Dicas de Mendoza 4: Passeio pela Cordilheira

Dicas de Mendoza 4: Passeios para a Cordilheira

dicas de mendoza passeio pela cordilheira
Puente del Inca, o lugar mais incrível do passeio

Existem vários passeios disponíveis saindo de Mendoza rumo a Cordilheira. O que fizemos foi o de Alta Montanha, o mesmo que a Gisele do Aquí Me Quedo fez. Ele faz o caminho da Ruta 7, a rodovia que liga Mendoza ao Chile, percorrendo cerca de 200 km e passando por Potrerillos, Uspallata, Puente de Picheuta, Polvaredas, Penitentes, Puente del Inca, Parque Aconcagua e termina na Villa de las Cuevas

Reservamos facilmente no site do Al Sol Mendoza, que deixou nossos vouchers na recepção do hotel. O valor era de 250 pesos por pessoa, cerca de 100 reais (preços de julho de 2013). O passeio começa cedo, buscaram a gente no hotel 7h da manhã, e dura o dia todo. Só voltamos lá pelas 18h.

Começamos pela Ruta 7, que em seu começo tem várias bodegas. Entre elas as mais famosas e luxuosas: Bodega Séptima e Ruca Malén. De longe já vemos as montanhas com neve no topo. Uma paisagem lindíssima.

 

dicas de mendoza passeio pela cordilheira
Ruta 7 que liga Mendoza ao Chile

A primeira parada é o Lago de Potrerillos, que é artificial já que foi formado depois da criação de uma represa. Na hora lembrei do Lake Mead e da Hover Dam, que visitamos nos EUA. Na verdade toda a região lembra bastante o Grand Canyon, com formações rochosas bastante parecidas.

dicas de mendoza passeio pela cordilheira
Lago de Potrerillos

Aos poucos vamos subindo e ao lado da rodovia somos acompanhados pelo Rio Mendoza e uma linha de trem. Como fomos em pleno inverno, o rio estava bem vazio, bem diferente do verão, quando ele fica caudaloso devido a água de degelo

A linha do trem está inabilitada já faz alguns anos, uma pena. Ela possui vários túneis bem diferentes, todos feitos há mais de um século.

dicas de mendoza passeio pela cordilheira
O rio e um túnel antigo onde passava o trem dos Andes.

Uspallata é a próxima parada no passeio. Essa cidadezinha foi cenário para o filme “Sete anos no Tibet”, que na verdade foi gravado em plena Argentina. Fizemos um rápido pit-stop num restaurante que também alugava botas e pranchinhas para quem pensava em fazer ski-bunda. Alugamos as botas por 40 pesos, essenciais para evitar molhar todo o pé.

Depois é hora do lugar mais belo de todo o dia: El Puente del Inca. Uma formação da natureza simplesmente sublime que te deixa sem palavras. No local antes havia um hotel, porém uma grande enxurrada destruiu tudo, deixando intacta somente uma pequena capela. A ponte é uma formação de calcário, que era aberto a visitação até 2010. Atualmente só podemos olhar de longe, mas mesmo assim é de tirar o fôlego.

dicas de mendoza passeio pela cordilheira
Puente del Inca, o lugar mais bonito da Cordilheira

Junto do Puente del Inca há um pequeno vilarejo, com comerciantes vendendo vários tipos de artesanatos. São coisas tradicionais e bem baratas. Ótimo para levar de recordação.

dicas de mendoza passeio pela cordilheira
Artesanato no Puente del Inca

As linhas usadas anteriormente pelo trem dos andes também estão lá do lado, construindo uma paisagem que parece de filme.

dicas de mendoza passeio pela cordilheira
Ói o trem

O Parque Aconcágua é o próximo ponto do passeio. Paramos na entrada do Parque e de longe podemos ver o enorme e majestoso Pico do Aconcágua, a segunda montanha mais alta do mundo com 6980 metros de altura. Maior que ele só o Everest. Infelizmente no dia que fomos havia uma nuvem chatinha que tapava o topo da montanha. Mas valeu demais só saber que estávamos tão perto de algo tão grandioso!

dicas de mendoza passeio pela cordilheira
Juro que é o Aconcágua no fundo, tapado por uma nuvem

Logo depois paramos um pouquinho para brincar, esquiar na neve e apreciar a paisagem em um dos pontos mais tranquilos ao lado da Ruta 7.

dicas de mendoza passeio pela cordilheira
Pausa para o Ski Bunda!

É o momento ideal para aqueles que desejam fazer embaixadinha com bola de neve.


O último lugar que paramos é a Villa Las Cuevas, que fica quase na divisa com o Chile. Frio demais com vento muito forte! É de lá que as pessoas sobem para ver o Cristo Redentor dos Andes, porém só está aberto no verão. Não pudemos ir, mas já adiantamos que esse Cristo não está de braços abertos como o do Rio, mas sim segura uma cruz enorme.

Em Las Cuevas paramos para comer num restaurante super familiar onde outras excursões param. A comida não é nada demais. Bastante caseira e básica, serve muito bem para matar a fome e é só isso.

dicas de mendoza passeio pela cordilheira
Villa Las Cuevas

Existe um hostel bem do lado do restaurante chamado Arco Las Cuevas e fiquei imaginando como seria passar a noite num frio danado de lá. Também tem uma chocolateria, mas pena que estava fechada. O clima estava perfeito para um chocolate quente

Depois é hora de fazer o caminho de volta pela mesma Ruta 7, sem nunca tirar os olhos das montanhas.

De volta no hotel nem tinha muito mais o que fazer a não ser desabar na cama de cansaço depois de um dia inesquecível!

 

Veja os outros posts da série de Mendoza

Parte 1: Introdução

Parte 2: Onde ficar

Parte 3: Bodegas

Parte 4: Passeios para a Cordilheira

Parte 5: Passeio de bicicleta

Parte 6: Onde comer e beber

Para ler a série toda de uma vez, basta clicar na categoria Mendoza

Leia sobre Villa Angostura e Cerro Bayo no blog Get Outside.

Para ler os posts de viagens para outros destinos além de Buenos Aires, como San Antonio de Areco, Uruguai e Eua, é só clicar em Outras Viagens

E não viaje para Buenos Aires sem o nosso super guia: várias dicas organizadas para facilitar a sua vida, além de um roteiro dia-a-dia, com mapa e como chegar aos lugares. 😉

guia de buenos aires turista profissional

Para comprar ingressos, transfer e passeios, conheça a parceria Aires Buenos + Turistando Buenos Aires, um atendimento feito por brasileiros.

Confira todas as nossas dicas de hotéis em Buenos Aires. São vários posts com resenhas, melhores bairros e muitas outras dicas.

Se está planejando sua viagem para Buenos Aires, não deixe de contratar um bom seguro viagem. Ninguém espera que algo aconteça, mas vai que acontece. Melhor estar prevenido, não é?!

COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM AQUI >>

E não deixe de conferir todos os passeios e ingressos que poderá comprar com antecedência. 😉

23 comentários em “Dicas de Mendoza 4: Passeio pela Cordilheira”

  1. Boa noite Túlio! Tenho por esses dias acompanhado seu blog pois em Julho vou passar uns dias em Buenos Aires, de lá estamos na dúvida se passamos 3 dias em Mendoza ou Neuquén ambos com grande distancia de BA. Queremos ir de ônibus, sabe me dizer se tem ônibus fretado de Buenos Aires? Desde já te agradeço muito, o blog está me direcionando!

    Responder
    • Tem onibus sim, saindo do terminal do Retiro. Veja no site plataforma 10 pra ter uma ideia dos preços

      Responder

Deixe um comentário