Roteiro de uma semana em Buenos Aires – Dica do leitor

A Gabrielle e o Bernardo vieram aproveitar o frio da capital portenha em agosto e agora compartilham conosco o roteiro de uma semana em Buenos Aires que eles fizeram. Eles conseguiram conhecer os principais pontos turísticos da cidade e aproveitaram para tomar bastante vinho nos restaurante famosos.

Se você está com viagem marcada para Buenos Aires, nosso Guia Básico: 4 dias em Buenos Aires vai ser muito útil nos seus dias pela cidade. Ele tem roteiro para quatro dias, recheado de passeios, restaurantes e curiosidades que você não encontra em qualquer lugar. Temos também o Guia Lado B dos pontos turísticos de Buenos Aires, com passeios menos tradicionais mas que vão fazer você se apaixonar pela maravilhosa capital argentina!

Roteiro de uma semana em Buenos Aires – Dica do leitor

dica_do_leitor_3

Olá pessoal do Aires Buenos Blog e seus leitores! A partir de agora, faremos um breve relato das nossas férias de inverno na charmosa capital da Argentina: nossa Buenos Aires querida! Tomara que alguma de nossas dicas possa ajudar quem estiver planejando sua viagem pra lá.

Agosto, 16: domingo

Chegamos no Aeroporto (AEP) por volta das 20h10 (saímos de Porto Alegre) e rapidinho já estávamos nos instalando no Callao Suítes Hotel (Av. Callao, 1062, Recoleta). O táxi custou 100 pesos.

Após o check-in, jantamos em um restaurante em frente ao hotel (o Milanesa Club), onde nos deliciamos com o bife à milanesa, prato bem querido na cidade, e com muitos chopps Quilmes… Hehehe! Na saída, passamos ali na outra esquina pra abrir a temporada dos helados… Freddo, te amamos!

dica_do_leitor_6

Agosto, 17: segunda e feriado

Acordamos e fomos direto ao Câmbio Justo, no Centro, para trocarmos “la plata”. Conseguimos um valor de 3,80 pesos para cada 1,00 real. Na saída de lá, seguimos para a Praça de Maio, onde aproveitamos para visitar a Casa Rosada por dentro e a Catedral. Seguimos para a Florida, rua famosa pelo seu comércio etc. Porém, vamos falar a verdade, nada demais, detestamos ser alvos dos cambistas! Almoçamos por lá, num restaurante que não memorizamos o nome. Uma pena, pois a massa era deliciosa!

dica_do_leitor_4

Passamos pelo Obelisco e chegamos ao Teatro Cólon, onde compramos ingressos para assistir a um espetáculo dias depois, o Ballet Silvya. Continuando a caminhada, seguimos ao Congresso, tão lindo! Retornamos ao hotel para um breve descanso, pois à noite seguiríamos para jantar em Puerto Madero. E lá pelas 20h pegamos um táxi para lá. Que lindo, que sonho, que maravilhoso. Amamos! Caminhamos, fizemos muitas fotos e resolvemos entrar no restaurante Cabaña Las Lillas. Aqui vale dizer: o “cubierto” é espetacular! E a salada ceaser deles é fenomenal, um tempero maravilhoso e combinou muito bem com a carne que pedimos. É claro, não faltou um malbec para harmonizar um dos jantares mais lindos e românticos que tivemos. (Preço meio salgado, pois custou 1333, pesos).

dica_do_leitor_8

Agosto, 18: terça

 

Tomamos o café que nosso hotel oferecia no café Bonafide. Um suco de laranja, café e 3 medialunas. Rumamos ao Cemitério da Recoleta, passeio que adoramos fazer! Dali, descemos para a Praça das Nações Unidas, onde se localiza o monumento Floralis Genérica, conhecida como La Flor. O dia ensolarado e até muito quente para o meu gosto (24 graus por aí) contribuiu para fotos lindas por lá. Ao lado da Floralis, se encontra a Faculdade de Direito da UBA. Fizemos fofos por lá, por dentro e por fora hehehe. Caminhando, seguimos para o Jardim Japonês, onde o custo para entrar é de 50 pesos por pessoa. O lugar é lindo, mágico e encantador para quem curte natureza. O ambiente proporciona beleza aos olhos e paz ao coração! Adoramos.

dica_do_leitor_1

Mais tarde, pegamos um táxi e fomos a Palermo Soho, bem perto dali. Almoçamos por 125 pesos cada um, e degustamos uma cerveja Patagônia bem gelada e deliciosa. E mais uma.

Partimos para o hotel, com dor nos pés, para descansar por um tempo, até que nos pegamos na rua novamente! Entramos na livraria El Ateneo. No café dali, um senhor tocava piano lindamente enquanto lanchávamos (suco de pomelo divido e empanadas deliciosas). Perambulamos pela livraria por mais de uma hora e trouxemos livros para nós e nossos familiares.

dica_do_leitor_5

Agosto, 19: quarta

Após tomar o café Bonafide partimos a pé para San Telmo. Estava muito frio, uma delícia. Visitamos vários antiquários, a Mafalda e curtimos cada cantinho de lá. Um bairro charmoso.

