5 lendas urbanas de Buenos Aires

A cultura portenha é muito vasta e cheia de curiosidades. Para ampliar um pouco o seu conhecimento sobre essa cidade tão linda e encantadora, hoje vamos falar sobre 5 lendas urbanas de Buenos Aires. É uma história mais assombrosa que outra… Quem sabe você não presencia alguma aparição do além?! Rsrs!

Lembrando para quem está com viagem marcada para Buenos Aires que nós temos dois guias de viagem em PDF para você não precisar se preocupar com o seu roteiro. São quatro dias completos de viagem, com passeios, restaurantes, transportes e inúmeras dicas! O mais tradicional é o Guia Básico: 4 dias em Buenos Aires e o mais diferentão, com passeio alternativos é o Guia Lado B dos pontos turísticos de Buenos Aires .

5 lendas urbanas de Buenos Aires

1. A tragédia esportiva na porta 12 do estádio Monumental
O estádio do River Plate é um ponto turístico conhecido na cidade. Mas muitos desconhecem a lenda urbana que ronda aquele lugar. Tudo começou na partida entre os rivais Boca Juniors e River Plate, no dia 23 de junho de 1968. Nesse dia o Monumental recebeu 90 mil expectadores e a verdade é que a partida estava entediante e o frio chegava a doer os ossos. Por isso boa parte do público decidiu ir embora antes do fim do jogo. Até aí tudo bem, certo? Mas algo de estranho aconteceu pois a porta 12 do estádio permaneceu fechada para a saída, mas nenhum expectador sabia disso. Então eles foram se dirigindo para ela e houve um certo empurra-empurra pois no vuco vuvo ninguém sabia porque não conseguiam ir embora. O pessoal ficou desesperado para sair e o pior aconteceu: foram 71 mortes e até hoje esse fatídico dia está na memória dos portenhos. Então se você passar pela porta 12 desse estádio, não se surpreenda se sentir um arrepio!

2. O táxi fantasma no Cemitério da Chacarita
O Cemitério da Recoleta é o mais famosos de Buenos Aires, mas o maior da cidade é o da Chacarita e é nele que ronda uma assustadora lenda urbana. Tudo começou em 1978, quando uma mulher foi achada morta em cima da tumba de sua mãe. A razão disso é que ela pegou o táxi da morte. Até hoje esse táxi fica na fila de táxis perto do Cemitério da Chacarita, não há certeza, mas o carro é um Ford Falcon ou um Peugeout e a placa é RIP666. A lenda diz que todos que pegam esse táxi começam a sentir um frio estranho que invade o corpo, até que esteja morto. Após a morte o motorista o leva de volta ao lugar de onde partiu: o cemitério. Por isso veja a placa do táxi na volta da visita ao Cemitério da Chacarita.

3. A história trágica de amor e ciúmes da Igreja de Santa Felicitas
Essa lenda urbana se passa o bairro de Barracas, mais exatamente na Igreja de Santa Felicitas. A igreja tem esse nome devido à Felicitas Guerrero, uma jovem de beleza exuberante e também maldita. Aos 15 anos ela se casou com um senhor duas vezes mais velhos e com ele teve dois filhos, sendo que um veio a falecer aos seis anos e outro nasceu morto. Aos 26 anos era dona de grande riqueza e já estava viúva. Na época muitos a cortejavam pois sua beleza não passava desapercebida. Ela então escolhe um pretendente, mas a bonita tinha dedo podre e escolheu o que tinha um ciúmes possessivo e por isso acabou assassinando-a em 30 de janeiro de 1876. Os pais da bela, devastados com a história, decidiram prestar honras à filha e construíram uma igreja atrás da casa onde ela foi assassinada. Contam que todos os anos, no dia 30 de janeiro, o fantasma de Felicitas aparece vestido de branco e chorando. Dizem que os panos amarrados na igreja amanhecem molhados devido ao choro da pobrezinha.

4. Uma festa eterna no Palácio dos Bichos
O Palácio dos Bichos tem esse nome devido às gárgulas que se encontram na fachada. Ele é situado no bairro Villa del Parque, na Calle Campana, 3220. Esse palácio foi o presente de casamento de um pai a sua filha e genro, e foi lá onde houve a celebração do casamento em 1º de abril de 1911. A festa teve muita música, dança e animação. Ao final da festa o casal entrou em seu carro com destino à lua de mel enquanto todos acenavam das janelas do palácio. Mas assim que o carro entrou na estrada, um trem apareceu do nada, atropelando e matando o casal, deixando toda a família e convidados aterrorizados ao ver a cena. O pai, desolado, decidiu fechar o palácio, mas vizinhos afirmam ouvir música e ver pessoas dançando no casarão abandonado. Essa lenda urbana misteriosamente nunca foi solucionada pois todos que tentaram descobrir o caso acabaram doentes e tiveram que abandonar as investigações.

5. Duendes maléficos na Torre do Fantasma
Essa lenda urbana se passa na calle Almirante Brown, no bairro de La Boca. Nessa rua há uma torre clássica, de estilo Catalão, construída pela rica María Luisa Auvert Aurnaud. A ideia original era deixar os quartos para aluguel, mas a proprietária amou tanto a torre que decidiu morar lá e comprou diversos móveis e artigos de decoração da Catalunha e mandou trazer. Depois de um tempo decidiu se mudar pois os vizinhos reclamavam muito do barulho da torre. Então ela decidiu colocar em prática a ideia original e alugar os quartos. O último andar do edifício foi alugado pela pintora Clementine. Um dia uma jornalista foi entrevistar a pintora e tirou algumas fotos dela. Ao revelar as fotos viu nas imagens alguns duendes e voltou ao local para visitar Clementine. Ao chegar lá descobriu que a artista se suicidou logo após a entrevista. A proprietária do edifício diz ter certeza que foram os duendes que empurraram Clementine da janela do último andar. Ela explicou que os duendes vieram juntos com os móveis da Catalunha e que conseguiu escapar deles ao se mudar de lá. A lenda diz que os duendes continuam ocupando o último andar do prédio, fazendo barulho, mexendo nas coisas e sendo acompanhados pelos passos do fantasma de Clementine.

E, aí? Qual dessas lendas urbanas você achou mais horripilante? Acredita em alguma delas?

Créditos da imagem de destaque: Shutterstock

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários

  1. Patricia Lopes

    é por isso que eu gosto tanto desse blog, além de ser super atualizado sempre traz algo fora do contexto turístico!

  2. Pingback: 5 lendas de Buenos Aires que você precisa conhecer | Aires Buenos | Simplesmente tudo sobre Buenos Aires

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *