Os 7 erros mais comuns dos turistas brasileiros em Buenos Aires

Não trabalho com hotelaria, mas nesses vários anos de Buenos Aires já recebi e vi muitos amigos que estavam de turismo na cidade. Muitos tinham experiência de viajante, outros eram marinheiros de primeira viagem, mas todos acabaram me mostrando como é a experiência do turista aqui.

Aqui a lista dos 7 erros mais comuns dos turistas brasileiros em Buenos Aires. A ideia não é ditar regras, mas sim ajudar.

Aproveite e tente evitar cair nas mesmas armadilhas. Errar é humano, repetir o erro é burrice!

Economia => Seguro Viagem Para a Argentina (com desconto)

Os 7 erros mais comuns dos turistas brasileiros em Buenos Aires

vistas de Buenos Aires

1. Não pesquisar nada

Esse é o erro mais básico de qualquer viagem. Planejamento é essencial. Quem não pesquisa acaba aproveitando menos a cidade e tendo experiências muito mais pobres e enlatadas. Por isso pesquise, fale com os amigos, busque informações, leia blogs, revistas e guias para aproveitar a cidade plenamente.

A emoção e a alegria de uma viagem não começa só quando você chega ao aeroporto, mas sim no momento que você compra a passagem. Viaje na sua pesquisa! Pesquisar e descobrir coisas no computador ou em guias torna a viagem muito mais rica e personalizada com o seu gosto.

Aproveite e veja experiências de outros viajantes na coluna DICA DO LEITOR e nos posts:

Pesquise seu hotel em Buenos Aires aqui!

checklist buenos aires

2. Câmbio de moeda

Por pura falta de informação, muitos turistas acabam perdendo muito dinheiro trocando dinheiro.

Informe-se sobre onde é mais vantajoso, como desbloquear cartões e todas as alternativas possíveis para levar sua bufunfa. Não troque dinheiro nas casas de câmbio que estão perto das esteiras de malas dos aeroportos de Buenos Aires. Eles pagam cerca de 20% a menos do valor oficial da moeda.

No Aeroporto de Ezeiza e no Aeroparque a melhor opção é o Banco La Nación. Outra maneira é ir no centro, principalmente na Calle Sarmiento perto da Calle Florida. E lembre-se de guardar o comprovante da operação de câmbio, só com ele você pode retrocar o dinheiro que sobrou.

Transporte => Transfer privado do aeroporto de Ezeiza

casas de cambio em buenos aires

3. Nem ao menos tentar falar espanhol

Pode parecer besteira, mas algumas vezes faz a diferença de ser bem atendido ou não.

Gracias, Hola, que tal, buenos dias, cuanto sale, tarjeta de credito, são palavras fáceis que qualquer um pode decorar. Mostrar que você está se esforçando para comunicar é simpático e pode garantir um atendimento melhor.

Existem locais, principalmente na Calle Florida, com vendedores que falam português, mas isso é raridade. Então, arriscar um portunhol pode fazer toda a diferença.

Confira => Passeios em Buenos Aires

Hotel com desconto e pagamento parcelado

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no El Quarto, uma plataforma brasileira onde você consegue os melhores preços. E mais: ganhe 5% de desconto usando o nosso cupom AIRESBUENOS, pague com PIX ou em até 12 vezes no cartão de crédito. O bom é que em praticamente todos os hotéis é possível cancelar ou alterar datas sem custo.

Reserve aqui!!!


4. Achar que Buenos Aires é um shopping gigante

Quem viaja quer fazer compras e achar pechinchas, mas Buenos Aires é muito mais que isso. Ultimamente com a inflação galopante os preços já não são aquela maravilha para brasileiros e infelizmente está cada dia mais raro achar um grande negócio. Veja todos nossos posts sobre compras.

É óbvio que cada um escolhe o que viver e ver na cidade, mas já que você está aqui não perca toda cultura, história e gastronomia da cidade.

Leia:

viagem a Buenos Aires
Casa Rosada, o centro do poder da Argentina, em Buenos Aires

5. Esquecer que está em outro país

Lembre-se que você cruzou a fronteira e passou por uma aduana. Por mais perto que a Argentina esteja do Brasil, aqui os costumes são diferentes. Desde o modo de vestir, a maneira de pensar e até a comida, em tudo vemos diferenças.

Já que está aqui aproveite para viver dias diferentes e ocasiões que dificilmente voltarão a acontecer. Não adianta reclamar que aqui não tem feijão ou é difícil encontrar um restaurante por quilo. Você é um turista, portanto tente se adaptar. Aí que está a graça.

Imperdível => Show do Tango Porteño (com jantar opcional)

6. Preocupar-se mais em tirar fotos do que viver experiências

Não é um problema só de quem visita Buenos Aires, mas sim dos turistas em geral. Ninguém olha mais a paisagem, mas sim a telinha da câmera fotográfica.

Tirar fotos para a posteridade obviamente faz parte, mas acho que muitas vezes as pessoas perdem ótimas coisas quando se preocupam apenas no que vão mostrar para os amigos.

Lembre-se que o que você vive, vê, escuta, cheira e saboreia é a sua viagem e isso ninguém substitui. Largue a câmera fotográfica um pouco e viva a cidade.

tirar fotografias em Buenos aires FOTÓGRAFO BRASILEIRO EM BUENOS AIRES

Fazer um ensaio fotográfico em Buenos Aires é ótima maneira de conhecer a cidade, podendo guardar suas lembranças de uma maneira linda que resiste ao tempo.

O Henderson Moret é um fotógrafo brasileiro em Buenos Aires que tem uma ótima parceria com o Aires Buenos: nossos leitores ganham um super desconto e saem com uma lembrança incrível da cidade!

São diversos planos e, com certeza, você vai achar um pra você e sua família. Ah, além de tudo, o Henderson é um super guia da cidade!

Envie uma mensagem de Whatsapp agora! Não esqueça de dizer que o conheceu aqui no Aires Buenos!

 

7. Ficar com provocaçõezinhas babacas

A rixa Brasil e Argentina aqui é limitada ao futebol. Nós brasileiros nos preocupamos muito mais com isso que os argentinos. Em geral eles adoram nosso país, nossa cultura e são muito interessados com o que acontece nas terras tupiniquins.

Por isso nada mais desagradável que turistas brasileiros em Buenos Aires fazendo provocação besta e gratuita.

Curtiu?

E não viaje para Buenos Aires sem o nosso super guia: várias dicas organizadas para facilitar a sua vida, além de um roteiro dia-a-dia, com mapa e como chegar aos lugares. 😉

guia de buenos aires turista profissional

Confira todas as nossas dicas de hotéis em Buenos Aires. São vários posts com resenhas, melhores bairros e muitas outras dicas.

Se está planejando sua viagem para Buenos Aires, não deixe de contratar um bom seguro viagem. Ninguém espera que algo aconteça, mas vai que acontece. Melhor estar prevenido, não é?!

COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM AQUI >>

E não deixe de conferir todos os passeios e ingressos que poderá comprar com antecedência. 😉

145 comentários em “Os 7 erros mais comuns dos turistas brasileiros em Buenos Aires”

  1. Estive agora em Buenos Aires de 05 a 08 de Setembro/19 e gostei muito. Aproveitei para fazer muitas caminhadas usando o GPS, super agradável e senti total segurança. Visitei os principais pontos turísticos e participar de uma noitada da Tango, regado a muito vinho. Comprei 4 garrafas de vinho e coloquei na Mala, não tive nenhum problema. Preferir usar meu passaporte do que apenas identidade. Com o passaporte é carimbado os 90 dias de permanência que a alfândega permite, não tendo passaporte a alfândega vai dar um papel que vc não pode perder. Por isso, é mais prático o passaporte, que vc deixa no cofre do hotel.

    Responder
  2. Olá Tulio ,estou indo agora em julho pra Buenos Aires poderia me dar dicas da cidade por e-mail.

    Agradeço a sua futura resposta

    Responder
  3. Boas dicas a cidade é a queridinha da América Latina mas… cuidado brasileiros em geral los Hermanos adoram nos dar rasteiras… fui roubado no hotel Principado Downton nenhuma indenização por danos materiais e ou morais… booking têm que tomar cuidado com os hotéis que indicam…

    Responder
  4. Tulio, estou indo pela primeira vez, você poderia nos dar uma direção, de quais são os primeiros passos ao chegar la. Muito obrigado.

    Responder
    • A dica é ler o blog todo e se jogar!

      Responder

Deixe um comentário