Na volta, passamos pelo Café Tortoni, claro. Como não? Que lindo, muito muito muito lindo. tomamos vinho, sanduíche de miga, chocolate quente com churros…. Orgias gastronômicas que valeram a pena cada caloria!

Voltamos ao hotel sem pressa para descansarmos um pouco, pois à noite, voltaríamos a San Telmo, mas desta vez, para curtir um tango bem intimista no Bar Sur. Lá, se você estiver em 4 pessoas ou menos, reservas não são necessárias. Chegamos por lá às 20h30, e fomos recebidos na porta pelo único e simpaticíssimo garçom do restaurante, um senhor de mais ou menos 70 anos. Naquele dia, o Bar Sur contava apenas conosco e um grupo de 4 pessoas. Ou seja, um show de som, música e dança particular. Foi lindo, encantador! Ensaiamos até alguns passinhos com os dançarinos.

O jantar foi razoável. O custo total para nós dois foi de 2200 pesos.

dica_do_leitor_10

Agosto, 20: quinta

Saímos do hotel, tomamos café e seguimos caminhando MUITO pela avenida Santa Fé, em direção aos bosques de Palermo. Nossa primeira parada foi o Jardim Botânico. Embora longa, a caminhada foi divertida pois compramos cuia, erva e térmica para fazer um mate. Claro que o mate dos hermanos é infinitamente mais amargo que o nosso amado chimarrão gaúcho. Mas tentamos! Hehehe!

Almoçamos uma pizza ruim por ali mesmo e seguimos para a sorveteria Jauja, pois li muito sobre os helados deles antes de ir, então queria conhecer. O rapaz que nos atendeu foi muito cortês. O meu escolhido foi mousse de dulce de leche com mascarpone y framboesas. Dos deuses!

Fomos pro hotel de subte, ou metrô. E rápido e baratíssimo. E estávamos cansados, hehehe! À noite, fomos a pé ao Hard Rock Café. Atá as 21h tem rodada dupla de Quilmes, delícia! Comemos um prato de nachos e curtimos o ambiente lindo. A música foi meio estranha, não estamos acostumados com rock na língua espanhola, hehehe! Na volta para casa, experimentamos mais um helado, o Volta! Excepcional. Haja dieta! Hahaha!

dica_do_leitor_7

Agosto, 21: sexta

Fomos pra rua cedo, por volta das 10h, e em direção ao Centro, mas desta vez de metrô, com o objetivo de conhecer as Galerias Pacífico, na calle Florida. Um verdadeiro espetáculo arquitetônico, de encher os olhos e esvaziar os bolsos. Mas a parte mais engraçada do dia estava por vir, ainda na “vibe” de shopping, pegamos o metrô novamente e paramos em frente ao grande Shopping Abasto. Pra nossa surpresa, ele é enorme e contém um parque de diversões Neverland no seu interior. Já viu, as crianças de 1,80m (nós) não deixaram essa oportunidade passar. Mesa de gol, corrida de cart, roda gigante… Rendeu fotografias e vídeos divertidíssimos. Uma bela recordação.

dica_do_leitor_12

Demos uma passadinha no hotel e logo em seguida corremos para Puerto Madero para pegar o fim da tarde por lá. Caminhamos por tudo lá enquanto o sol devagarinho caía e formava sombras lindas sobre as águas. Não conseguimos resistir! Sentamos na parte externa do La Parollaccia e pedimos um vinho só pra admirar aquele visual…

De volta ao hotel, hora da produção para a noite que estava chegando! A indicação foi de uma brasileira que mora em BsAs há tempo (trabalha lá no Câmbio Justo) sobre um bar famoso, o Frank’s. Imperdível! Nunca vi nada parecido aqui em Porto Alegre. Pra começar e você ter uma ideia: é preciso ter a senha pra entrar! As dicas da senha são fornecidas pelo pessoal do bar na página deles no facebook durante a semana toda. Aí você vai juntando as pecinhas e tchanã: descobre o segredinho. Ele fica lá em Palermo, com uma Plaquinha bem discreta na porta. Aí você toca a campainha, o segurança abre a porta e te pergunta: “Contraseña?” Hahaha! Fenomenal. Ao entrar no bar, muito glamour, decoração linda, misturando o moderno e o vintage. Os drinks pedimos no balcão com o barman e colocamos nosso nome para aguardar uma mesinha para jantar. Por volta de 30 minutos depois a hostess nos acomodou. Nosso pedido foi um salmão à milanesa com vegetais. Sem palavras para descrever o melhor salmão que já comemos na vida. Eu voltaria neste bar por várias encarnações só para sentir o gosto excepcional daquele salmão. Para acompanhar: um malbec. O Frank’s ficou na memória e será revisitado certamente.

