3 coisas que você precisa saber antes de trocar dinheiro no paralelo em Buenos Aires

Trocar dinheiro no paralelo vale a pena?

Muita gente vem perguntando isso e pedindo algumas indicações de lugares confiáveis para trocar seus reais ou dólares por peso no mercado paralelo. Afinal por esse meio seu dinheiro pode render até 40% mais na Argentina

No início do cepo cambiario, que é praticamente uma proibição de compra e venda de moeda estrangeira por argentinos sem autorização, eu ficava um pouco com o pé atrás com isso. Parecia uma coisa do submundo, das sombras, mas com o tempo tudo começou a ficar super claro. O governo faz vista grossa total. Só caminhar na Calle Florida para ouvir a cada 10 passos alguém oferecendo câmbio com taxas muito mais atraentes. Já tivemos muita gente que falou que trocou na boa, mas antes de você pensar nessa opção, aqui vão três coisas que você precisa saber!

dolar paralelo

1. Quando você troca no paralelo você não pode destrocar seus pesos por reais no fim da viagem.

Trocou real no paralelo e sobrou dinheiro no fim da viagem? Sua única alternativa é torrar essa grana no freeshop do aeroporto. Esqueça! Você não vai conseguir trocar esses pesos por reais em nenhum lugar. Oficialmente você só conseguiria isso se tivesse algum comprovante da troca inicial de uma casa de câmbio oficial e no paralelo ninguém quer peso. No Brasil as casas de câmbio pagam valores risíveis pelo pesos. Calcule muito bem para não voltar pra casa com um dinheiro morto.

2. Você não tem nenhum comprovante dessa operação

Quer um papelzinho que comprove que você trocou real por peso por algum motivo? Esqueça! Você está fazendo uma operação ilegal, como é que alguém vai querer dar um comprovante disso? Se você vem a trabalho e precisa comprovar que trocou a grana, o paralelo não é pra você.

3. Em caso que dê algo errado você não tem ninguém para apelar.

Conte bem as notas e olhe bem para elas. Não vai adiantar nem ir para polícia depois reclamar se alguém passou alguma nota falsa. Se bem, é bom ressaltar, que todo dia recebemos comentários no blog e ninguém até o momento relatou que recebeu nota falsa no paralelo. Às vezes acho que dá pra confiar mais nos doleiros do que nos próprios taxistas da cidade. Mas enfim, se algo acontecer de errado, babau!

Quer trocar no oficial mesmo? As melhores opções são no Banco La Nación, presente no Aeroporto de Ezeiza e no Aeroparque, ou nas casas de cãmbio da região da Calle Florida, esquina com Sarmiento.

Quer saber se é melhor levar pesos ou dólares para Buenos Aires? Temos a resposta nesse post.

E onde trocar dinheiro no paraleo em Buenos Aires? Deixo para os leitores deixarem nos comentários suas indicações!

E não viaje para Buenos Aires sem o nosso super guia: várias dicas organizadas para facilitar a sua vida, além de um roteiro dia-a-dia, com mapa e como chegar aos lugares. 😉

guia de buenos aires turista profissional

Confira todas as nossas dicas de hotéis em Buenos Aires. São vários posts com resenhas, melhores bairros e muitas outras dicas.

Se está planejando sua viagem para Buenos Aires, não deixe de contratar um bom seguro viagem. Ninguém espera que algo aconteça, mas vai que acontece. Melhor estar prevenido, não é?!

COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM AQUI >>

E não deixe de conferir todos os passeios e ingressos que poderá comprar com antecedência. 😉

148 comentários em “3 coisas que você precisa saber antes de trocar dinheiro no paralelo em Buenos Aires”

  1. Quanto esta pra trocar real no paralelo atualmente na calle Flórida

    Responder
  2. Olá, Túlio! Tudo bem? Super obrigada pelo seu blog, pois me ajudou muito sobre o que fazer quanto ao câmbio! Gostaria de fazer-lhe uma pergunta talvez fora do contexto da página, mas que tem me deixado aflita: pretendo estar aí no início de dezembro/2017, e como estarei com crianças pequenas preciso saber se realmente a idéia de alugar um carro é muito ruim, por conta do trânsito estressante e da dificuldade em estacionar o veículo. Já estive em Buenos Aires antes, mas sempre utilizei o transporte público! Vou me hospedar na Recoleta, próximo ao cemitério. O que vc me recomenda? Obrigada desde já!

    Responder
    • O trânsito em Buenos Aires é sim mais estressante que algumas cidades brasileiras. Não recomendamos alugar carro pois o táxi é bem barato em Buenos Aires, e também há a opção do Uber. E é tranquilo pegar o transporte público com crianças, é só evitar a hora de saída e entrada no trabalho, é que quando eles ficam mais cheios.

      Responder
    • Julliana, temos uns 4 posts sobre Cordoba. Na calle 25 de mayo lá tem varias casas de cambio, bem no cntro

      Responder
  3. Olá Túlio, estou indo para Buenos Aires na próxima segunda-feira, sabe me dizer a melhor casa de cambio e o valor do real/peso?
    Tenho acompanhado o câmbio no Alpe e banco Piano.
    Obrigado!!!

    Responder
    • Ricardo, dá uma olhada no nosso post de casas de Cambio. Geralmente a Alpe é a melhor

      Responder
  4. Boa tarde! Em relação ao BUQUEBUS??? Compro a passagem pela internet ainda pelo Brasil ou compro na hora??? Vou no final do ano passar a virada. O que você me sugere?

    Responder
    • Pedro, é bem melhor vc comprar antes. As passagens do Buquebus funcionam como passagens de aviao. Quanto mais perto da data, mais caras ficam. Além disso nessa época a procura é grande, muitos argentinos indo pro Uruguai. Nao deixe para última hora.

      Responder
      • Obrigado pela agilidade na resposta, amigo! Boa noite. Já ouvi dizer que o estádio do Boca é perto do Monumental. Gostaria de visitar os dois. Sugere alguma forma de deslocamento prezando a segurança??? Acho que não seria muito legal pedir informação na Bombonera em relação ao Monumental rsrsrs

        Responder
        • Pedro, o mercado paralelo hj anda bem morto e nao compensa muito. Antes que a diferença pro oficial era enorme.

          Sobre os estádios, essa informação que te passaram está bem errada. Eles estão em lados opostos da cidade, 15km de distância. Recomendo ver um de dia e o outro de noite. Procure aqui na caixa de busca, pois temos posts comparando os dois museus.

          Responder
      • Uma outra dúvida: esse post sobre o mercado paralelo é bem antigo e pelo que vi em comentários acima, o jogo virou. Sabe informar a quanto os bancos estão comprando o real e se ainda há alguma vantagem​ de troca no mercado paralelo???

        Responder

Deixe um comentário