar com eles. A mesma coisa na parte dos filhotes de cabras. Foi uma das partes que mais gostei! Você pode dar comida para eles e sair correndo atrás, feito criança!

Outro animal que gostei bastante foi do elefante, você também pode dar comida para ele e tirar algumas fotos. Na parte do camelo eu até tirei uma selfie com ele, o cuidador era muito simpático. Vi de longe outros camelos do zoo, e como estava frio eles estavam com um cobertor na corcova. Nunca poderia imaginar que era assim que eles se mantêm quentinhos.

Tirei algumas fotos com as zebras também e depois fui ver o macaco, ele fica numa jaula sozinho e consegui fazer um pouco de carinho nele, ele pareceu ser bem simpático e calmo. Tem outra parte bem legal, que é o aviário. Você pode entrar lá dentro e tem vários papagaios e araras e outros pássaros soltos que ficam gritando. O barulho incomoda um pouco, mas são aves e pareceram amar conversar entre si!

Depois de um tempo encontrei a jaula do tigre com uma pequena fila. Foi a única fila que tive que pegar e fiquei vendo como as coisas funcionavam enquanto esperava para entrar. Normalmente entra um grupo de 3 ou 4 pessoas e nesse dia havia 3 tigres na jaula. Um estava dormindo, outro estava deitado e outro estava em uma mesa e os turistas davam mamadeira com leite para ele. Depois de um tempo o tigre que estava tomando mamadeira foi dormir junto com o outro e então sobrou só um para tirar foto e dar mamadeira. Foi bem tranquila essa parte, só da um pouco de medo quando ele lambe a sua mão, afinal é um tigre.

Lá tem alguns quiosques que vendem lanche e também um restaurante para quem quer comida. Eu pedi uma pizza com suco de laranja. Sendo sincera, não estava muito bom, era dessas pizzas que você faz em casa, mas o preço era bem baixo, então não dá para esperar muito mesmo.

Nas jaulas dos animais mais procurados há fotógrafos profissionais que tiram suas fotos e te dão uma senha para quem quiser comprar na lojinha.

Um ponto que achei bem desagradável foi a parte da gorjeta. Em algumas jaulas, como a do leão e do tigre, os cuidadores literalmente pedem gorjeta, a maioria dá, mesmo brasileiro não estando muito acostumado com esse tipo de coisa, afinal você já pagou para entrar, porque tem que dar mais dinheiro? Eu, como sou mão de vaca, me passava de desentendida e ia na direção do animal direto, rsrs! Outro exemplo é que você pode ver o urso, mas para dar comida para ele paga a parte.

A maioria das pessoas que estava lá era brasileiro, vi apenas duas famílias de argentinos. Existe muita polêmica em relação ao Zoo Lujan, que eles dopam os animais e etc. O que a guia explica é que os tigre e leões cresceram com cachorros e são muito dóceis. Os que não são dóceis eles não deixam em contato com o público. Além disso eles resgatam muitos animais de outros zoológicos que fecharam e circos também.

Há diversos veterinários que já foram lá e não viram nada de mais, apenas animais dóceis e acostumados com a presença de humanos. Mas há muitas pessoas que acusam o local de dopar os animais, afinal são animais selvagens e não é da natureza deles posar para as fotos e lamber leite da mão de humanos. Eu realmente não tenho como confirmar nenhum lado, não estudei para isso e não tenho a mínima bagagem para dar um veredito. Se você for lá vai poder fazer milhões de perguntas para os cuidadores e dar sua opinião. Eu sinceramente não sei, espero de coração que eles não sejam dopados, porque eu dei leite para o tigre e ficaria muito triste em saber que ali dentro tinha algum tipo de calmante!

A ida ao Zoo Lujan foi oferecida pelos nossos parceiros da Turistando Buenos Aires. Para reservar esse ou qualquer outro passeio com eles mande um email para info@turistandobuenosaires.com. Eles também oferecem transfers, show de tango e diversos outros passeios por Buenos Aires e arredores!

O endereço de lá é Autopista Acceso Oeste, KM 58, Luján, Buenos Aires.

Você também pode ir de carro (há estacionamento no local) ou de ônibus, com a linha 57. É um ônibus vermelho, linha Lujan-Palermo. Ponto final: Av. Sarmiento (em frente ao centro de exposições La Rural, ao Zoo de Palermo e a estação de metrô Plaza Italia, da Linha D). O ideal é já avisar ao motorista que você vai saltar no Zoo de Luján. O valor da passagem só pode ser pago com o cartão SUBE. Não aconselhamos ir com crianças pois o trajeto é longo e dependendo do horário os ônibus estão cheios.

O valor da entrada é 500 pesos para não residentes e 250 pesos para residentes com DNI (valores de outubro de 2017). Menores de 2 anos não pagam e o local está aberto todos os dias.

Para mais informações, consulte o site do zoológico: http://www.zoolujan.com/

*A Turistando Buenos Aires é a única parceira do Aires Buenos quando o assunto é turismo receptivo na capital argentina. Ao contratar a Turistando Buenos Aires, o Aires Buenos ganha uma comissão pela indicação, que é essencial para manutenção do nosso site. Só assim temos notícias frescas, vídeos bem produzidos e conteúdo criativo e original sobre Buenos Aires. Selecionamos a dedo nossos parceiros, sempre empresas com reputação excelente, estabelecidas no mercado e que tragam preços competitivos para nossos leitores. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários

  1. Oi Juliana , muito bom as informarçoes do Zoo …obrigado… apenas uma duvida , nao achei uma maneira de comprar o ticket no site , tem que comprar nas bilheterias então ?

Curtiu? Comente aí!