Agosto, 22: sábado

O sábado foi muito tranquilo, não tínhamos nada agendado. Na verdade, era o dia destinado a ir ao Zoo Lujan, mas confesso que desisti de ir devido à dúvida que paira sobre a minha cabeça sobre o doping ou não dos animais deste Zoo. Enfim, sem nada programado, fomos ao Caminito. Hum, o que falar do Caminito? Prefiro não opinar, e deixar para cada um tirar suas próprias conclusões. Só digo que não ficamos por lá mais que duas horas.

dica_do_leitor_2

De táxi, fomos em direção à Floralis novamentente, pois estávamos com um vinho na mochila e dispostos a degusta-lo ao ar livre. Infelizmente a praça estava fechada (sim, ela é cercada) e ficamos na praça em frente. Estávamos numa vibração muito boa e foi demais beber um malbec sentados em um banco de praça. Quando começou a esfriar e ventar, fomos para o hotel. Nesta penúltima noite, optamos por nos despedir de Puerto Madero. Fomos pra lá e acabamos escolhendo o restaurante La Cabaña para o nosso jantar. Restaurante excelente, não cobram o cubierto embora ele seja bem servido e saborosíssimo. Pedimos uma carne (Ojo del Rey) ao ponto e com salada. Ambos muito bem servidos. Sério, que delícia! Mais um vinhozinho para acompanhar e a continha foi de 1200 pesos. Na volta pra casa, mais helado Freddo, por favor.

dica_do_leitor_9

Agosto, 23: domingo

Como todos sabem, domingo é dia de conhecer a Feira de San Telmo, e lá fomos nós… Olha, que feira grande e lotada! Mas muito legal. Vimos de tudo um pouco e tomamos um bom mate para esquentar. O dia foi muito frio mesmo.

Não voltamos tarde da feira porque logo às 17h tínhamos nosso Ballet no Teatro Cólon. Então fomos pro hotel logo após o almoço para descansarmos e também nos arrumarmos. Chegando ao Cólon, logo subimos ao sexto andar onde eram nossas poltronas. É bem alto, dá pra ver todo o palco, mas é claro que não se compara à plateia. Pena que os ingressos para assistir lá de baixo estavam altíssimos e não couberam em nosso orçamento. Mesmo assim, assistir ao Ballet Silvya foi emocionante e encantador. Memória para jamais esquecer.

dica_do_leitor_11

Saímos do Cólon por volta das 20h e decidimos encerrar nosso período onde tudo havia começado uma semana antes: Club Milanesa. Jantamos ali, recordamos tudo que vivemos em uma semana nesta cidade encantadora que é Buenos Aires. Foram dias de paz, amor, frio, cafés, vinhos e felicidade.

Na segunda, foi dia de partir cedo ao Aeroparque pois nosso voo para Poa sairia às 7h30.

Desejamos que seja assim para todos os visitantes… Uma viagem muito linda!

dica_do_leitor_13

Sim, uma viagem muito linda e com ótimas lembranças, com certeza! Muito obrigada por compartilhar conosco essa semana recheada de novos lugares e comidas deliciosas. Vocês definitivamente aproveitaram bastante e deixaram muitas pessoas com vontade de conhecer a encantadora Buenos Aires!

Se você se interessou e quer ler mais relatos de viagem, visite nossa categoria DICA DO LEITOR.

Para fazer sua experiência aparecer aqui no blog, é só enviar seu texto com algumas fotos para airesbuenosblog@gmail.com.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 comentários

  1. Natalie

    Olá! Gostaria de saber qual a melhor opção pra ir de Mar del Plata até Montevideo. Existe trajeto direto entre as duas cidades ou terei que ir até Buenos Aires para, aí sim, partir pra Montevideo? Obrigada desde já!

    • Túlio Bragança

      Natalie, provavelmente existe um onibus direto mas deve ser claro pois de onibus o caminho é longo. O ideal é ir ate bs as, pegar um barco

      • Natalie

        Ah, sim! De barco só saindo de buenos aires mesmo?? Será que as 5 horas até lá compensam, ou melhor encarar essa distância de ônibus direto de Mar del Plata??

    • Natalie

      Nas minhas pesquisas, só consegui achar trajetos partindo de Buenos Aires 🙁 E, como tenho pouco tempo, gostaria de achar algum transporte direto de Mar del Plata.

  2. Graciane

    Que delícia de viagem de vocês por Bue,adorei.
    Esse lugar é realmente encantador e fiquei ainda com mais saudade dessa terra.

  3. Rosangela

    Essa cidade é linda.. estive em setembro/2015… e fiz quase o mesmo roteiro… pretendo voltar… para aproveita melhor

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *